Comportamento

À Sombra da Dependência Emocional: Riscos a Longo Prazo e Caminhos para a Autonomia

Você já sentiu que só conseguiria ser feliz se uma pessoa específica estivesse ao seu lado? A dependência emocional pode até parecer romântica, mas é um dos principais problemas nos relacionamentos. Com a psicóloga e colunista Carla Marçal, compreenda quais são os riscos dessa dinâmica a longo prazo e por que é tão importante trabalhar na sua autonomia.

A dependência emocional é um tema complexo que envolve a necessidade excessiva de aprovação, afeto e validação de outras pessoas para a própria felicidade e senso de identidade. A longo prazo, essa dinâmica pode acarretar diversos riscos significativos para o bem-estar emocional e mental.

Perda da autonomia: A dependência emocional muitas vezes leva à perda da autonomia. A pessoa torna-se excessivamente ligada aos outros, perdendo a capacidade de tomar decisões independentes e confiar em suas próprias escolhas.

Relacionamentos disfuncionais: A tendência a depender emocionalmente de outras pessoas pode resultar em relacionamentos disfuncionais, nos quais a pessoa se submete a comportamentos prejudiciais em busca de aceitação e amor.

Baixa autoestima: A dependência emocional está frequentemente associada a uma baixa autoestima. A pessoa pode internalizar a ideia de que não é digna de amor ou felicidade sem a validação constante dos outros.

Estresse e ansiedade: A constante busca por aprovação e medo do abandono podem levar a altos níveis de estresse e ansiedade. A pessoa dependente emocionalmente vive sob a constante pressão de manter a aprovação dos outros para evitar a sensação de desespero.

Mulher em um canto com as mãos no rosto e cabeça baixa como se estivesse chorando
Darya Fedorova/ Canva Pro

Isolamento social: A dependência emocional pode resultar no afastamento de amigos e familiares, já que a pessoa concentra suas energias e emoções em um relacionamento específico. Isso pode levar a um isolamento social prejudicial.

Dificuldades profissionais: A incapacidade de separar as emoções pessoais dos relacionamentos profissionais pode causar dificuldades no ambiente de trabalho. Isso pode prejudicar o desempenho profissional e as oportunidades de crescimento.

Ciclo de relacionamentos tóxicos: Indivíduos dependentes emocionalmente muitas vezes caem em um ciclo de relacionamentos tóxicos, buscando constantemente a validação em parceiros que reproduzem padrões prejudiciais.

Saúde mental comprometida: A longo prazo, a dependência emocional pode contribuir para problemas de saúde mental, incluindo depressão, ansiedade crônica e até mesmo distúrbios psicossomáticos.

Você também pode gostar

É fundamental abordar a dependência emocional com empatia e buscar ajuda profissional quando necessário. O processo de construir autonomia emocional e desenvolver relacionamentos saudáveis pode ser desafiador, mas é essencial para o crescimento pessoal e o bem-estar duradouro.

Sobre o autor

Carla Marçal

De uma carreira de destaque em grandes corporações à busca incansável por um propósito mais profundo, minha jornada de vida tem sido uma busca constante por significado e realização. Como psicóloga integrativa de formação, alcancei o sucesso profissional em níveis diretivos, acumulando todas as conquistas tradicionalmente associadas à felicidade.

No entanto, sempre senti que faltava algo, uma lacuna na minha busca pela plenitude. Paralelamente à minha carreira, mergulhei nos estudos do comportamento humano, obtendo formação como psicodramatista e aprofundando meu conhecimento em coaching, PNL, antroposofia e outras técnicas. Meu objetivo era claro: auxiliar indivíduos e organizações a prosperarem em processos de mudança, humanização e desenvolvimento pessoal e profissional. Mas ainda assim, algo essencial parecia escapar.

Em 2017, um diagnóstico de câncer de tireoide transformou minha vida de maneira profunda. Optei por um período sabático que se revelou um mergulho profundo em busca do meu verdadeiro propósito. Devorei livros, concluí cursos com diversos mentores e explorei todas as ferramentas disponíveis para desvendar meu destino. Foi nessa jornada de autoconhecimento que encontrei o ThetaHealing®, e minha vida deu um giro transcendental.

De cliente, me tornei terapeuta e instrutora oficial dessa incrível técnica. Além disso, obtive a certificação como operadora de mesa quântica estelar e mesa quântica estelar-pets, além de me tornar professora de MQE. Hoje, sou movida por uma paixão ardente pelo que faço, e vivo plenamente de acordo com meu verdadeiro propósito: espalhar luz, boas vibrações, alegria e energias positivas para ajudar pessoas e o planeta a desfrutar de uma vida plena e feliz.

Minha maior realização é auxiliar pessoas e animais a alcançarem a saúde mental, emocional e física que merecem. A transformação de vidas é a essência do meu trabalho, e estou dedicada a disseminar cura, amor e crescimento, proporcionando uma jornada de descoberta e renovação para todos aqueles que cruzam o meu caminho. Acredito que todos podem alcançar um estado de harmonia, e é isso que me impulsiona a continuar, cada dia, nessa incrível jornada de cura e evolução.

Site: linktr.ee/carlamarcal_
Facebook: carlamarcalpsicoterapeuta
Instagram: @carlamarcal_
Twitter: @carlamarcal
Youtube: Carla Marçal
Youtube: Carla Marçal
E-mail: carlamarcal.psi@gmail.com