Comportamento Convivendo

Dor na nuca: o que pode estar causando isso?

O bom da vida é não sentir qualquer tipo de dor e poder viver intensamente cada minuto com total disposição. Contudo, eventualmente, é possível que se tenha alguma dor física, entre elas a dor na nuca.

A dor na nuca, assim como qualquer tipo de dor, é um sinal de que algo não está bem, podendo ser uma causa menos ou mais grave, tanto física, quanto emocional ou espiritual. Seja como for, ela precisa ser investigada e tratada, preferencialmente com apoio de um médico ou de um terapeuta, dependendo do que a está ocasionando.

Além disso, recorrer à automedicação, como grande parte das pessoas ainda faz, trata o efeito e não resolve a raiz do problema, o que pode agravar a saúde de um modo geral. Continue, portanto, com a leitura e entenda a dor na nuca e suas possíveis causas e seus significados, identificando quais comportamentos adotar!

Ao sentir dor na nuca, é preciso estar alerta para perceber a intensidade, se ela está acompanhada de rigidez no pescoço, se há sinais de formigamento nos braços, se há palpitação, se houve evento de vômitos e se há febre igual ou superior a 38 graus, situações que demonstram que ela pode ter causas muito sérias.

Possíveis significados da dor na nuca

Saber os principais motivos da dor na nuca pode garantir a retomada do bem-estar, o tratamento imediato de uma enfermidade mais séria e até salvar uma vida. Então, veja os possíveis significados físicos desse sinal:

Má postura

Mulher branca com a coluna torta usando notebook.
andriano / 123rf

É comum as pessoas se descuidarem da postura ao longo do dia. Sentar-se com as costas eretas totalmente encostadas na cadeira, mantendo a planta dos pés no chão, sem cruzar as pernas ajuda a evitar a dor na nuca. Nesse sentido, revezar os momentos diante do computador com pequenas caminhadas e alongamentos também auxilia a desfazer a tensão muscular e dos nervos da coluna que provocam esse tipo de dor.

Torcicolo

Homem branco com torcicolo.
aliiaarskanova / 123rf

Muito comum e pode ocorrer após um treino intenso para ombros e costas, devido à má postura durante o dia ou à noite durante o sono e pode atingir toda a região do pescoço e parte superior das costas, além de provocar dor na nuca. Além de adotar comportamentos para melhorar a postura durante o dia, cuidar para que o travesseiro e a posição ao dormir sejam adequados podem ajudar a eliminar as probabilidades dessa indisposição. Caso ocorra, aplicar compressas quentes durante 15 minutos, de três a quatro vezes ao dia, e repousar ajudam a aliviar. Se a dor prevalecer, um clínico geral ou um ortopedista deve ser consultado, pois talvez seja necessário um tratamento medicamentoso. Evite a automedicação!

Sinusite

Homem branco assoando o nariz.
fizkes / 123rf

A inflamação da mucosa dos seios nasais provoca o aumento da pressão e a dor no rosto, o que também provoca uma sensação de peso e, em alguns casos, dor na nuca. Para resolver a questão, é prudente consultar um médico, pois ele saberá avaliar a gravidade e indicar o tratamento adequado.

Artrose

Mulher negra com dor no cotovelo.
milkos / 123rf

As várias articulações entre as vértebras na região do pescoço podem ter alguma degeneração (artrose) e irradiar a dor que ela provoca para a nuca, que piora ou se agrava ao longo do dia e melhora durante o repouso. É fundamental consultar um médico para que ele indique o tratamento. Exercícios físicos regulares e adequados para fortalecer a musculatura da região podem ajudar a evitar as dores.

Bruxismo diurno

Mulher branca colocando aparelho.
andreypopov / 123rf

É o termo usado para o ranger, apertar ou pressionar os dentes ou contrair a musculatura facial, sem que se perceba, causando tensão, o que pode provocar dor na nuca, nas laterais da cabeça e na face, dificuldades para abrir e fechar a boca, tonturas, zumbido nos ouvidos e desgaste nos dentes. Isso pode ocorrer quando a pessoa passa por situações que exigem concentração ou geram estresse e ansiedade. É essencial procurar um dentista para indicar um tratamento, inclusive com uso de dispositivos que evitam o ranger dos dentes.

Aumento da pressão arterial

Homem branco tirando pressão.
piksel / 123rf

Começa uma dor na nuca que sobe para a parte de trás da cabeça, irradia para a testa e provoca uma sensação de peso na cabeça, ocasionando outros sintomas, como visão embaçada ou turva. Para confirmar essa causa, é necessário medir a pressão, tentar relaxar e diminuí-la, preferencialmente procurando auxílio médico. Para evitar esse evento, é importante manter uma alimentação com menos sódio e mais saudável, realizar exercícios físicos regulares e ingerir mais água ou líquidos, pois tudo isso ajuda na saúde de um modo geral.

