Reiki Celta Saúde Integral

Os princípios do Reiki Celta

Tereza Gurgel
Escrito por Tereza Gurgel

Para praticarmos o Reiki Celta, não é preciso que estejamos na presença de cada uma das árvores, até mesmo porque a maioria delas é nativa do hemisfério Norte. Mas isso não impede que possamos sentir essa conexão viva em nós, que vivemos aqui tão longe da origem deste sistema, pois a Luz e o Amor Universal não conhecem barreiras de qualquer natureza. A Energia é UNIVERSAL e a intenção do praticante de manter a conexão com essa energia é que direciona o tratamento.

O tratamento com Reiki Celta pode ser direcionado a qualquer problema da vida cotidiana: saúde (física, mental, emocional, espiritual), desarmonias nos relacionamentos (pessoais e/ou profissionais), dúvidas existenciais, problemas financeiros, etc.

Sabemos que um sistema holístico sério de cura deve estabelecer alguns princípios que norteiam a prática e com os quais baseia sua ação. No Reiki Usui, estes princípios são conhecidos como Gokkai:

  • Só por hoje, evito a raiva.
  • Só por hoje, evito a preocupação.
  • Só por hoje, sou grato/a pelas bençãos que recebo.
  • Hoje e sempre, trabalho honestamente.
  • Hoje e sempre, sou gentil com todos os seres.

O Reiki Celta estabelece seis princípios fundamentais:

  • Comunhão

Desenvolve um sentido de pertencer a uma comunidade, e vai além dela, estendendo a verdadeira comunhão com toda a Criação. Neste sentido, o praticante se percebe como membro do cosmos, com todas as responsabilidades que isto evoca. O tratamento não se restringe apenas às pessoas, plantas e animais, mas também à própria família, comunidade, bairro, cidade, país, à natureza, à Terra e ao Universo. Em todas as situações, não deverão prevalecer interesses puramente pessoais, mas sim aqueles que sirvam ao Bem maior.

  • Apoio

A comunidade é fortalecida pelo apoio mútuo entre seus membros e estende este apoio a todos os seres, sem distinção. A união entre os membros de uma egrégora de cura favorece o fortalecimento de seus praticantes, e esta ajuda pode ser estendida a todos, independente de sistema ou linha de atuação. Com o apoio entre todos, a comunidade só tem a ganhar, conquistando elevados níveis de vida e compartilhando essas melhorias.

  • Maestria

A busca pelo aperfeiçoamento, como um processo contínuo, sem fim. Uma vez que adentramos no conhecimento ancestral do Reiki e do povo celta, verificamos que o estudo jamais terminará. A Maestria envolve comprometimento pessoal sério e honesto com este aperfeiçoamento. Nenhum conhecimento é inútil; todas as linhas e vertentes possuem verdades eternas. O que deve ser evitado a qualquer custo é o dogmatismo, que cega e não permite ver no outro o que há de bom.

  • Respeito

Todos os seres, animados ou inanimados, são dignos de respeito, não importando sua condição. Não se pode impor nada a alguém contrariamente à sua vontade, mesmo que você “ache” que é o correto a fazer. Opiniões contrárias devem ser respeitadas e servem para que você reflita sobre um assunto através de um ponto de vista diferente daquele que está acostumado. Também é importante lembrar que a responsabilidade deve caminhar junto com o respeito.

  • Compaixão

Indo além da empatia, envolve um desejo autêntico de ajudar o próximo a aliviar seus sofrimentos. Mas também é preciso saber que todos temos limites; se a cura não é favorecida mesmo com nossos esforços em promovê-la, devemos entender o que realmente este desequilíbrio significa como aprendizado para a alma. Em toda situação, o apoio incondicional a todos os seres nunca será negado.

O praticante reikiano, qualquer que seja a linha que adote para atuar, deve se perguntar sempre como melhor atender as necessidades de seus clientes. Mesmo que não atue profissionalmente, deve-se pautar por manter um clima de respeito, de acolhimento e apoio a todos que o procuram. Como no sistema Usui, a prática e a conduta ética e profissional do terapeuta deve se nortear por estes princípios, que nos defrontam com o nosso propósito de agir para auxiliar a todos os seres a alcançarem – ou se esforçarem para alcançar – uma vida com qualidade, em todos os níveis.

  • Diálogo

Na medida em que todo terapeuta se importa com o bem-estar de todos os seres, nada mais adequado que manter um espírito de respeitoso diálogo e troca de informações com todos os colegas, de quaisquer linhas ou métodos de tratamento alternativos / complementares. Ninguém é dono da verdade e todos podemos nos beneficiar com opiniões diferentes e diversos pontos de vista. Quanto mais pudermos acrescentar ao nosso próprio trabalho e contribuir para com a atuação dos outros, mais iremos melhorar a vida como um todo neste planeta.

O praticante reikiano, qualquer que seja a linha que adote para atuar, deve se perguntar sempre como melhor atender as necessidades de seus clientes. Mesmo que não atue profissionalmente, deve-se pautar por manter um clima de respeito, de acolhimento e apoio a todos que o procuram. Como no sistema Usui, a prática e a conduta ética e profissional do terapeuta deve se nortear por estes princípios, que nos defrontam com o nosso propósito de agir para auxiliar a todos os seres a alcançarem – ou se esforçarem para alcançar – uma vida com qualidade, em todos os níveis.

Sobre o autor

Tereza Gurgel

Tereza Gurgel

Formada em Psicologia (F.F.C.L. São Marcos - SP). Filiada à ABRATH (Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos) sob o número CRTH-BR 0271. Atua na área Holística com Reiki, Terapia de Regressão e Florais de Bach. Mestrado em Reiki Essencial Metafísico e Bioenergético Usui Reiki Ryoho, Shiki, Tibetano e Celtic Reiki. Ministra cursos de Reiki e atende em São Paulo (SP).

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 987728173
Site: mtgurgel.wixsite.com/mundoholistico
Skype: tk.gurgel