Budismo Espiritualidade

Filosofia budista em ação: meditação

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O diferencial do budismo é que ele consiste em dois caminhos: o da filosofia e o da religião e, assim, é possível orar e meditar. Desenvolver a mente e a vida através das meditações e orações são a “voz” do budismo.

Por que meditar?

Além de moldar o cérebro e o corpo para uma vida mais tranquila, médicos recomendam a meditação diária. Utilizando a mente e o corpo ao ser favor através da meditação, é possível viver uma vida de plena felicidade.

Mas como praticar a meditação budista?

Para que você possa meditar de maneira eficaz e correta, é importante seguir algumas orientações:

Espaço limpo e silencioso: pode ser em algum local da sua casa ou em sua vizinhança. É importante que o barulho seja mínimo ou de preferência, que não tenha nenhum ruído.

Posição: é necessário cruzar as pernas ou ajoelhar-se. A posição é importante e precisa ser o mais confortável possível.

Relaxar: unindo as mãos ou deixando elas descansando sob suas pernas uma em cima da outra, é importante nesse momento manter uma posição confortável para sua meditação.

Fechar os olhos e respirar: respire fundo e lentamente. Relaxe seu rosto, seus braços e suas pernas. Se quiser, conte cada vez que respirar ou respire contando até 10. Deixe toda a tensão ir embora.

Elimine os pensamentos: quando os pensamentos vierem a cabeça, procure não seguí-los. Lembre-se de deixar a mente relaxada para iniciar sua meditação.

Tempo para meditar: o tempo fica ao seu critério. Para quem está iniciando o processo de meditação, de 5 a 10 minutos é o tempo recomendado. Com o passar dos dias e semanas, fique a vontade para estender a duração de sua meditação.

Mantra: existem vários mantras de meditações. O mantra é importante caso tenha dificuldades de concentrar-se. O mais comum é o “Om” (sua pronúncia é aum).

Dicas

– Não se preocupe com formalidades ou qual a roupa certa para usar. O mais importante é manter-se confortável do início ao fim de sua meditação.

– Procure grupos de meditação em sua região, com certeza você irá encontrar.

– Ler livros e pesquisar sites sobre meditação podem te auxiliar com o tempo.

Experimente

O escritor Jomar Morais, redator convidado da Revista Superinteressante para falar sobre esse assunto, conclui: “Quer dizer que meditar é só parar e não pensar em nada? É. Como afirmam os especialistas, é um “não fazer”. Mas, acredite, não é fácil. Não para ocidentais como eu e você, acostumados com a ideia de que, para resolver um assunto, o primeiro passo é pensar bastante nele. Na meditação, a ideia é exatamente o oposto: parar de pensar, por mais bizarro que isso pareça.

Dez milhões de americanos meditam regularmente em casa e em hospitais, escolas, empresas, aeroportos e até em quiosques de internet. Entre os milhões de meditadores americanos, estão celebridades de grosso calibre, como o dirigente da Ford, Bill Ford, e o ex-vice-presidente, Al Gore. No Brasil, a exemplo da Hollywood dos anos 90, a meditação entrou para a rotina de estrelas – como a atriz Christiani Torloni e a apresentadora Angélica, que recorreu à prática para livrar-se de uma crise de síndrome do pânico – e virou ferramenta diária de produtividade em empresas e até em alguns círculos do poder. O prefeito de Recife, João Paulo, por exemplo, só inicia o expediente após meditar por alguns minutos.”

Portanto, experimente a meditação e permita-se uma vida de longevidade e de qualidade.


  • Escrito por Bruno Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]