Autoconhecimento Constelação Familiar Constelação Sistêmica

CASO REAL: Um lugar para os excluídos. Os fenômenos físicos que acontecem após uma constelação em 3º nível de consciência Quântica.

Constelação Quântica
Raquel Koury
Escrito por Raquel Koury

Olá amados.

Esta semana estamos trabalhando a expansão da consciência nas constelações quânticas e muitas pessoas dos nossos grupos estão pegando uma bela “Carona” neste despertar. Na energização e reiki à distância desta semana, que ocorre todas as quartas-feiras, muitos se aproveitaram deste nível mais elevado de consciência, que estamos trabalhando em grupo fechado de mentoria. E os relatos foram lidos. Gratidão por tudo isso.

Temos muitos grupos no WhatsApp, alguns são de turmas que estão fazendo o curso EAD de formação na plataforma e outros de grupos de estudos, onde atuo como mentora, canalizadora e também participante, pois o despertar da “cons-Ciência” é um processo onde podemos evoluir sempre, não importa o nível já alcançado, quando compreendido liberamos “espaço” para novos conhecimentos. Afinal a “cons-Ciência” é como a Ciência, sempre em movimento e em processo evolutivo.  

Porém temos também um grupo gratuito no Whats App, onde os interessados neste estudo podem participar CLICANDO AQUI e enviando: “seu nome e quero participar do grupo”

Neste grupo compartilho áudios enviados pelos clientes no auge da emoção de suas curas, como a que vou exemplificar no vídeo abaixo.

Mas Raquel, em outro vídeo você disse que só constelar nem sempre cura. Como assim???

Amados, neste link explico sobre os níveis de consciência segundo a visão sistêmica: Constelação Familiar e As 3 Consciências: Um Novo Jeito de Ver, de Ser e de Viver

Num outro falo sobre os campos quântico cientificamente comprovados, a gente queira ou não, conheça ou não, eles existem e explicam estes fenômenos, como o que vou mostrar no vídeo de hoje, já buscando responder as perguntas enviadas sobre as consequências dos abortos em nossas vidas, sejam de filhos, netos, irmãos, sejam abortos naturais ou provados, tenhamos ou não conhecimento deles. No campo eles sempre aparecem. Para entender melhor sobre os campos leia meu artigo aqui no portal em: Constelação Quântica: Acessando outros Campos!

Já explicando o que comento no vídeo, trago a vocês uma breve explicação de um estudo profundo de muitas áreas do saber. Trata-se de uma “síndrome” muito comum da qual poucos temos conhecimento, mas estima-se que 40% de nós temos a carregamos, inconscientemente:

A Síndrome do GÊMEO desaparecido

Constelação Quântica

Em casos estudados e acompanhados, os exames revelam o desaparecimento de um dos fetos, que é absorvido ou expelido pelo útero, e aquele(s) que permanece(m) e continua(m) a crescer.

Temos vários casos reais onde as constelações mostraram a existência de dois bebês
 antes mesmo da mãe saber que estava grávida. Poucos dias depois cliente descobre a gravidez por meio de exames, e passado um tempo lá estão eles: São Dois mamãe, parabéns! Passados uns dias ou meses descobre-se que um deles não tem mais batimento cardíaco, mas ainda está ali, vinculado ao seu irmão, até… DESAPARECER!

Muitos participaram de constelações que acompanhamos todo este processo, primeiro mostrado pelo campo, depois comprovado pelos exames e então retornamos ao campo, fazendo nosso trabalho de consteladores e dando suporte terapêutico para os pais, compreenderem, reconhecerem e aceitarem o fato, liberando então o bebê sobrevivente de sequelas futuras.

Este fenômeno é chamado de Síndrome do Gêmeo Desvanecido ou Síndrome do Gêmeo Desaparecido. Alguns pesquisadores especulam que este fenômeno ocorre com maior frequência do que se supõe e que o bebê que se desenvolve é um sobrevivente de um par ou grupo de embriões que não conseguem sobreviver.

Para os cientistas da área, perder um irmão no ventre pode representar um trauma psicológico para o irmão sobrevivente devido ao vínculo precoce que se estabelece entre eles no útero.

