Saúde Integral

5 coisas que você precisa fazer 30 minutos antes de dormir

Sleeping woman young beautiful caucasian female sleep in the bed.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Cuidar dos filhos, manter o sucesso no trabalho, ter uma vida social e pessoal não é uma tarefa fácil. E ter uma boa noite de sono ao final dos nossos dias está ficando cada vez mais difícil. Quando somos crianças, aprendemos que devemos dormir pelo menos oito horas diárias, mas será que isso é mesmo verdade?

Bom, em suma, não existe uma quantidade de horas universal que devemos ter de sono todas as noites para que possamos nos sentir bem. Muito pelo contrário, cada um sabe o quanto deve dormir para que o dia seguinte possa ser proveitoso e para que a energia possa ser reestabelecida. Isso significa dizer que cada pessoa tem um número ideal de horas de sono, o tempo que o seu corpo necessita.

Apesar de nem sempre conseguirmos dormir o tempo que realmente queremos, devemos fazer um esforço para que o nosso sono não fique atrasado. O grande segredo para isso é manter um planejamento, uma organização. A falta de sono pode acarretar problemas mentais e físicos, como falta de energia para realizar atividades básicas e rotineiras, e pode, inclusive, causar morte. A doença Insônia Familiar Fatal ilustra bem esse quadro. Nessa patologia, o indivíduo vai perdendo gradativamente a capacidade de dormir de maneira eficiente, e algum tempo depois, o óbito pode vir a ocorrer pela ausência de sono.

Além disso, a falta de sono pode abrir uma brecha na nossa imunidade, o que acaba nos deixando mais predispostos a infecções, bactérias, diminuindo a nossa capacidade de resposta inflamatória, aumentando as chances de aparecimento de doenças do tipo reumatológicas, da sensibilidade, e as chances de problemas cardiovasculares.

A capacidade de lógica e de aprendizado, as chamadas funções cognitivas, também acabam sofrendo alterações por causa da falta de um descanso eficaz. Vale ressaltar que não é apenas o não dormir que acarreta em problemas de saúde. O dormir mal também traz diversos malefícios para a nossa saúde em geral.

Por isso, uma boa dica é ter hábitos bons de sono, por exemplo: ter um horário regular para acordar e para dormir. Veja aqui cinco dicas do que você precisa fazer pelo menos 30 minutos antes de ir dormir para ter uma noite de sono relaxante:

1- Tome um banho morno

Uma boa dica é tomar um banho morno, principalmente naquelas noites mais frias. Este simples hábito ajuda no relaxamento dos músculos e também da mente. O quarto deve ter uma temperatura mais baixa do que o restante da casa.

2- Prepare-se

Nada mais chato do que ir dormir e a cama estar totalmente desarrumada. Além de te atrasar, já que gastará um tempo tendo que organizar, você corre o risco de se estressar e ter uma noite de sono nada relaxante. Lembre-se também de manter os lençóis sempre limpos e cheirosos.

3- Escute uma música tranquila

Escutar músicas mais agitadas, como rock’n’roll, não é exatamente uma boa coisa para se fazer antes de dormir. Prefira músicas mais tranquilas, que o ajudem a manter a mente limpa e relaxada.

4- Presenteie-se com uma massagem

Não existe nada mais relaxante e gostoso do que uma massagem. Uma boa dica é se dar de presente uma, depois do banho. Vale até utilizar óleos hidratantes que sejam livres de gordura, ou óleos relaxantes e calmantes.

5- Meditação

Manter uma respiração mais calma ajuda na hora de dormir. Tente fazer da meditação um hábito na sua vida. Comece aos poucos e logo logo estará dormindo feito um anjo.

Sabia que a alimentação também pode influenciar na qualidade do sono? Confira mais no site: Está difícil dormir? Conheça 8 alimentos que vão turbinar seu sono.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]