Convivendo

Abençoe suas sombras, gratidão elevada!

Em meio a um colapso global nos encontramos evidentemente em um colapso interno, e isso nos faz pensar consequentemente em como poderíamos, de fato, ajudar o mundo, e fatalmente o primeiro passo é ajudarmos a nós mesmos.

Sob provas e expiações, passamos inegavelmente por esse processo interno que nos faz refletir cotidianamente sobre nosso presente, que é fruto de nossas ações e pensamentos passados. Como seres evolutivos passamos por essa escola chamada planeta Terra, com o âmbito de evoluir e transcender nossos paradigmas desta e de outras vidas, enfim, desatar o nó que nos coloca na roda de Samsara há tantos séculos.

Nossos relacionamentos principais são nossos relacionamentos mais conflituosos de outras épocas, e por fim viemos dissipar e ascender como mestres de nós mesmos todo o aprendizado que vem sido trabalhado. Se hoje não somos tão bons assim, no passado uma carga maior foi evidenciada, e diante de tanta informação e práticas, nos conceder a inteireza do ser é sinônimo de aceitar realmente quem somos, e, sim, aceitar nosso lado sombrio, nossas trevas marcadas pelas almas há tanto tempo.

A personalidade almeja um ser perfeito e pleno, e podemos, sim, alcançar esse estado, muitas vezes, com tantas ferramentas para nos deixar no eixo, assim como as religiões e suas práticas, o difícil é ter a ação e pensamento correto diante das armadilhas que a vida nos põe.

As pessoas caem, sim, sob situações essenciais ancestrais, um mero pensamento negativo faz com que nosso castelo de luz caia por chão, porque é simplesmente muito fácil ser bom com quem é bom com a gente, doar e sorrir para um ser que não tenha nenhum nó de existência contigo. É muito fácil vestir nossa máscara de ser iluminado pela superfície da água; agora, quando mergulhamos profundo, seres tenebrosos hão de aparecer para a verdadeira prova de fé.

Tu podes passar uma vida toda caminhando sob a bem-aventurança e fé, e quando chegares ao fim para provação final, humildemente cair, com aquele ser, aquela situação. É muito difícil, portanto, nos rotularmos independentes de nossas práticas ou religiões, porque aqui é, de fato, um lugar de aprendizado, somos seres em evolução, universos, seres ilimitados, não nos conhecemos por completo.

Homem caminha em estrada asfaltada em meio a árvores.
Agung Pandit Wiguna / Pexels

Quando abençoamos nossas sombras, aceitamos quem somos, aceitamos nosso processo evolutivo aqui na Terra e liberamos o conceito de bonzinho iluminado, o verdadeiro conceito vem de nossas esferas yin e yang, que se complementam, nossa luz e nossas trevas nos completam e nos tornam vivos.

Ser grato pelos processos dolorosos que passamos, não há ser que não passe por suas questões, as menores que sejam. Ser grato por todo o processo negativo que passamos, ser grato pelo ser trevoso que tu és te torna humilde para te firmar em tua outra esfera e em outros processos que venha a passar. Nós nos iludimos muito ao pensar que somos perfeitos após fazer uma oração ou meditação, por exemplo. Aquele momento te eleva, e vem outro que te derruba. Por mais forte que for em tua permanência, a tua humildade em aceitar suas trevas tem o poder de transmutar eventos futuros.

Agradecer humildemente a quem te fez mal, que por fim te fez mais forte, ao seu erro que te tornou mais humano! Os carmas diante das ações, ações e reações nos fazem refletir, sim, e relembrar quem fomos, e por fim abençoar. Boa coisa não somos ao estar aqui, e ao aceitar, conseguimos dar um passo adiante na história.

O eixo da humanidade é o pecado, o erro, não sejamos tolos ao nos acharmos superiores em momento algum, independentemente do seu processo evolutivo, cada ser é um universo, não há comparação. Podemos, sim, seguir adiante, como guerreiros da vida, com a consciência de que somos responsáveis por toda essa desordem mundial. O desrespeito com todos os seres, com toda a natureza que somos nós, é reflexo da cena atual que nos encontramos.