Para o gêmeo que sobrevive, a perda é bem real, ainda que inconsciente, podendo trazer consequências e sequelas na sua infância ou na vida adulta, como sensação de perda, angústia, sentimento de culpa, insatisfação, dualidade, medo de abandono, solidão, nostalgia, etc.

As próprias mães, muitas vezes não sabem que estiveram grávidas de gêmeos, porque perderam o feto em fases muito precoces da gravidez, de forma discreta, pensando tratar-se de uma simples hemorragias quando elas acontecem, e em outras vezes sem nenhum sinal evidente.

Agora minha observação como mãe de gêmeo: Se um bebê perdido logo nos primeiros dias de gestação pode causar tantos desfechos negativos em nossas vidas, que dirá gêmeos vivos que são separados, irmãos vivos que não se falam e por aí vai…

Temos “emaranhamentos” e muitas vezes não sabemos o porquê. Mas as constelações mostram tudo isso no campo, de forma que temos a oportunidade de “corrigir” e equilibrar o sistema dando um lugar aos excluídos. E se isso ocorrer de fato, nossa vida começa a FLUIR em muitos sentidos, em especial na melhora do relacionamento com eventuais irmãos vivos.

Constelação Quântica
Quânticamente falando, quando chegamos nas constelações em 3º nível de consciência, as CURAS ACONTECEM SIM. Não só em nossa mente ou em nossa alma, mas também fisicamente com questões que a psicologia e medicina convencional há muito não dão conta de explicar. Prova disso a quantidade de médicos e psicólogos que buscam meus cursos de formação, visando também entender a sistêmica e a fenomenologia que há muito deixou de ser utópica com os “selos” dos cientistas quânticos e seus experimentos que comprovam tudo isso.

No vídeo explico que se trata de uma cliente que está sendo mentorada por mim em seu processo, e ontem, em uma segunda constelação ONLINE, alcançamos o 3º nível de consciência. Isso foi perceptível durante a constelação, mas empiricamente comprovado pelos resultados REAIS que acontecem pós-constelação.

Por questões de privacidade, o áudio desta cliente será postado no grupo do Whats App, onde você pode ouvir o que isso causou no corpo físico dela.

Espero que todos os leitores que ainda buscam encontrar seu lugar no mundo, possam perceber que há sempre “um lugar CERTO para os excluídos”, sejam os que excluímos consciente ou inconscientemente, ou seja para vocês aí, que também se sente excluído. Este lugar, nem sempre é o que aprendemos no livros e nas “Cartilha” das constelações. Por isso é fenomenológico, ainda que como profissionais saibamos das probabilidades estudadas, cada campo mostra sua própria dinâmica oculta e uma nunca é igual a outra.

 

Beijos Quânticos e até o próximo vídeo.


Acompanhe a série completa:

Vídeo 1 Vídeo 2 Vídeo 3 Vídeo 4

Sobre o autor

Raquel Koury

Raquel Koury

Escritora, parapsicoterapeuta, professora de Filosofia, Parapsicologia e Constelações Familiares, possui 50 especializações somadas em seu currículo, entre elas: Parapsicologia, Reiki Xamânico, Cromoterapia, Psicoterapias, Terapia Sistêmica Individual e em Grupo, Constelações Familiares, Terapia de Casais, Psicanálise Sistêmica, Psicopedagogia Infantil Sistêmica, entre outras. Autora Best Seller da obra “SENSITIVOS” (Pensamento Cultrix), prefaciada pelo cineasta e diretor da Rede Globo, Roberto Farias; e da obra “Mãe é Mãe - Contos e Crônicas”, cujos lucros foram doados a entidades filantrópicas.

Raquel Koury e sua equipe realizam atendimentos virtuais via Skype e videochamadas de WhatsApp (por agendamento). Os cursos e treinamentos são no sistema EAD (à distância), ela atende pessoas do mundo todo há mais de 15 anos.

Site: www.raquelkoury.com

Facebook: facebook.com/Clinica.IPD

E-mail: [email protected]