Arteterapia Saúde Integral

Arteterapia sobre o âmbito profissional

Celso de Godoy Junior

Neste encontro Arteterapeutico, iniciamos o dia através da reflexão do seguinte pensamento:

“Eu penso e logo existo”

– Descartes, filósofo francês.

Com isso, conversamos sobre os acontecimentos e a rotina profissional de cada pessoa, reconhecendo as inúmeras responsabilidades e obrigações que cada um possui, que mesmo diante de alguns momentos difíceis, é muito importante praticar o “agradecimento”, por tudo o que acontece em sua vida, pelos problemas que surgem como desafios e aprendizagens em seu trabalho e no convívio com outras pessoas.

A partir do instante que conseguimos ter um olhar mais otimista em nossa vida, mesmo dentro dos conflitos, isso reflete-se em melhores pensamentos e soluções coletivas, despertando a sensibilidade, a atenção e o equilíbrio a si e ao outro, resgatando a paz, a autoestima e a purificação da saúde interna.

Do mesmo modo, este tipo de crença, do poder dos pensamentos positivos, já era cultivado na época do Homem da Caverna, através de suas expressões feitas nas paredes das cavernas, desenhando as ações, plano da próxima caçada e com o animal já ferido. Assim, eles já dormiam motivados e com a certeza do seu sucesso, que era comprovado no dia posterior.

Terminado estas conversas, ambos os participantes, se reuniram e foram convidados a fazerem massa de parede, misturando água com cal, estimulando-os a acessarem o seu potencial sentimental, através do contato com a água e seu poder de escolha, determinação, as suas posses, por meio da manipulação do elemento terra, o cal.

Feito isso foi disponibilizado a cada um uma tela de pintura e explicado para passarem a massa em sua tela e, depois, escreverem quais os sentimentos e forças que a Arteterapia tem conseguido ajudá-los a florescer em sua vida.

Durante estes trabalhos, cada um fez diferentes expressões e representações próprias, simbolizando o que tem conseguido melhorar em sua vida pessoal e profissional. Além disso, utilizaram diferentes cores de purpurinas, representando como luzes que tem iluminado os seus pensamentos e ações em seu dia a dia.

Terminado os trabalhos, cada pessoa o apresentou e explicou os grande benefícios que tem conseguido desenvolver em sua vida.

Assim, a Arteterapia, consegue propor novas aprendizagens, através de acessos psíquicos, reflexões e expressões físicas, que vem para somar novos valores e ações ao encontro com o seu Eu interior, conectando o seu potencial de dentro com o de fora, em busca de um caminho com melhores experiências e sucesso em suas práticas globais.

“Somos livres para fazermos as nossas escolhas, em como agir com os outros, mas somos prisioneiros das consequências”

– O monge e o executivo


Referências bibliográficas:

BERNARDO, P. P. A Mitologia Criativa e o Olhar: Dando Corpo e Voz aos Diferentes Aspectos do Ser (p. 121 a 145), in: ARCURI, I. (org) Arteterapia de Corpo e Alma. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.

DESCARTES, René. Regras para orientação do espírito. Coleção, Clássicos. Editora Martins Fontes, São Paulo 2007. 1ª edição 1999. Tradução de Maria Ermantina de Almeida Prado Galvão.

HUNTER, James C; O Monge e o Executivo: uma história sobre a essência da liderança. Editora Sextante, Rio de Janeiro. 2004.

JUNG, Carl Gustav. Chegando ao inconsciente. In: O homem e seus símbolos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1977.

O Teatro Mágico. Entrada para RarosO Segundo AtoA Sociedade do EspetáculoRecombinando Atos, 2014.

Sobre o autor

Celso de Godoy Junior

Celso de Godoy Junior

Atua há mais de dez anos na área da educação e gestão de pessoas, é escritor, terapeuta, palestrante e gestor de treinamento de liderança pessoal e profissional. Possui mais de dois anos de experiência como professor de graduação de pedagogia, pós em arteterapia e psicopedagogia.

Paralelamente às suas inúmeras experiências sociais, em escolas, profissionalmente e demais conflitos humanos (falta de interesse nos estudos, nos trabalhos, desrespeito aos outros profissionais e desmotivações entre ambas as partes), realiza projetos com palestras educacionais em instituições do ensino básico, superior e empresarial. Enfatiza a suma necessidade do desenvolvimento de um novo olhar sensitivo à iniciativa e à resiliência individual, por meio do cultivo da empatia e da humanização recíproca. Orienta cada professor, estudante e colaboradores do meio corporativo à conscientização em suas ações, reações e obtenção de melhores resultados em suas experiências de vida.

Telefone e WhatsApp: 11 99604-7018
Facebook: Celso G. Jr
E-mail: [email protected]

Ateliê terapêutico: em Bragança Paulista-SP