Autoconhecimento Convivendo

Energia, frequência e vibração

Quando o assunto é autoconhecimento, os termos energia, frequência e vibração aparecem em todo o lugar; mas de nada adianta querer trabalhá-las sem ao menos saber o que elas significam. Para aprender a mantê-las em harmonia, aprenda mais sobre o assunto!

A nossa energia, frequência e vibração podem oscilar o tempo todo, já que são influenciadas por diversos fatores. Para que a gente alcance a harmonia com os nossos próprios objetivos e com o ambiente ao nosso redor, é preciso cuidar muito bem delas.

Para que isso ocorra, o primeiro passo é abandonar hábitos antigos e dar espaço para novos. Esses novos hábitos precisam ser mais interessantes e saudáveis para a sua evolução espiritual, sempre em busca do equilíbrio entre energia, frequência e vibração.

Mas, vem cá, você sabe o que essas três palavrinhas significam na prática? Entenda abaixo e descubra como cuidar de cada uma delas.

Entendendo as diferenças entre energia, frequência e vibração

Quando o assunto é autoconhecimento, os termos energia, frequência e vibração aparecem em todo o lugar; mas de nada adianta querer trabalhá-las sem ao menos saber o que elas querem dizer. Vamos lá:

Energia: é a potência de cada indivíduo, ou seja, a carga ou a intensidade que uma pessoa consegue movimentar em relação a outros corpos e mentes. A energia é o que gera um campo.
Vibração: como o próprio nome diz, é tudo o que faz vibrar, isto é, se mexer, se moldar. Ela é o resultado de toda a energia emanada.
Frequência: é, por sua vez, a constância. Ela representa a repetição de uma situação. Na prática, representa mais ou menos como o campo energético de um indivíduo se reflete nela e nas outras pessoas (como ela interage, provoca, faz os outros ou a si mesma se sentirem etc.). É apenas nesse estágio que a pessoa tem controle sobre a própria energia, podendo gerá-la a qualquer momento e utilizá-la a seu favor.

Como elas influenciam em nossas vidas?

Mulher em cima da cama meditando
Mikhail Nilov de pexels / Canva

Agora que você já entendeu o que significam as palavras energia, frequência e vibração, é importante compreender a influência delas nas nossas vidas. Então, vamos a um exemplo:

Você já reparou que quando você acorda de bom-humor, tudo parece dar certo? Aquele barulho chato na rua parece não incomodar tanto, o computador dando problema não tira a sua paz e até o canto dos passarinhos parece mais doce. O contrário também acontece: se estiver de mau-humor, o barulho fica mais alto, dá vontade de jogar o computador pela janela e, com sorte, acertar alguns passarinhos.

Essa é uma representação de como tudo está interligado. Cada pensamento ou sensação é feito de energia, a qual provoca uma vibração específica que atrai outras vibrações semelhantes, criando uma frequência. Se os nossos pensamentos e emoções forem ruins, vamos atrair coisas ruins. No entanto, se forem bons, tendemos a conseguir mais coisas boas.

E isso tem impacto não apenas na saúde espiritual, como também física e mental. Lembre-se de que 70% de você é constituído(a) por água. O que acontece quando alguém toca uma música, ou seja, uma sequência de vibrações perto da água? Elas se modificam e formam padrões específicos de acordo com a qualidade da vibração recebida.

Com você é a mesma coisa. Por isso, é fundamental tomar consciência da energia que estamos emanando e buscar sempre a harmonia. Isso não significa que os problemas vão sumir ou que você se tornará um ser mais evoluído do que os outros, mas, sim, que estará cuidando da sua paz interior.

Como cuidar da sua energia, frequência e vibração?

Se é tão importante tomar cuidado com a energia, frequência e vibração que emanamos, também é essencial saber como fazer isso. Veja abaixo algumas dicas:

Trabalhe o seu interior
Para começar, é preciso entrar em contato com o que há de mais íntimo no seu interior, com aquilo que mantém você de pé e está ligado à sua energia espiritual. De que forma fazer isso? Reservando um tempo para o ócio e para a conexão consigo mesmo.

A meditação é uma ótima solução. Por meio dela, você fecha os seus olhos, presta atenção ao ritmo da sua respiração e deixa os seus pensamentos se esvaziarem. Uma maneira de potencializar essa prática, principalmente para quem está começando, é ouvir música enquanto medita.

A música é composta por ondas sonoras que, por sua vez, são formadas por frequência Hz — uma unidade de medida dos sons. Cada frequência estimula sentimentos e sensações diferentes em quem ouve. É por isso, por exemplo, que a sirene de uma viatura ou de uma ambulância nos deixa em alerta só de ouvir o som.

Na meditação, as frequências atuam de forma benéfica. A frequência 528 Hz, conhecida como “frequência do amor”, promove a sensação de paz, tranquilidade e restauração das energias. Por sua vez, a frequência 432 Hz, também chamada de frequência de cura, estimula a autorrecuperação do corpo e da mente humana. Já a frequência 396 Hz tem efeitos poderosos em afastar o medo, a preocupação e a ansiedade.

Tome banhos espirituais
Você lembra que seu corpo é composto por 70% de água? Por isso mesmo, o banho é um momento sagrado na sua rotina. A água não só limpa o corpo como também ajuda a tornar as energias mais fluídas por dentro. Ao tomar banho com intencionalidade, você transforma a própria vibração.

Então, da próxima vez que for tomar banho, visualize a energia positiva entrando no seu ser; enquanto a energia negativa escorre pelo ralo. Acredite na purificação da alma. Se preferir, utilize ervas leves capazes de elevar a sua vibração, como pétalas de rosas brancas ou alecrim.

Você também pode gostar:

Proteja as suas vibrações
Além disso, é preciso tomar cuidado com as pessoas com quem você interage, os ambientes que frequenta e as coisas que consome. Como tudo é feito de energia, você pode trocar vibrações a qualquer momento e acabar atraindo sentimentos densos.

Para manter uma alta vibração espiritual, é preciso alimentar o melhor lado dentro de nós, afastando-se de tudo aquilo que pode fazer mal ou faz mal a você e a outras pessoas. Procure sempre fazer o bem e manter a sua energia leve.

Um trabalho diário
Pronto, você já sabe o que significa energia, frequência e vibração (até mesmo já deve estar cansado dessas palavras) e também sabe como cuidar delas. No entanto, um lembrete é essencial: não se esqueça de que esse trabalho de proteção e autoconhecimento é diário.

Esse texto começou dizendo que as nossas energias mudam a todo instante, por isso, não basta um único esforço para colocá-las no eixo. Esse é um trabalho diário de muita evolução e autocuidado, o qual inclui ferramentas e terapias, mas, principalmente, o seu esforço em criar consciência para viver com mais amor no dia a dia.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br