Linguagem do Corpo Saúde Integral

Linguagem do Corpo: O que a tosse representa?

Mulher sentada no sofá com a mão em sua boca
dolgachov/ 123RF
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A tosse é, em linhas gerais, um reflexo natural do aparelho respiratório, que emite a tosse como consequência de um processo ou de algo que tenha causado irritação. Assim como pode ser sintoma de algo mais grave, de alguma doença ou algo do tipo, pode ser um reflexo a algum impulso, por exemplo: puxe muito ar pela boca em menos de um segundo; dependendo desse fluxo, ele pode causar tosse.

Há, em geral, dois tipos de tosse: a conhecida tosse seca e a chamada tosse produtiva, que é aquela com a presença de secreção. Como a tosse pode ser originada por um simples irritação na garganta ou por um resfriado, mas também por males muito mais graves, como câncer na laringe ou no pulmão, é importante consultar um médico e realizar os exames indicados por ele para descobrir a causa dessa tosse.

Entre as causas mais comuns de tosse estão: tosse em decorrência do uso de nicotina, sinusite, resfriado, asma, refluxo gastresofágico, infecções respiratórias, bronquite e efeito adverso de medicamentos.

A tosse, segundo a Linguagem do Corpo

A terapeuta Cristina Cairo é especialista na técnica Linguagem do Corpo, técnica que identifica problemas emocionais por meio da análise de problemas físicos do corpo. Em seu livro “Linguagem do Corpo — Aprenda a ouvir seu corpo para uma vida saudável”, Cairo explica que a tosse pode ser um sinal de fúria contida, isto é, daquela raiva ou daquela mágoa que “não sai da garganta”.

A tosse pode indicar que você está passando por um problema que envolve uma pessoa que não considera a sua opinião, que o deixa frequentemente furioso e por quem é impossível confessar esses sentimentos, seja porque não há abertura suficiente para isso ou porque a reação dessa pessoa vai ser ainda pior. A tosse também pode independer de pessoas, mas estar relacionada a uma situação pela qual você está passando contra a sua vontade, então sua garganta fica sensível e congestionada.

Imagem de uma menina gritando de raiva
Andrea Piacquadio / Pexels / Canva

Além disso, aquela tosse insistente, que você percebe que não é sintoma de nenhuma doença específica, mas que simplesmente não vai embora, pode estar relacionada a pensamentos relacionados a determinados sentimentos ou a determinadas pessoas e situações que causam essa sensação de querer falar e não conseguir.

Quando perceber que isso está acontecendo, faça uma “engenharia reversa” e tente pensar nos últimos pensamentos que você teve antes ou durante a crise de tosse, então relaxe, respire e analise a situação. Entenda que você precisa falar o que está represado, nem que seja chorando e para si mesmo. Se você não pode conversar sobre o problema com as pessoas que estão diretamente relacionados a ele, procure alguém de confiança ou faça uma sessão de psicoterapia, em que você vai poder falar livremente sobre qualquer desequilíbrio.

O que é bom para a tosse?

Como a tosse geralmente não é a doença, mas o sintoma, é importante consultar um médico para entender qual é a doença e, em seguida, tratá-la, porque combater somente um sintoma dela — a tosse, no caso — não vai resolver o problema. Sendo assim, não tome medicamentos por conta própria! Procure diagnosticar o problema primeiramente e, apenas após fazer isso, iniciar o tratamento recomendado pelo médico.

Imagem de um homem tossindo e com a mão no peito
Klebercordeiro / Getty Images Pro / Canva

Há, porém, alguns “tratamentos” naturais que você pode fazer para lidar com a tosse que vem incomodando você, sobretudo se ela impede que você tenha uma boa noite de sono. Aqui vão algumas dicas:

  • Beba muita água. A água dilui o muco do sistema respiratório e auxilia na circulação do ar. Mas não tome um litro de água de uma vez só. Tome grandes quantidades mas ao longo do dia;
  • Beba líquidos quentes, porque eles trazem alívio da sensação de irritação e queimação da garganta, que geralmente causa tosse. Confira no tópico abaixo quais são os chás mais indicados para combater a tosse. Evite chá-preto e chá-mate, porque ambos têm alto teor de cafeína;
  • À noite, quando for dormir, mantenha a cabeça elevada. Você pode fazer isso usando travesseiros extras ou levantando a cabeceira da cama com calços, como aquelas camas de enfermaria hospitalar;
  • Mantenha todos os ambientes ventilados, com portas e janelas abertas, além de limpos e arejados, sem acúmulo de poeira e outros tipos de lixo;
  • Use umidificadores e/ou vaporizadores para aumentar a umidade do ar, o que ajuda a combater os sintomas da tosse produtiva;
  • Outra boa alternativa é fazer inalação com soro fisiológico, que ajuda a combater o muco também. Lembre-se de não usar medicamentos na inalação, a não ser que tenham sido explicitamente recomendados pelo seu médico;
  • Tome banhos quentes e prolongados, com a intenção de respirar bastante vapor, o que traz alívios para a tosse produtiva e também auxilia na diluição do muco;
  • Use pastilhas (não medicamentosas) para combater aquela “coceira” e aquela irritação que podem ficar fazendo você ter vontade de tossir a todo momento.

