Autoconhecimento

O que é o terceiro olho?

O terceiro olho é um assunto que desperta curiosidade tanto nas pessoas mais espiritualizadas quanto naquelas que estão sempre tentando aprender mais sobre o corpo humano. O que o senso comum diz sobre essa parte de nós é que ela nos auxilia a ver além das aparências.

No entanto existem muitas outras informações interessantes sobre o terceiro olho. No conteúdo que preparamos, desvende os detalhes sobre esse fragmento tão importante do seu corpo e da sua mente.

O que é o terceiro olho?

No corpo humano, o terceiro olho, como popularmente é chamado, refere-se à glândula pineal. Ele é do tamanho de uma ervilha, mas caracteriza-se como um importante receptor e transmissor de informações. Isso significa que o terceiro olho pode nos apresentar diferentes tipos de conhecimentos, inclusive aqueles que se relacionam com a espiritualidade.

Mesmo que esteja dentro do corpo humano, é possível identificar facilmente a localização do terceiro olho: no centro do cérebro, entre as duas sobrancelhas. Por causa disso, ele também está relacionado com o sexto chakra, Ajna, que se localiza no mesmo lugar, e com o sétimo chakra, Sahasrara, localizado no topo da cabeça.

Uma ilustração de uma cabeça humana vista lateralmente, com enfoque no cérebro.
peterschreiber.media de Getty Images / Canva

Por esse aspecto, o terceiro olho auxilia esses dois chakras na captação e na transmissão de energias vitais. Ele favorece a intuição, a clarividência, a mediunidade, a criatividade e o contato com as forças espirituais. Logo, o terceiro olho participa ativamente do nosso processo de tomada de decisões e de percepção da realidade.

Significado do terceiro olho

Mesmo que você já saiba um pouco mais sobre a função do terceiro olho e sobre o local que ele ocupa no seu organismo, existem muitas maneiras de interpretá-lo. A seguir, conheça os significados associados ao terceiro olho:

1) Terceiro olho para a ciência

Para a ciência, o terceiro olho é a glândula pineal, que tem funções importantes. Ela é responsável por secretar melatonina, combatendo o estresse e a ansiedade, e por estimular a produção de serotonina, que aumenta a disposição e o apetite. Ou seja, o terceiro olho atua como um regulador do organismo e das nossas emoções.

2) Terceiro olho para o espiritismo

De acordo com o espiritismo, o terceiro olho é como um centro de força vital que nos conecta ao mundo espiritual. Nesse sentido, a principal função dele é estimular a intuição, aumentando a capacidade de percepção de um indivíduo, se estiver aberto e desenvolvido.

3) Terceiro olho para o Yoga

No Yoga, o terceiro olho também tem um papel fundamental. Segundo essa teoria, ele é capaz de estimular o autoconhecimento e a sabedoria de uma pessoa, para que ela promova a paz, conecte-se consigo e receba toda a energia cósmica do entorno.

4) Terceiro olho para o budismo

No caso do budismo, o terceiro olho é um sinônimo de inteligência superior. Ao desenvolvê-lo, uma pessoa consegue enxergar além das aparências e do ego, protege-se das energias negativas e pode despertar espiritualmente, aproximando-se do divino.

5) Terceiro olho para o hinduísmo

Para o hinduísmo, é por meio do terceiro olho que um indivíduo consegue alcançar a paz interior e a paz de espírito, independentemente de como esteja a vida ao redor dele. Então abrir o terceiro olho é uma forma de se autoconhecer e de elevar a própria consciência, tendo mais equilíbrio.

O que acontece quando abrimos o terceiro olho?

Uma parte importante do desenvolvimento do terceiro olho, a partir de diversos significados atribuídos a ele, é o processo de abri-lo. Mas o que acontece quando fazemos isso? A abertura do terceiro olho é algo bom ou ruim?

Uma mulher colocando a sua mão esquerda na sua testa.
myshkovsky de Getty Images / Canva

Em primeiro lugar, a abertura do terceiro olho traz aspectos positivos e negativos. Ao mesmo tempo em que é algo positivo para o desenvolvimento da espiritualidade, pode ser muito ruim para o aspecto físico de um indivíduo. Por esse motivo, é preciso prestar bastante atenção aos sintomas de que o terceiro olho está aberto, que você confere a seguir.

