Comportamento Convivendo

O arquétipo da mãe

Mulher e criança de mãos dadas andam em campo.
Imagens / 123RF
Escrito por Herica Rodrigues

Os arquétipos trazem uma vibração que atua no nosso campo EMOCIONAL e na nossa frequência. Cada pessoa, em particular, está vivendo sobre determinado tipo de arquétipo, em determinado momento da vida. E hoje, eu quero falar a respeito do arquétipo da mãe. Esse arquétipo de beleza esplendorosa, magnífico e que nos traz a ideia de amor supremo, cuidado e proteção. A figura da mãe representa caridade, fertilidade, nutrição, cuidado e frutificação; portanto esse arquétipo traz a ideia da prosperidade, do gerir e colocar os próprios frutos para o mundo.

Quando falamos em mãe, vem à nossa mente a ideia da mulher que cuida, que protege, que nutre, que defende os filhos. Existem, no entanto, mães que são ruins para com os seus filhos. Mas, em regra, mães geralmente amam incondicionalmente e, por isso, perdoam e zelam por suas proles. O arquétipo da mãe representa a mulher que gera, que protege e que ama. E portanto esse conceito de mãe já está dentro do inconsciente coletivo. A ideia arquetípica e primordial de mãe já está tão enraizada em nosso subconsciente que, ao percebermos, por exemplo, alguns filhos que foram maltratados e judiados ou abandonados por suas mães, notamos que esses filhos passam quase – e senão – a vida toda à procura do entendimento, e até de tratamentos para vencerem bloqueios que esses comportamentos dessas mães consideradas ruins deram a eles. E muitas pessoas questionam: “Que tipo de mãe é essa que abandonou aos filhos, ou que os maltratou?”. E algumas ainda dizem: “Esse comportamento não condiz com o que é ser mãe”. E por que, muitas vezes, muitos de nós fazemos esse tipo de questionamento? Justamente pela ideia que o arquétipo da mãe representa no inconsciente coletivo. Quero dizer, a ideia do que é ser mãe já está fortemente armazenada no subconsciente de todas as pessoas; que é a ideia daquela mulher cuidadora e protetora dos seus filhos.

Mulher sentada em sofá beija bebê.
Anastasiya Gepp / Pexels

Quando um filho recebe de uma mãe um tratamento contrário ao que representa o lado luz desse arquétipo – ou seja, amor, carinho, cuidado, nutrição e proteção –, na imensa maioria das vezes, é gerado um grande problema na vida desse filho, que vai desde a infância até a vida adulta e a maturidade. Algumas pessoas que tiveram desafios com suas mães carregam essa dor até por suas velhices, chegando a morrer sem resolver essas situações dolorosas enfrentadas com suas mães. A vida desses filhos torna-se pesada e bloqueada. E é por isso que é muito importante ressignificar toda e qualquer questão mal resolvida com a mãe. Pois, uma vez que ficamos com essa sombra permeando ao nosso inconsciente, teremos muitas dificuldades na vida. A energia da prosperidade fica bloqueada, já que o arquétipo da mãe representa o gerar, o nutrir, o frutificar e o lançar os seus frutos para o mundo. A mãe concebe, incuba, nutre e, com paciência, aguarda o processo de desenvolvimento de nove meses do seu bebê, para depois deixá-lo nascer. Ou seja, a mãe coloca uma vida no mundo e dela cuida.

A energia desse arquétipo é importantíssima para que consigamos nos doar, nos expressar e colocar o nosso amor no mundo. Caso possam existir problemas ainda não resolvidos verdadeiramente com a mãe, ficamos também impossibilitados de receber o amor do mundo. E isso é porque a energia da prosperidade fica bloqueada em nós, pelas sombras de nossa criança interior ferida e machuca. Portanto, se você enfrenta alguma dificuldade no relacionamento com a sua mãe, você precisa perdoá-la! Mas, antes de perdoá-la, você precisa perdoar a si mesmo! A sua criança interior está ferida. E você precisa cuidar, amar, perdoar, proteger e acolher a sua criança interna.

Sobre o autor

Herica Rodrigues

Olá! Meu nome é Herica Rodriguess.

Sou Practitioner em PNL (Programação Neurolinguística), mentora, coach, professora, escritora e advogada.

Sempre amei o Direito, mas onde minha alma realmente canta é no conhecimento da mente humana e no desenvolvimento pessoal. Ajudar as pessoas a descobrirem os seus potenciais e se tornarem mais eficientes, proativas e conscientes de que elas criam e transformam as suas realidades por meio de suas ações e reações frente aos acontecimentos é minha missão. E eu amo fazer isso!

Pretendo seguir por toda a minha existência trabalhando com o desenvolvimento de pessoas. Isso me fascina!

Sou apaixonada pelo autoconhecimento e pelo desenvolvimento humano! Amo escrever sobre a vida! Sou uma eterna buscadora da expansão da consciência. Adoro assuntos ligados à Lei da Atração, além de Leis Universais, Metafísica da Saúde, Astrologia, enfim, sou fascinada pelo descobrimento humano e universal! Acho que o Universo é riquíssimo em conhecimentos e abundância! E tenho toda a disposição desse mundo para estudá-los e descobrir cada dia um pouco mais desse presente que nos foi dado e é chamado de vida! Gosto bastante da psicologia de Carl Jung e pretendo me aprofundar nisso no decorrer de minha vida. Amo os animais e a natureza! Gosto de ler e me interesso por diferentes culturas.

Contatos
Email: [email protected]
Site: pausaparaaquecerocoracao.com
Facebook: Pausaparaaquecerocoracao
Instagram: @pausa_paraaquecerocoracao
LinkedIn: Herica Rodrigues
YouTube: Pausa Para Aquecer o Coração