Autoconhecimento

A conexão com o universo: intuição como portal

Universo de fundo com um buda de pedra na frente.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O que é?

A conexão com o universo pode ser feita através da intuição ou canais espirituais. Este é o portal de ligação entre a razão e emoção humana. Alguns estudos afirmam que a intuição é uma conexão (canal) com o universo. Seguindo essa linha de raciocínio, percebemos que ela atua como um conselho interior dito por uma voz interna, indicando alguns aspectos das nossas vidas: dicas, sugestões, caminhos, sortes, fatores espirituais e até mesmo como maneira de salvar as nossas vidas. “Ela é responsável pela tomada de consciência, que faz o ser buscar inconscientemente as respostas de suas carências ou o complemento para as lições e experiências que ainda precisam ser vividas para a evolução pessoal e coletiva.”

Como funciona?

É imprescindível, quando se trata do processo da conexão com o universo, falar sobre a luta entre o demônio externo e anjo interior. Nós estamos em constante luta para alcançar a vitória do equilíbrio de nossa conexão. É preciso voltar a nossa interioridade para fortalecer o nosso íntimo e conseguir utilizar a conexão com o universo, cujo princípio é despertar a sua força divina, denominada de Intuição. Algumas outras possibilidades para o funcionamento da conexão seriam a Reforma Íntima e autoconhecimento. “Quando estamos com nossa energia em perfeito equilíbrio, significa que conseguimos conexão imediata com aquilo que realmente desejamos para nossa vida, é a sensação de plenitude absoluta.”

Mulher segurando um papel cortado no formato do um sinal de Wi-fi. Fundo de lago e montanhas. Pode ser entendido como estar conectado com a natureza e o universo.

Para que serve?

A conexão com o universo serve para gerar sintonia com o equilíbrio, controle da sua vida energética, saúde do corpo humano e estabelecimento dessa sintonia do “eu” superior com a realidade. Citando o livro ‘História do corpo’, temos o seguinte texto: “Morre-se de fome sob o Antigo Regime e, se as grandes crises de subsistência tendem a atenuar-se além do reinado de Luís XIV, a obsessão alimentar continua presente em toda parte até bem antes do século XIX.” Ou seja, preferimos alimentar o nosso corpo com coisas ponderáveis materiais do que a alimentação espiritual e autoconhecimento que também são reais.

E os seus efeitos?

Neste exato momento, você pode começar a se sentir saudável, próspero e a sentir o amor que o cerca, mesmo que não esteja lá. Então o universo corresponderá à natureza de sua canção e esse sentimento no seu âmago se manifestará, porque é assim que você se sente. Atualmente, o efeito da conexão pela intuição nos atravessa sempre pela palavra invocada pela formalidade social que na maioria das vezes nos provoca incômodos e descobertas para uma nova realidade. Qual é a palavra para chegar à intuição? A ponte da palavra para chegar na intuição em desenvolvimento é o estado meditativo. São dois dos quatro níveis de consciência: beta, alfa, theta e delta. Quanto mais elevada estiver a sua frequência mental, menor será a sua capacidade. Quanto mais baixa a frequência cerebral, maior a sua capacidade.

Mulher meditando. Fundo de céu e galhos de árvores.

BETA

É o estado mental em que você se encontra agora. É o estado de vigília e que explora o máximo da mente consciente. Representa, portanto, a mais alta ciclagem cerebral, correspondendo a uma média de 21 ciclos por segundo. O medo, tensão, stress, susto e pânico fazem com que a ciclagem aumente até 60 ciclos ou mais, ocorrendo as doenças psicossomáticas devido a essa alteração na frequência.

ALFA

É o estado de relaxamento profundo, da meditação, da contemplação e da oração, correspondendo a um ritmo cerebral entre 7 e 14 ciclos por segundo. Neste nível mais profundo, aumenta-se o campo da sua inteligência, da sua memória, da sua criatividade, da sua inspiração, da sua percepção sensorial e extrassensorial, e a sua intuição fica mais aguda. Com certeza, certos insights lhe ocorreram quando você nem estava pensando neles, como fazendo uma caminhada ou preparando uma refeição. É quando você se deixa permear pelo possível. Toda programação mental que você fizer em nível alfa sensibilizará de modo efetivo o seu subconsciente. Portanto, abuse das afirmações positivas, pois quanto mais profundamente gravar uma determinação ou desejo no subconsciente, mais rápido e fortemente ele cumprirá.

THETA

É o nível mais profundo e é o último nível que você atinge em estado de consciência. O ritmo cerebral fica entre 4 e 7 pulsos por segundo. É como se você estivesse em estado de sonolência, mas ainda em consciência, embora em baixa frequência ou hipnose profunda. Por sinal, quanto mais baixa for a frequência em estado de consciência, maior será a energia mental. Quanto mais diminui a fronteira entre a mente consciente e a subconsciente, mais você se aproxima da Sabedoria Infinita, do Eu Superior e da Mente Cósmica.

Registros de frequência cerebral.

DELTA

 É o nível do sono. O ritmo cerebral é de ½ a 4 ciclos por segundo. Neste estado, a mente consciente não atua. A atividade cerebral no nível delta é muito lenta, isto é, de ½ a 4 ciclos/segundo. Neste nível, os sentidos estão completamente adormecidos e a pessoa está totalmente inconsciente, o que corresponde a um estado de coma profundo, de sono profundo ou de anestesia geral. A cada noite bem dormida, reabastecemos nossa consciência cotidiana de uma nova e mais elevada compreensão da vida. Sabe aquela hora em que você está quase dormindo? Então, aproveite a hora que você vai dormir e deixe-se adormecer ligado naquilo que você deseja solucionar. A resposta com certeza virá.

Em suma, a conexão com o universo pode acontecer por várias formas e acontecimentos em nossas vidas. Uma possível mediação para o autoconhecimento espiritual pessoal e o desenvolvimento prático da meditação, com os filtros dos pensamentos e ações para o nosso mundo interior e exterior, em comunhão para o mundo sustentável e melhor. Precisamos pensar na meditação como uma prática de um mundo que pensa em sua construção interior e exterior para a valorização no sujeito enquanto social e humano. Pensar além dos padrões estabelecidos pelo mundo capistalista. Seguir nossa intuição em conexão com universo.

Referências: 
The Secret- O segredo/ Rhonda Byrne; tradução Marco Jo´se da Cunha, Alexandre Martins, Alice Xavier.- Rio de Janeiro: Ediouro,2007. História do corpo: Da Renascença ás Luzes/ sob a direção de Alain Corbin, Jean-Jacques Courtine e Georges Vigarello; tradução de Lúcia M.E Orth; revisão da tradução Ephrain Ferreira Alves. 4. Ed- Petrópolis, Rj: Vozes, 2010. Mude sua vida em 21 dias. Raquel Koury.
Disponível em <https://www.eusemfronteiras.com.br/mude-sua-vida-em-21-dias-niveis-de-consciencia/> Acesso 16 de Junho de 2018.
Disponível em< https://www.fasdapsicanalise.com.br/intuicao-e-conexao-com-o-universo/ >Acesso 14 de Junho de 2018. Em sintonia com o universo.
Disponível em <https://www.somostodosum.com.br/artigos/corpo-e-mente/em-sintonia-com-o-universo-09169.html >Acesso 14 de Junho de 2018.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]