Linguagem do Corpo Saúde Integral

Hipertensão é sinônimo de problemas emocionais! Cuide-se!

Existe uma doença que, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, afeta 30% da população brasileira, em 2021. Inclusive você já deve ter ouvido falar sobre ela em algum momento da sua vida: hipertensão, também conhecida como pressão alta.

Como a hipertensão pode atingir pessoas de todas as idades e de todos os gêneros, é fundamental que você se informe adequadamente sobre ela. Com o conteúdo que preparamos, aprofunde-se na definição, nos sintomas, no tratamento e nas recomendações para pressão alta. Ao final do artigo, você vai se surpreender com outra perspectiva sobre a doença!

O que é hipertensão?

Hipertensão, popularmente chamada de pressão alta, é uma doença cardíaca. Ela ocorre quando as artérias de uma pessoa se tornam mais estreitas, dificultando a circulação de sangue do coração para o corpo. Como consequência disso, o coração precisa fazer mais força para bombear o líquido vermelho, dilatando o próprio tamanho e danificando as artérias.

Portanto uma pessoa que apresentou pressão alta uma vez, em uma situação de grande esforço físico, não é hipertensa. Isso porque a hipertensão é determinada quando a pressão de um indivíduo em repouso está igual ou maior do que 14 por 9. Ou seja, se mesmo sem fazer esforço a sua pressão é alta, provavelmente você precisa de auxílio médico.

É fundamental tratar a hipertensão porque essa doença está relacionada a outros problemas que uma pessoa pode apresentar. Entre eles estão o Acidente Vascular Cerebral (AVC) e o infarto. Então, se você perceber algum dos sintomas desse problema no seu corpo, busque auxílio. A seguir, saiba em que você deve prestar atenção!

Sintomas da hipertensão

Os sintomas da hipertensão variam de acordo com o quadro da pessoa que sofre da doença. No entanto é comum sentir dores de cabeça, tonturas, dor no peito, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e até sangramento nasal.

Pessoa medindo pressão
Yelizaveta Tomashevska / Getty Images / Canva

Infelizmente, a hipertensão é uma doença silenciosa. Os sintomas só aparecem quando a condição já está avançada e apresentando muitos perigos para a saúde de um indivíduo. Por isso você deve estar sempre de olho na sua pressão, mesmo que não sinta nada. Identificando a pressão alta no início, é possível tratá-la com eficiência. Veja como!

Tratamento para hipertensão

Ainda que a hipertensão não tenha cura, a identificação da doença de forma prematura pode conduzir a um tratamento eficiente da condição. Porém apenas um(a) profissional da saúde que conhece o histórico do(a) paciente em questão é que saberá indicar a melhor forma de lidar com a pressão alta.

Em casos mais leves de hipertensão, por exemplo, é recomendada uma mudança de hábitos de vida. Praticar mais exercícios físicos, cuidar da alimentação e evitar bebidas alcoólicas são algumas maneiras de fazer isso.

No entanto, em casos mais graves da doença, além de incorporar as alterações citadas anteriormente, será necessário ingerir medicamentos que controlem a pressão arterial. Dessa maneira, os índices permanecerão mais próximos de 12 por 8.

Recomendações para hipertensão

Se você já recebeu o diagnóstico de hipertensão, há algumas recomendações que você pode seguir. Elas também são úteis para prevenir a hipertensão, então incorpore aquelas que vão melhorar a sua saúde!

1) Modere no consumo de sal

Os alimentos com altos índices de sódio, se consumidos regularmente, podem aumentar a pressão arterial. Então evite as opções industrializadas e os embutidos, que são ricos nesse mineral. Além disso, controle a quantidade de sal que você adiciona nos preparos das suas comidas para salgá-las sem exagerar.

2) Consuma frutas, cereais integrais e laticínios com pouca gordura

Diferentemente dos alimentos industrializados e gordurosos, as frutas, os cereais integrais e determinados laticínios têm o poder de diminuir os índices de pressão arterial. Por isso prefira consumir as opções que vão ajudar seu coração a bombear o sangue em vez de dificultar esse processo.

3) Pare de fumar

pessoa quebrando o cigarro
Sezeryadigar / Getty Images Signature / Canva

Entre tantos malefícios que o cigarro apresenta, um deles é o estreitamento das artérias. Ao fazer isso, a droga vai impedir que o seu corpo funcione adequadamente, dificultando a passagem do sangue do coração para o seu organismo. Por isso, se você fuma, procure métodos para abandonar esse vício.

4) Controle seu nível de estresse

O estresse é um dos fatores que pode aumentar a pressão arterial. Logo você deve encontrar maneiras de controlar esse sentimento. Você pode praticar exercícios físicos, buscar auxílio psicológico ou desenvolver técnicas de meditação para as situações desafiadoras.

5) Meça a sua pressão regularmente

Já que nem sempre a hipertensão apresenta sintomas, é fundamental que você meça a sua pressão regularmente, principalmente quando estiver em repouso. A partir disso, você terá uma ideia de como o seu corpo está funcionando e pode descobrir o momento certo de procurar auxílio médico.

6) Siga as recomendações médicas

Se o(a) profissional da saúde com quem você se consulta prescreveu determinado remédio, siga essa recomendação à risca. Não mude a dosagem por conta própria nem deixe de tomar o medicamento sem acompanhamento. Lembre-se de que essa pessoa entende melhor sobre a sua saúde do que você.

Hipertensão para a Linguagem do Corpo

De acordo com Cristina Cairo, que desenvolveu a Linguagem do Corpo, os sentimentos negativos que nós cultivamos podem se manifestar na forma de sintomas físicos. Sendo assim, a hipertensão pode ser causada por fatores que vão além da biologia, como sentimentos mal resolvidos.

Pessoa medindo pressão
AndreyPopov / Getty Images / Canva

A partir da perspectiva da Linguagem do Corpo, nesse sentido, a hipertensão é causada pelos problemas emocionais que uma pessoa reprimiu em vez de resolver. Provavelmente, esse indivíduo é bastante rancoroso, acaba se apegando aos detalhes e teme o fracasso. Além disso, é provável que essa pessoa não saiba lidar com o que vai contra o que ela deseja.

Você também pode gostar

Felizmente, existem maneiras de resolver as sensações ruins para que a hipertensão seja aliviada. Você pode fazer isso com auxílio psicológico, para que seja mais fácil se libertar das lembranças ruins que você está acumulando. Fazendo isso, você vai conseguir olhar para frente, direcionar seu foco para o presente e se concentrar em você.

Considerando todas as informações apresentadas, observamos que a hipertensão é uma doença que precisa de tratamento. Embora existam fatores biológicos por trás dela que devem ser investigados por profissionais da saúde, é fundamental que você preste atenção aos sentimentos que você vem cultivando para que não piorem o seu quadro. Fique de olho em você!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br