Humildemente abençoando nossas sombras, agradecendo tudo o que houve de errado conosco e com toda a humanidade, podemos seguir adiante, com informação livre sabemos o que acontece no mundo inteiro, com informação livre sabemos o que é certo e o que é errado, o que precisamos para viver, o que precisamos para morrer.

Mulher observa céu alaranjado com nuvens aparentes.
YURI MANEI / Pexels

Assim como entramos em um consenso mundial sobre máscaras, isolamento, vacinas, idosos na frente, temos de seguir em frente sobre questões primordiais: a vida, a água, o respeito, os animais, as florestas. Assim como abençoamos nossa história e nossas sombras, abençoemos nosso lixo material e mental. Abençoemos nossa história, abençoemos a vida. A informação livre e a tecnologia pode nos unir e nos transformar. A história precisa continuar, a vida precisa continuar….

O apocalipse era previsto para que houvesse muito mais desastres naturais, enfim, nós tivemos uma nota mínima do plano superior para que essa transição planetária fosse a mais suave possível. E diante das possibilidades, sim, está sendo a mais suave possível, portanto sejamos gratos à pandemia, a esse processo que vivemos, estamos tendo um upgrade de alma!

As frequências que vêm do cosmos vêm nos calibrando para que entremos em um outro eixo, em uma permanência maior de nossa bem-aventurança, nem por isso vamos deixar de honrar nosso passado e nossa história, honrar quem somos por completo, nossas sombras sempre vão existir, no entanto um relacionamento novo com você mesmo que parte dessa perspectiva, ao aceitar e controlar quem você é, o grande segredo.

Dar abertura à informação que vem do cosmos, integrar, permanecer, resignar quem tu és te torna mais forte e pleno sob a perspectiva de vida. O plano divino deseja muito mais para nós, queridos humanos, além de um trabalho e rotina sem sentido. Quando as respostas vêm de você e em sua comunhão com sua comunidade, quando tu começas a criar alternativas para a vida e deixa de esperar de um governo.

A vida começa a fazer mais sentido quando abençoamos nossas trevas e aceitamos a luz que vem das matas, dos nossos animais, dos rios, lagos e mares. Quando você começa a olhar pra natureza, ela começa a olhar pra você, e há sinais, há vida, alimento, recursos, sustento…

Você também pode gostar

É com muito amor que venho anunciar que há muita vida por vir, e essa vida começa com você, meu querido irmão, minha querida irmã, essa vida que vem da Terra, essa vida que vem de nós! Gratidão do fundo do meu coração, eu os amo plenamente, eu sinto e vejo vocês, Namastê!

Sobre o autor

Bruna Mac The Wall

Graduada em Hotelaria e Turismo pela Anhembi Morumbi, especializada em Lazer e Bem- Estar, Pós Graduada em Naturopatia pela Humaniversidade, com cursos de extensão em Terapias Vibracionais Bioenergéticas EMF e Sound Healing.

O autoconhecimento pela troca de energia no trabalho com outro ser humano, de fato faz nossa sabedoria expandir, a medida que nos colocamos como observadores quânticos onde a resposta para tudo está em todas as coisas ao nosso redor.

A proposta de escrever e expandir é uma forma de tornar aspirações e experiências disponíveis a outros seres humanos que estão dispostos a compartilhar também a medida que estão abertos a novos insights e conhecimento, possibilitando essa troca.

Atuo com atendimentos individuais com massoterapia ( Shiatsu, Thai Massagem , Ayurvedica, Thiyur, Detox ) , acupuntura ( com e sem agulhas) , consultas Florais e Fitoterápicas, sessões individuais e coletivas de Sound Healing, Bioenergética, Yoga, Meditação, eventos de Bem - Estar em espaços e empresas, Retiros Detox Zen.

Atuo também com consultoria de Spas e Resorts , Social Mídia, Foto/ Vídeo/ DJ.

Linha de Produtos Naturais Orgânicos, Saboaria e Cosmética Natural.

Email: brumacthewall@outlook.com
Whatsapp (11) 99250-7525
Páginas:
Facebook: bruna.sol.7
Instagram: @ b.omeditacao