Saúde Integral

Quais são os riscos da quiropraxia?

Doutor examinando braço de uma mulher
Karolina Grabowska / Pexels
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Quiropraxia é o nome de uma forma de terapia alternativa que tem como objetivo manipular a coluna vertebral e outras articulações para aliviar dores no sistema neuromusculoesquelético, problemas de postura e até algumas doenças. Isso porque quem pratica essa técnica defende que a movimentação sutil da coluna vertebral envia mensagens ao sistema nervoso, melhorando a saúde geral de um indivíduo.

Talvez você já tenha observado a aplicação dessa prática em algum momento da sua vida, como em um vídeo na internet. Em geral, essas publicações viralizam porque o som das articulações estralando a partir da técnica aplicada pelo profissional quiroprata é bastante satisfatório. Inclusive, muitas pessoas ficam impressionadas com as correções de postura que são apresentadas nesses vídeos depois da sessão de quiropraxia.

Ao mesmo tempo em que há muitos fãs dessa terapia, há quem sinta aflição ao ver o corpo de uma pessoa sendo movimentando rapidamente e gerando uma série de ruídos. Além disso, o profissional que realiza a terapia deve ser qualificado, porque qualquer movimento errado pode resultar em danos permanentes, principalmente por se tratar de uma técnica aplicada na coluna vertebral.

No entanto, para que você decida se essa é uma terapia que lhe agrada, você deve aprender de forma mais aprofundada sobre ela. A seguir, conheça os benefícios e os riscos que essa terapia alternativa oferece e tire suas conclusões sobre o assunto!

Quais são os riscos da quiropraxia?

A quiropraxia é um tratamento reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e mais de 60 países a praticam. Porém, isso não significa que ela esteja isenta de oferecer riscos às pessoas que procuram por ela. A seguir, você vai entender por que é preciso prestar muita atenção na hora de optar por essa terapia como meio de tratar algum problema.

Fisio terapista com as mãos nas costas da paciente
lightfieldstudios / Pexels

Em primeiro lugar, reforçamos que a quiropraxia só pode ser praticada por profissionais da área da saúde, que tenham estudo suficiente para desempenhar a técnica. É recomendado, inclusive, que você se consulte com em médico (como um ortopedista) antes de buscar essa outra forma de tratamento. Do contrário, você pode acabar nas mãos erradas, com uma pessoa que pode mais prejudicá-lo do que ajudá-lo.

Em segundo lugar, é importante que a pessoa que deseja passar por sessões de quiropraxia verifique se está apta a esse tipo de tratamento. Ainda que cada quiroprata tenha o dever de avaliar a condição de saúde dos pacientes, saiba que, na maioria dos casos, pessoas que sofrem de câncer, de osteoporose, de artéria calcificada ou que fizeram uma cirurgia na coluna não podem passar por esse tipo de procedimento.

Depois de compreender as informações básicas para buscar um tratamento com a quiropraxia, vamos nos aprofundar nos malefícios e efeitos colaterais que essa prática pode provocar em uma pessoa. Confira!

1) Risco de dores localizadas

Mulher de costas com a mão na nuca demonstrando desconforto
Karolina Grabowska / èxels

Após os primeiros dias que sucedem à sessão de quiropraxia, os pacientes podem sentir dores localizadas na coluna ou em outras articulações que foram manipuladas. Ainda que o incômodo seja passageiro, pode ser difícil diferenciar a dor decorrente da manipulação da estrutura musculoesquelética da dor de uma lesão. Então, se o incômodo for persistente, procure outro profissional da saúde.

2) Risco de acidente vascular cerebral (AVC)

O acidente vascular cerebral (AVC) ocorre quando vasos que conduzem sangue ao cérebro se rompem ou entopem. Como consequência disso, a área do cérebro que deveria receber esse sangue fica paralisada. Uma manipulação inadequada da coluna vertebral pode, nesse sentido, provocar a desintegração de uma artéria, o que resultaria em um AVC.

3) Risco de aumentar a tensão muscular

Doutor examinando pescoço de uma mulher
Karolina Grabowska / Pexels

Como a quiropraxia trabalha o sistema esquelético e o sistema muscular, é comum que seja procurada também para tratar algum problema nos músculos. Entretanto, se a técnica for aplicada de forma incorreta, é provável que a tensão muscular aumente em vez de diminuir. Dessa forma, é importante se consultar com um quiroprata somente após recomendação médica.

A quiropraxia também tem benefícios

Mesmo que a quiropraxia apresente riscos e efeitos colaterais, como a maioria dos tratamentos, essa prática também traz benefícios. Consultando-se com profissionais qualificados e que explicam o que estão fazendo com os corpos dos pacientes, as chances de aumentar o próprio bem-estar são altas. Descubra em quais casos a quiropraxia é indicada por profissionais da saúde a seguir!

Você também pode gostar

Os principais problemas que a quiropraxia pode amenizar ou tratar são dores na região da coluna, como dor lombar, dor cervical, hérnia de disco e dor no nervo ciático. Também pode ser usada para combater dores de cabeça, tendinite, contusões, torcicolo e dores nas articulações. Se uma pessoa quiser realizar o tratamento mesmo sem apresentar tais sintomas, ela pode buscar a quiropraxia para ajustar possíveis desalinhamentos na coluna vertebral.

É fundamental que você saiba que a quiropraxia não é uma forma de massagem e não deve ser vista como tal. O objetivo da prática não é aliviar a tensão muscular ou promover relaxamento, e sim corrigir desalinhamentos na coluna e nas articulações. Antes de começar a procurar por um quiroprata, assim, informe-se detalhadamente sobre o procedimento!

Como identificar um bom quiroprata?

Como foi dito anteriormente, é essencial realizar a sessão de quiropraxia com um bom profissional para evitar danos e dores permanentes no seu corpo. Mas como encontrar alguém que cumpra esse papel?

Quiropraxista com as mãos nas costas do paciente
lightfieldstudios / 123RF

Para começar, um quiroprata deve ter feito um curso específico para atuar na área, o curso de quiropraxia. Identificar quais profissionais têm esse certificado e quais deles estão perto de onde você mora é possível a partir do site https://quiropraxia.org.br/encontre-um-quiropraxista, da Associação Brasileira de Quiropraxia. Faça a pesquisa e encontre o melhor profissional para você!

A quiropraxia é uma forma de terapia que, como qualquer outra, apresenta riscos e benefícios. Para identificar se ela é adequada para você, lembre-se de consultar um profissional da saúde. Se for o seu caso, consulte a Associação Brasileira de Quiropraxia para passar por um atendimento qualificado e certificado. Aproveite as vantagens que a técnica oferece!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]