Saúde Integral Saúde Mental

As artes marciais e os seus benefícios para a mente

Antes associadas a agressividade e combate, hoje as artes marciais ganharam novos significados, mais adeptos e seus benefícios são muito mais conhecidos. Mais do que uma atividade física, elas trazem muitas benesses também para a nossa saúde mental e para a nossa jornada de autoconhecimento.

Mas quais são os benefícios trazidos por essas práticas? Preparamos este artigo para explicar e explorar os pontos positivos das artes marciais para a saúde mental, mas antes você precisa entender o que são elas. Confira!

O que são artes marciais?

Artes marciais são práticas que estimulam o corpo e a mente por meio de técnicas que capacitam o praticante a se defender fisicamente, vencer um adversário e usufruir o conjunto de tradições, costumes e benefícios que a prática oferece, como harmonia entre corpo e mente, disciplina, entre outros.

As artes marciais são assim conhecidas no Ocidente porque esse nome vem de Marte, o deus da guerra na mitologia latina. No Oriente, elas são conhecidas como “Wushu”, que significa “arte da guerra”.

Um homem realizando movimentos típicos do tai ji quan.
Jyliana / Canva

Inicialmente, há milênios, as artes marciais, em sua maioria, eram utilizadas como técnicas de combate entre povos, mas conforme a tecnologia foi avançando e armas brancas e armas de fogo, entre outras ferramentas, ficaram disponíveis, as artes marciais caíram em desuso como forma de combate.

Mas aí começou sua popularização não como aprendizado para lutar por aí, mas como filosofia de vida para exercitar o corpo e a mente, aproveitando todos os benefícios que essas técnicas podem nos ensinar.

Qual é a diferença entre arte marcial e luta?

Todas as artes marciais incluem luta, mas nem toda luta é uma arte marcial. Isso acontece porque as artes marciais são mais do que os movimentos corporais que caracterizam uma luta, porque elas incluem filosofias de vida, conceitos de disciplina e hierarquia, tradições e conjuntos de técnicas que vão além do combate.

Ainda que uma arte marcial possa ser aprendida com o objetivo de aprender a lutar, se defender ou até mesmo praticar uma luta profissionalmente, nem todo mundo procura aprender uma arte marcial com o objetivo de aprender a lutar. Muitas vezes, a pessoa está procurando os muitos benefícios para o corpo e para a mente que ela oferece.

Benefícios das artes marciais para a saúde

Além de ensinar uma técnica de autodefesa e de reforçar características como disciplina e respeito, as artes marciais podem trazer muitos benefícios para a nossa saúde. Veja alguns deles:

Reduz o estresse

Uma mulher de olhos fechados repousando sua cabeça sobre um travesseiro.
fizkes de Getty Images Pro / Canva

Por causa da grande intensidade dos movimentos e exercícios, a prática de artes marciais libera uma alta carga de energia, o que ajuda a liberar os hormônios que aliviam o estresse, como a serotonina, então diminui a sensação de irritação e de estresse do dia a dia.

Melhora a autoestima

Tem coisa melhor para a autoestima do que estarmos em dia com nosso corpo e com a nossa mente? Como as artes marciais são bons exercícios físicos e mentais, elas atuam fortemente na melhora da nossa autoestima, fazendo com que fiquemos mais satisfeitos com nosso corpo e sentindo mais harmonia, o que faz bem para a mente.

Gera mais disciplina e concentração

Artes marciais dependem de movimentos bem executados. Para aprender a executar bem os movimentos, é preciso disciplina para treinar e persistir até que estejam funcionando bem, além de concentração para que tudo seja executado com perfeição, por isso é que elas estimulam essas duas características em nossa vida e em nossa personalidade.

Ajuda na ansiedade e na depressão

A carga de adrenalina e de energia investida na prática de uma arte marcial ajuda a deixar as emoções ruins se esvaírem. Não só isso! Como qualquer atividade física, a prática da arte marcial libera endorfina, hormônio responsável pela nossa sensação de prazer, o que ajuda a combater problemas como ansiedade e depressão.

Melhora a autoconfiança e o autoconhecimento

Conforme evoluímos na prática de uma arte marcial, começamos a executar os movimentos com perfeição e maestria, o que estimula e faz crescer a nossa autoconfiança. Além disso, faz com que tenhamos mais consciência do nosso corpo e dos limites da nossa mente, então auxiliam demais em nosso processo de autoconhecimento.

Aprimora o autocontrole e o foco

Sentado à mesa, um homem realizando anotações em um caderno.
Min An de Pexels / Canva

Foco é essencial para qualquer arte marcial, porque é o que separa os bons praticantes dos praticantes medianos, já que estar focado no momento e em cada movimento é fundamental para executá-los de maneira exata, além de que ter paciência para aprender e para esperar o momento certo de realizar os golpes é necessário também, o que estimula o nosso autocontrole.

Cria um senso mental de autodefesa

Quando temos mais consciência do nosso corpo e sabemos que será possível nos defendermos em caso de ataque, isso nos deixa mais confortáveis e mais preparados para lidar com qualquer eventualidade em que precisemos nos defender. Com a arte marcial, você não só aprende a se defender, mas também se sente mais seguro.

Quais são as melhores artes marciais para a mente?

Dois caratecas ajoelhados um em frente ao outro.
Artem Podrez de Pexels / Canva

Cada arte marcial tem suas características próprias, seus movimentos, suas particularidades e sua técnica. Algumas artes marciais são melhores para as pessoas que estão procurando estimular o corpo, sim, mas que também querem exercitar bastante a mente. Separamos algumas delas, confira:

  • Tai chi chuan: o foco dessa arte marcial não está em movimentos rápidos e agressivos, mas em movimentos lentos e bem calculados, por isso ela é conhecida por aliar exercício físico e meditação, então é uma ótima pedida para quem quer relaxar o corpo e a mente;
  • Karatê: essa arte marcial é a mais recomendada para aqueles que querem desenvolver a paciência e estimular sua espiritualidade, porque essa prática japonesa não se limita à atividade física, tendo como base uma filosofia de calma, paciência e inteligência;
  • Jiu jitsu: cada movimento dessa arte marcial é muito calculado. Conhecido como jogo de xadrez humano, o jiu jitsu estimula bastante a inteligência e o raciocínio lógico, porque durante a prática é necessário pensar bem em cada movimento e nas consequências deles;
  • Judô: em vez de ataques agressivos, o judô se caracteriza por ataques precisos, com a intenção de derrubar o adversário, então é uma ótima opção para quem deseja treinar o foco e a paciência, porque essa prática exige bastante concentração para escolher o momento certo de atacar ou de se defender;

Você também pode gostar

É inegável que as artes marciais fazem bem para a nossa saúde física, mas é importante levar em consideração quanto elas nos fazem bem psicologicamente também. Agora que você conhece os principais benefícios delas para a mente e o corpo, que tal escolher uma e começar a praticar?

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br