Sintomas de que o terceiro olho está aberto

Existem alguns sinais físicos e espirituais de que o seu terceiro olho está aberto. Isso não é motivo de preocupação, nem de comemoração. É uma oportunidade para que você se conecte ao seu corpo e à sua mente. Veja quais são os sintomas:

1) Clarividência

Se você está conseguindo prever eventos futuros em sonhos, antes que eles aconteçam, seu terceiro olho pode estar aberto. Infelizmente, essa previsão pode se mostrar por meio de pesadelos aterrorizantes, que causam mal-estar em algumas pessoas.

2) Intuição apurada

Talvez você não tenha sonhos reveladores, mas, ao longo do dia, tem uma intuição sobre o que vai acontecer em determinadas situações. Essa sensação pode ser difícil de equilibrar no início, principalmente quando você sente que algo negativo vai acontecer.

3) Viagem astral

Quando o terceiro olho está aberto, é muito mais fácil realizar uma viagem astral. Ainda que isso seja algo positivo, a viagem pode ocorrer em momentos inesperados, o que torna mais difícil lidar com os efeitos dela.

4) Hipersensibilidade à luz

Como o terceiro olho é sensível à luz, a abertura dele se mostra na forma de uma hipersensibilidade. Provavelmente, você vê o mundo ao seu redor a partir de cores vibrantes e nítidas, como se tudo estivesse aceso para você.

5) Ausência de medo

Com a intuição bem desenvolvida, uma pessoa pode perder o medo do desconhecido ou de situações perigosas. Por causa disso, ela pode ter alguns problemas sérios. É fundamental controlar a abertura do terceiro olho, considerando esse aspecto.

Uma pessoa meditando durante um poente ou nascer do sol.
kieferpix de Getty Images / Canva

O que fazer se estou com o terceiro olho aberto?

Se você identificou que o seu terceiro olho está aberto, o melhor a fazer é procurar um centro espírita para receber orientações adequadas para o seu caso. No entanto você também pode seguir algumas destas dicas:

1) Medite com frequência, para compreender os seus pensamentos e se conectar a cada um deles de forma calma e equilibrada;

2) Limite sua exposição ao Sol, para evitar que a hipersensibilidade do terceiro olho prejudique a sua visão;

3) Use a razão, além da intuição, na hora de tomar decisões, para que situações perigosas não sejam capazes de te afetar.

Como abrir o terceiro olho?

Mantendo a abertura do terceiro olho controlada, você pode alcançar benefícios transformadores para o seu corpo e para a sua mente. Mas como abrir o terceiro olho? Esse processo pode ser realizado por qualquer pessoa?

Felizmente, qualquer um pode abrir o terceiro olho. Contudo nem sempre esse processo é simples. Uma das maneiras mais fáceis de desenvolvê-lo é cultivar o silêncio e ouvir mais a sua intuição, já que ela provém do seu terceiro olho. Entretanto a abertura completa depende de outros exercícios também.

Um recado para você

Se você está achando que abrir o terceiro olho é uma ótima ideia, é importante ir com calma. O motivo disso é que a abertura dessa parte do seu ser não é apenas positiva e precisa ser controlada.

Além dos efeitos negativos que já apresentamos, a sua visão de mundo pode mudar completamente, fazendo com que você precise rever a sua mentalidade, as suas certezas e os seus relacionamentos.

Um olho humano visto de perto.
Subin de Pexels / Canva

Então só abra o seu terceiro olho quando já souber bastante sobre o assunto e sentir confiança para fazer isso. Para te ajudar, separamos alguns materiais que trazem informações aprofundadas sobre o assunto:

1) Livro “Meditando e abrindo o terceiro olho na Pineal”, de Eliel Roshveder (2019);

2) Livro “O Terceiro Olho: O Poder da Intuição”, de Bene Viana (2014);

3) Livro “A abertura do terceiro olho – A visão psíquica”, de Arlindo Fiorentin (1986);

4) Filme “O Terceiro Olho”, de Roland Suso Richter (2022).

Você também pode gostar

Além de prestar bastante atenção aos materiais sugeridos, pense bastante se você realmente quer abrir o terceiro olho. Afinal, esse gesto pode te trazer inúmeras revelações — tanto positivas quanto negativas. Se você sentir que não consegue lidar com isso, é melhor se equilibrar primeiro e abrir seu terceiro olho depois.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br