Maternidade Consciente Nutrição Receitas Saúde Integral

O que comer no pós-parto?

Mulher tomando café da manhã na cama
Nicolas Menijes / Canva
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Uma boa alimentação garante mais saúde para o corpo e para a mente, portanto, seguir uma dieta balanceada deveria ser uma regra geral durante todas as fases da vida, mas algumas etapas, como o pós-parto, merecem cuidados especiais.

Essa é a hora de restabelecer o corpo que encarou inúmeras mudanças durante a gestação, assegurar uma boa recuperação livre de estresse e cansaço, seguir uma alimentação saudável para atender as necessidades do neném e, claro, retomar ao tão sonhado peso anterior à gravidez.

O fato é que com a chegada do bebê a atenção da mamãe está totalmente voltada para ele, mas os cuidados com a alimentação não podem passar batidos. Afinal, é uma fase delicada para a saúde da mulher. Pode parecer confuso, mas a mamãe precisa se alimentar de maneira completa e, ainda assim, voltar ao peso ideal.

De acordo com Tatiane Império, nutricionista e Mestre em Ciências do Envelhecimento, “a perda de peso ocorre nos 3 primeiros meses e é mais intensa em mulheres que amamentam. Não se recomenda a redução de energia durante esse período e, segundo o Institute of Medicine (IOM, 2005), a dieta deve apresentar no mínimo 1.800 kcal por dia para proporcionar nutrientes para a mãe e o bebê amamentado no peito”.

Confira as principais dicas para uma alimentação adequada durante esse período:

Mesa com frutas e vegetais saudáveis
Natalia Lisovskaya / Canva
  • Para garantir níveis de açúcares normais e melhorar o aproveitamento dos nutrientes, a mamãe não pode ficar em jejum por muito tempo. É aconselhado realizar de cinco a seis refeições por dia.
  • Líquidos são de extrema importância para manter a hidratação do corpo. É indicado ingerir cerca de 3 litros de água por dia e sucos naturais, em menores quantidades.
  • Para evitar o aumento de peso ou facilitar a perda dele, devem ser evitadas bebidas que contêm muito açúcar, como os refrigerantes.
  • Leite e seus derivados podem ser ingeridos cerca de três vezes por semana.
  • Dê preferência por produtos integrais.
  • Para facilitar a absorção de ferro, procure ingerir alimentos ricos em vitamina C.
  • Acrescente em sua dieta uma fruta cítrica por dia.
  • Coma em maior quantidade legumes, verduras e frutas.
  • Peixe também faz muito bem a saúde e pode ser incluído no cardápio cerca de duas vezes por semana.
  • É aconselhável deixar as frituras de lado e substituí-las por refogados ou assados.
  • O consumo de adoçantes em excesso também não é indicado.

Para seguir uma dieta elaborada e que contenha tudo o que a mãe precisa depois do parto é necessário seguir as orientações de um nutricionista. Abaixo, você pode conferir duas opções de dieta pós-parto que apenas vão exemplificar o que não pode faltar no cardápio.

Café da manhã

Opção 1

  • 1 copo de suco de abacaxi com hortelã.
  • 2 fatias de pão integral light.
  • 2 colheres de sobremesa de queijo cottage.
  • 1 fatia média de melão.

Opção 2

  • 1 xícara de chá de salada de frutas (banana, maçã, mamão, melão e morango).
  • 1 copo de iogurte natural desnatado com 3 colheres de sopa de aveia.
  • 1 colher de chá de mel.
  • 1 fatia de pão integral light com 1 ponta de faca de margarina light.

Lanche da manhã

Opção 1

  • ½ papaia com 2 colheres de sopa de aveia e 1 colher de sobremesa de linhaça.
  • 1 xícara de chá de ervas.

Opção 2

Pedaços de bolo em prato branco
Carlosoki / Getty Images / Canva
  • 1 fatia fina de bolo simples.
  • 1 xícara de chá de ervas.

Almoço

Opção 1

  • 1 prato de sobremesa de salada: agrião, rúcula, alface, tomate, cenoura e erva-doce com 1 colher de sopa de azeite.
  • 3 colheres de sopa de arroz integral.
  • 2 conchas cheias de feijão.
  • 1 filé médio de frango grelhado (130 gramas).
  • 1 pires de brócolis no vapor.

Opção 2

  • 1 prato de sobremesa de salada: folhas verde-escuras, beterraba ralada e pepino com 1 colher de sopa de azeite.
  • 2 colheres de sopa de suflê de espinafre.
  • 2 colheres de sopa de batata cozida ou assada ou 1 xícara de chá de macarrão integral cozido com 1 fio de azeite.
  • 1 filé grande de peixe grelhado (150 gramas).
  • 3 colheres de sopa de vagem refogada.

Lanche da tarde

Opção 1

  • 2 torradas integrais com 2 colheres de sobremesa de geleia sem açúcar.
  • 1 xícara de café com leite desnatado.

Opção 2

Barrinha de ceral
IsabelPoulin / Canva
  • 1 barrinha de cereais.
  • 1 copo de água de coco.
  • 1 maçã.

Jantar

Opção 1

  • 1 prato de sopa de legumes.
  • 1 filé médio de frango grelhado (130 gramas).
  • 4 colheres de sopa de cenoura cozida.

Opção 2

  • 1 prato de sobremesa de salada: folhas verde-escuras, tomate e cenoura ralada com gotas de limão.
  • 3 colheres de sopa de arroz integral com ervilha.
  • 1 filé médio de salmão grelhado (130 gramas).
  • 1 berinjela assada.

Ceia

Opção 1

  • 1 banana assada com canela.
  • 1 xícara de chá de ervas.

Opção 2

Bule colocando chá quente em xícara
WiroKlyngz / Getty Images Pro / Canva
  • ½ xícara de chá de frutas secas (damasco, castanha-do-pará, nozes e amêndoas).
  • 1 xícara de chá de ervas.

Você também pode gostar

Lanche da madrugada – Para depois da amamentação

Opção 1

  • 1 bananinha seca sem açúcar.

Opção 2

  • 1 copo de água de coco.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]