Meningite

Mulher branca com dor de cabeça.
gpointstudio / 123rf

É uma causa grave de dor na nuca, muito forte, normalmente acompanhada de febre, náuseas, vômitos, cansaço excessivo e rigidez do pescoço. Caso ocorram todos os sintomas ou parte deles, um médico deve ser procurado imediatamente. Ele fará ainda um exame clínico para constatar se o queixo do paciente chega ao peito e, caso isso não ocorra, as meninges poderão estar inflamadas e ele encaminhará para realizar outros exames específicos e, posteriormente, para tratamento medicamentoso.

Aneurisma cerebral

Ilustração de cérebro.
drmicrobe / 123rf

Uma dor constante, forte e repentina na nuca pode ser o sinal de que um vaso sanguíneo dilatado do cérebro se rompeu. Nesse caso, é essencial que um médico seja imediatamente consultado, pois, além de poder provocar sequelas similares às de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), pode levar o paciente a óbito.

Dor na nuca – significado emocional

Partindo da compreensão de que a dor na nuca é um sintoma, eliminadas as causas físicas, o fato de possíveis causas emocionais serem investigadas pode ser de grande utilidade para adotar um tratamento assertivo que traga bem-estar e elimine as probabilidades desse sinal se repetir.

A vida moderna provoca comportamentos equivocados, desequilibrados e exagerados, que geram muitas tensões no cotidiano e podem influenciar o organismo de diversas formas, com estresse, ansiedade e até depressão.

Quando a pessoa tem dificuldades para externalizar os sentimentos, os pensamentos e as emoções, o organismo reage a isso, o que pode provocar doenças. Quanto a isso, a dor na nuca vem decorrente da tensão muscular que as questões emocionais e psicológicas desencadeiam por estarem aprisionadas. Ela é um alerta sensorial e, mais do que um sinal físico, é o efeito dessas questões.

Com o necessário autoconhecimento para saber lidar com as diversas situações da vida no cotidiano, buscar atividades de lazer, de descanso e de relaxamento são maneiras de evitar problemas de saúde, incluindo a dor na nuca.

Do mesmo modo, buscar apoio em terapias alternativas, na meditação, na yoga, em massagens e realizar atividades físicas regulares podem proporcionar bem-estar e consciência corporal.

Além disso, buscar apoio psicológico e psiquiátrico é uma atitude importante para resolver as questões emocionais geradoras da dor na nuca, tratar dos conflitos, das tensões e dos sentimentos, bem como atingir o desejado equilíbrio para a saúde integral.

Dor na nuca – significado espiritual

Descartadas as hipóteses físicas e emocionais da dor na nuca, resta investigar as causas espirituais, uma vez que essa região representa um ponto de entrada energética. Por exemplo, um médium pode sentir dor na nuca quando recebe uma vibração energética (fluido), sendo esse sintoma uma indicação, inclusive, da própria mediunidade.

Você também pode gostar

Outra causa espiritual para a dor na nuca é o chamado “encosto”, espírito que não encontrou a luz e sente ressonância com a energia da pessoa, em função das escolhas que ela faz, dos sentimentos ruins com os quais ela não lida bem etc. e essa energia sendo excessiva para ela causa peso energético e esse tipo físico de dor. Orações, uma limpeza energética, um benzimento e escolhas conscientes, com visão de consequência, podem ser alternativas para fazer essa energia voltar à sua dimensão.

Além disso, quanto mais ampliada é a consciência espiritual da pessoa, menos ela estará sujeita a sofrer com dor na nuca.

Concluindo, uma dor na nuca é um sintoma a ser observado com atenção, pois pode delatar um problema fácil de ser solucionado ou uma doença séria que exige um tratamento bem orientado por um médico ou especialista.

Questões emocionais também interferem para gerar dor na nuca e igualmente devem ser investigadas para que a raiz do problema seja tratada, proporcionando bem-estar e a integralidade da saúde entre corpo, mente e espírito.

Além disso, da mesma forma que vemos em filmes de ficção chips eletrônicos sendo inseridos na nuca de pessoas para transportá-las a outros mundos e outras dimensões, entendemos que uma dor na nuca pode ser um efeito da vibração energética.

Portanto, ao perceber uma dor na nuca, trate desse sintoma com o devido cuidado e busque sempre alternativas para viver bem. Adote o comportamento de investigar todas as suas dores, porque, no fundo, elas são grandes agentes de mudança. Cuide-se!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br