Espiritualidade

Compreendendo a cultura védica

A close-up of a bronze/brass antique statue depicting the Indian god Shiva.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

17Surgida há mais de 5.000 anos no norte da Índia, a cultura védica caracteriza-se pelas práticas de meditação como o Yoga e mantras. Estudos antigos mostram que essa cultura era fundamentada no Hinduísmo e sua prática de vida era a busca pela Verdade Absoluta.

O local que encontrava-se, até então, os Vedas, hoje é o deserto do Rajastão, em um vale que fica entre os rios Indu Saraswati. Além desses locais, o povo Veda vivia onde hoje são os territórios da atual Índia, Paquistão e Panjabe.

Língua

A filosofia do povo Veda foi registrada em versos através do alfabeto Devanagari, acontecendo assim a compilação do chamado “Os Quatro Vedas”: Rigveda, Yajurveda, Sâmaveda e Atharvaveda.

  • Rigveda: são hinos e versos compostos em forma de poemas para a recitação de sacrifícios.
  • Yajurveda: recitação de hinos em prosa em voz baixa durante os atos de sacrifícios.
  • Sâmaveda: versos cantados do Rigveda.
  • Atharvaveda: encantamentos para cura física e espiritual.
Práticas Religiosas

O Hinduísmo moderno provém da religião védica. Os textos de maior importância para essa religião são os Quatro Vedas.

A prática religiosa da época era através de sacrifícios enquanto eram entoados os cânticos Vedas. Na época, as pessoas faziam oferendas para obtenção de fortuna, gado, longevidade, ‘descansar eternamente no reino dos céus’, chuvas, entre outros.

As divindades vedas eram Indra, deus das tempestades do Hinduísmo; Agni, deus do fogo e da vida e outras como MitraVaruna, Aryaman, Bhaga e Amsa, divindades da natureza, considerados protetores do povo védico.

Legado

Além da vasta literatura e filosofia do povo védico – por exemplo, o Mahabharata, o maior poema já escrito, contendo mais de cem mil versos intitulado Bhagavad-gita, (A Canção do Senhor) – há legados importantes para toda a posteridade na área da saúde, com o Ayurveda (utilização de métodos naturais para a alimentação e meditação); da arquitetura, com o Vastu-Shastra; do desenvolvimento social local, com o sistema de Varnashrama, que realiza práticas como orações, meditações e yoga com base no ensino de Krishna; do autoconhecimento, com o Jyotishi (Astrologia) e da elevação da consciência, com o sistema de Yoga e meditações em geral.

Podemos aprender com a cultura védica que toda realização é possível de ser alcançada com base nos próprios esforços, indo até o fim para alcançá-los (referência atual de sacrifício). É possível adquirimos sabedoria através dos estudos da cultura e práticas de mantras e meditações, acelerando, assim, o processo de alcance da Verdade Absoluta.


  • Texto escrito por Bruno da Silva Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]