Astrologia Autoconhecimento

Eclipse Solar

Imagem do eclipse solar e ao fundo céu escuro repleto de estrelas.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Existem muitos fenômenos astrológicos que arrancam suspiros dos terráqueos. Estrelas cadentes, formação de constelações e passagens de cometas pela Terra são alguns exemplos. Entretanto, há um acontecimento que gera curiosidade e uma visão que parece sobrenatural: o eclipse solar.

Se você nunca viu esse fenômeno acontecendo, deve saber que ele é caracterizado por uma esfera escura que vai cobrindo o Sol justamente quando ele está aparecendo para nós. Por alguns instantes, tudo fica escuro, como se fosse noite. Conseguiu visualizar? Com a explicação científica do eclipse solar, você vai se surpreender ainda mais!

Imagem do Eclipse Solar com a Lua.
Imagem de Pete Linforth por Pixabay

Explicação científica para o eclipse solar

Um eclipse solar acontece quando a Lua se posiciona entre a Terra e o Sol, cobrindo este astro. A esfera preta observada durante o fenômeno é, então, a Lua. No entanto, nem todos os lugares do planeta são tomados pela escuridão momentânea.

Um eclipse solar gera dois fenômenos visíveis: a escuridão total e a escuridão parcial. A escuridão total acontece na parte da Terra que está precisamente diante da Lua, a qual, por consequência, bloqueará totalmente os raios solares que incidiriam naquela área. Esse tipo de sombra é chamado de umbra.

No entanto, durante o eclipse solar, é possível observar a luz do astro sobressaindo-se ao contorno da Lua. Isso mostra que o Sol continua emitindo raios para a região que está um pouco distante da área encoberta pela umbra. Nessa área da Terra, forma-se a penumbra, caracterizada por uma sombra menos densa.

Para exemplificar, imagine que você tenha uma lâmpada (Sol) do tamanho da sua cabeça apontando para uma bola de tênis (Terra). Se você colocar uma bola de pingue-pongue (Lua) entre a lâmpada e a bola de tênis, uma pequena região da bola de tênis ficará totalmente escura. Em volta dessa área, porém, haverá uma sombra.

O eclipse solar acontece a cada dezoito meses, aproximadamente, em diferentes regiões do mundo. Para saber quando irá acontecer perto de onde você mora, será preciso acompanhar os calendários científicos. Se tiver a sorte de presenciar esse fenômeno, você vai precisar tomar alguns cuidados.

Imagem doo Eclipse Solar Total entre as nuvens.
Imagem de opapaty por Pixabay

Como observar um eclipse solar

Os raios ultravioleta emitidos pelo Sol são conhecidos vilões do organismo humano. Além de prejuízos para a pele, a exposição direta dos olhos, sem qualquer proteção, a essa intensidade de luz pode causar danos irreversíveis à visão.

Por isso, não se deve observar um eclipse solar a olho nu. Também é proibido usar alguns equipamentos que poderiam ser entendidos como protetores da visão, tais como óculos escuros, câmeras fotográficas sem a lente adequada, binóculos, chapas de raios X, negativos de filmes de câmeras e vidros escuros.

Talvez você esteja pensando, então, que é impossível visualizar um eclipse solar com segurança. Mas não é bem assim! Usando alguns materiais simples, a observação do fenômeno será divertida e não apresentará riscos à saúde. Veja quais são eles!

O vidro da máscara de soldador de número 14 oferece o bloqueio de luz necessário para observar o Sol com segurança. O material é barato e pode ser encontrado em lojas de materiais de construção. Porém, ainda que ele ofereça proteção contra os raios solares, não é recomendado usá-lo contra o Sol por mais de trinta segundos. Faça pausas de dois minutos e volte a observar.

Outra forma de assistir ao eclipse solar com segurança é usando duas folhas de papel. Na mais grossa, você deve fazer um pequeno furo no centro. Use a outra folha, maior, como tela. Posicione a folha furada entre o Sol e a folha maior, deixando um espaço entre elas. Acompanhe o fenômeno observando a projeção que estará visível na folha maior, e assim você não machucará seus olhos.

Imagem do eclipse solar.
Imagem de Chris Reich por Pixabay

Energias do eclipse solar

Além da análise científica sobre o eclipse solar, é possível compreendê-lo a partir das energias que ele emana. Como esse fenômeno sempre acontece durante uma Lua Nova, há uma energia de renovação que é trazida com ele.

De acordo com a astrologia, a interação entre o Sol e a Lua, dois corpos cósmicos de grande interferência na nossa personalidade e na forma como demonstramos as emoções, pode levar ao extremo os sentimentos de uma pessoa. Além da renovação de energias, a intensidade é outra palavra de ordem para o eclipse solar.

Para aproveitar o evento da melhor forma possível, existem algumas recomendações. A primeira delas é sobre o controle das emoções negativas. Se você sentir mais estresse e irritação do que o normal, evite conflitos com quem você ama. Tenha a certeza de que esses sentimentos irão passar, mas as palavras que forem ditas sempre irão permanecer.

A intensidade pode também atingir outros aspectos da sua vida, como a sua alimentação e a prática de exercícios físicos. Na ânsia de realizar muitas atividades de uma vez, você pode acabar prejudicando sua integridade física. Em relação à alimentação, certifique-se de que você está ingerindo com moderação aquilo que não faz muito bem para a sua saúde.

Por fim, para equilibrar as energias e as emoções, você pode aproveitar o período e fazer uma meditação ou relaxar. Assim, você evita que a intensidade negativa dos seus sentimentos acabe afetando a sua forma de pensar sobre a vida e sobre os seus projetos.

Imagem do Eclipse Solar entre as nuvens.
Imagem de kesie91 por Pixabay

Simpatias para o eclipse solar

Se você adora fazer simpatias, existem algumas que podem ser realizadas durante o eclipse solar. A primeira delas é para conquistar um amor, que pode ser o de outra pessoa ou um amor próprio. Veja!

Durante o fenômeno, tenha em mãos um copo com água mineral com três pétalas de rosa branca. Pense em como você quer que esse amor seja e imagine-o preenchendo todo o seu corpo. Ao final do eclipse, beba a água e, se conseguir, mastigue as pétalas.

Se o seu foco é o sucesso financeiro, ferva água com sálvia, alfazema, alecrim e três canelas em pau, durante o eclipse solar. Assim que as bolhas surgirem, coloque uma pedra pirita dentro da panela e ferva por mais cinco minutos. Quando o eclipse acabar, você deve enterrar o líquido e carregar a pirita com você por duas semanas.

Você também pode gostar

E para fazer uma limpeza astral, ideal para a renovação de ciclos, você vai precisar de um punhado de alfazema, sete gotas de essência de calêndula e um litro de água. Ferva a água e misture nela os outros ingredientes. No momento do eclipse, derrame a mistura sobre o seu corpo, mentalizando tudo que você quer deixar para trás. Use roupas brancas quando o eclipse acabar!

O eclipse solar é uma oportunidade única para estimular novas vibrações e livrar-se de tudo aquilo que está lhe fazendo mal. Siga os conselhos que preparamos e sinta sua energia melhorar muito!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]