Nutrição Receitas

Lassi de rosas, o delicioso refresco indiano

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Em geral, na alimentação ayurvédica, as bebidas devem ser consumidas fora das refeições principais, principalmente se elas estiverem geladas, pois quando a bebida fria entra em contato com os alimentos em processo de digestão, paralisam o processo, além de solidificar as gorduras dificultando a digestão.

Os Lassis são bebidas de origem indiana e podem ser consumidos na versão doce – fora das refeições principais – ou salgada (butter milk) – após as refeições. Na Índia, as bebidas têm características muito refrescantes, devido ao excedente calor. Não nos referimos às bebidas alcoólicas, mas sim, à enorme variedade de refrescos feitos com todos os tipos de alimentos disponíveis. Entre esses alimentos estão ervas, cereais, frutas, legumes, raízes, soro de leite, iogurte e até mesmo, especiarias. Essas bebidas agem literalmente como refrescantes do sistema térmico do corpo, equilibrando pitta (energia de calor do corpo).

Lassi de rosas (refresco)
Ingredientes

½ litro de água mineral
1 xícara de água de rosas
½ litro de soro de leite
3 colheres (sobremesa) de sumo puro de gengibre fresco
3 colheres (sopa) de açúcar de sua preferência ou Stévia
1 colher (sobremesa) de cardamomo em pó
1 pitada de sal.

Modo de Preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador com bastante gelo e sirva em taça de prata.
Pode-se variar o Lassi com vários tipos de frutas dependendo da época do ano, como: maracujá, manga, morango e limão.

Fonte:  Goura Hari – Terapeuta e Chef Ayurvedic Vegetarian Cook

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]