Chás indicados para a tosse

Como explicado no tópico anterior, líquidos quentes trazem alívio da sensação de irritação e queimação da garganta, que geralmente causa a tosse. Chás, portanto, são ótimas alternativas para combater a tosse. Confira algumas das melhores opções de chá para combater a tosse abaixo:

Foto de gengibre e uma xícara contendo chá de gengibre
Gam1983 / Getty Images / Canva
  • Chá de gengibre – O gengibre tem ação antibacteriana, antiviral e anti-inflamatória, então é uma das melhores alternativas de chá para combater a tosse, porque também hidrata as cordas vocais.
  • Chá de urtiga – A urtiga tem propriedades diuréticas, anti-histamínicas e adstringentes, o que alivia não só os sintomas da tosse, mas também combate e dilui o muco, em caso de resfriado e tosse produtiva.
  • Chá de amor-perfeito – Essa é uma ótima opção para quem anda tendo aquela tosse noturna, que impede uma boa qualidade de sono e deixa a garganta ainda mais irritada. O amor-perfeito ajuda a reduzir a tosse seca e fortalece o sistema imunológico, além de ter propriedades calmantes, o que ajuda a pegar no sono.
  • Chá de alteia – A alteia é bastante comum, há décadas, para o combate da tosse, porque tem propriedades anti-inflamatórias, o que ajuda a aliviar as causas da tosse seca, e sedativas, promovendo noites de sono melhores e menos afetadas pela tosse. A alteia também é conhecida como malva-do-pântano, malva-branca ou malvarisco.
  • Chá de guaco – O guaco é uma das melhores opções para quem está enfrentando tosse por causa de resfriado, porque essa erva tem forte poder anti-inflamatório, então ajuda a combater os sintomas e as causas do resfriado.

Óleos essenciais bons para a tosse

Óleos essenciais são ótimas alternativas para aqueles que não gostam muito de chás, mas vêm sofrendo com a tosse. Como o óleo pode ser inalado, ele vai direto para o sistema respiratório e age em todas as parte dele, inclusive na garganta, que é bastante prejudicada pela tosse.

Imagem da flor da lavanda e seu óleo
Grafvision / Getty Images Pro / Canva

Apesar de serem naturais, recomenda-se consultar um aromaterapeuta antes de fazer o uso de óleos essenciais, porque algumas pessoas podem ser alérgicas ou ter sensibilidade a determinados compostos, o que pode agravar ainda mais os sintomas.

Os seguintes óleos têm ação comprovada no combate à tosse: alecrim, lavanda, eucalipto, orégano, tomilho, hortelã-pimenta, árvore-do-chá (melaleuca).

Você pode usar esses óleos essenciais de cinco principais maneiras diferentes, a depender das recomendações do aromaterapeuta:

  • Usando um difusor de essências, pingando uma ou duas gotas do óleo no equipamento;
  • Inalando o óleo diretamente do frasco. A inalação correta é aquela em que inspiramos fundo com o nariz bem perto da abertura do frasco. Essa inspiração deve durar somente entre 2 e 3 segundos e não ultrapassar 5 inalações por “sessão”, que não devem ser mais do que 10 por dia;
  • Colocando uma ou duas gotas do óleo essencial no travesseiro;
  • Massageando o peito com uma mistura de duas gotas do óleo essencial com uma colher (sopa) de um óleo vegetal. Essa massagem também ajuda a descongestionar o nariz;
  • Usando uma bacia com água quente e algumas gotas do óleo essencial, que evaporará e aromatizará o ambiente.

Lembre-se de que óleos essenciais não substituem tratamento médico. Consulte seu médico a respeito do uso dos óleos.

Como usar a cromoterapia para curar a tosse?

A cromoterapia é uma pseudociência que utiliza luz emitida em diferentes cores para tratar doenças. Segundo a cromoterapia, as principais cores para fazer o tratamento da tosse são a violeta (que atua no sistema respiratório como um todo), a laranja (que fortalece os pulmões) e a índigo (que reduz e acalma o ritmo respiratório).

Você também pode gostar

A tosse, como explicado no artigo, é, normalmente, um sintoma de um problema mais sério, então procure um médico para diagnosticar qual problema está causando a sua tosse e não comece nenhum tratamento, mesmo o mais natural deles, sem consultar um médico, porque nenhum tratamento natural, por mais benéfico que seja, pode ser 100% saudável, então ouça a opinião do seu médico.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br