Autoconhecimento

Quando o Espírito da Terra se torna o símbolo da Cura e do Amor?

Mãos com broto de planta e terra iluminadas pelo sol
Anna Maria Oliveira

“A Terra representa o lado visível da vida a manifestação concreta de todas as sementes que germinam no mundo das ideias”.

Samuel Souza de Paula

Hoje dia de Gaia, a Terra! 

A Terra mãe que nos acolheu em seu ventre, a Terra elemento da Natureza que dá estrutura, a Terra como elemento dos signos.

O que sentir e falar sobre a Terra? Alegria e emoção, imagina uma taurina com ascendente em libra escrevendo sobre Gaia. Transbordamento puro de Amor.

Memórias afetivas maravilhosas como, brincar de fazer comidinha e panelinha de barro, ficar descalça, sentir o orvalho da noite na grama, cheiro de terra molhada depois da chuva surgem instantaneamente!

A capacidade de ser realizadora, organizada, adorar planejamentos. Atualmente, estou mais flexível, a organização é uma bússola e se precisar mudar a direção vamos lá.

Às vezes preciso aterrar, quando me distancio muito do meu elemento, entro em contato com a energia telúrica para realizar meus sonhos, me manter focada no presente e sentir a força dessa Mãe que pulsa no meu ser.

Mulher loira de cabelos curtos de costas com braçoes para o alto com areia branca no fundo e sol refletindo

A Terra é força nutridora da Vida.

Conversa conosco, dá pistas, nos convida a olhar para a sua beleza divina e natural, somada a todos os elementos. Às vezes ela grita e chora! Por conta de filhos mimados, birrentos, que insistem em explorar seu corpo e seus recursos naturais.

Quando ouvimos a sua voz nos curamos e curamos Gaia!

A Terra, como um mundo em transformação, ajuda esses mesmos filhos a viverem a fisicalidade, olhar as suas sombras e reconhecer a sua luz.

A Terra é o elemento da cura. Em nossos artigos, sobre a Jornada Interior com os 4 Arquétipos, partilhamos o princípio de que esse elemento feminino promove a cura. Pois oferta o amor incondicional, nos ensinando a amar a nós mesmos, aos outros e Gaia, a Mãe.

“Quando os homens têm a conduta certa, suas cidades florescem e não existem guerras ou fome, pois a Terra traz abundância e felicidade a todos” 
Hesíodo

Mão com dedos tocando folhas pequenas de planta

Quando estamos verdadeiramente alinhados a esse elemento, algo mágico acontece. O fogo sagrado que pulsa em nós fica forte, pois a terra lhe dá suporte. A criatividade, as habilidades e os talentos são reconhecidos, nomeados, sem falsa modéstia. Despertam sensações lindas, maduras, a energia básica é vivida com maturidade, delicadeza, sem pressa, acolhimento é o objetivo.

Muitos caminhos espirituais reconhecem e aceitam a Terra como Deusa, Mulher e Mãe.

Nós mulheres precisamos aprender a nos reconectar a ela, podemos proteger, preservar e cuidar dela. Como se fosse o nosso corpo.

No aspecto individual, a filha de Gaia, cuida de seu próprio ser em todas as dimensões, física, emocional, comportamental e espiritual.

“Eu que sou a beleza do verde sobre a Terra, da Lua branca entre as estrelas, do mistério das águas e do desejo do coração dos homens, falo à tua alma: desperta e vem a Mim, pois sou Eu a da própria natureza, que dá a vida ao universo. De mim nasceram todas as coisas e a Mim tudo retornará…”
O Mandamento da Deusa, compilado por Doreen Valiente

“Cada passo que eu dou é um passo sagrado, cada passo que eu dou é um passo curador. Eu curo, eu curo o meu corpo, juntas curamos a Mãe Terra com amor”.
Canção tradicional dos círculos femininos norte-americanos.

Mão tocando água de mar com sol e céu ao fundo

Sugestão para alinhamento energético:

Conexão entre energias do Pai Céu e Mãe Terra

Deitada ou em pé relaxe e contraia todos os músculos do corpo, libere as tensões, relaxe a mente, faça respirações profundas e suaves, feche os olhos se conecte com a pulsação de Gaia. Imagine um fluxo de energia verde fluindo dela para você, penetrando seus pés e subindo, lentamente, até a base da coluna, passando pelos chacras, até alcançar o alto da sua cabeça. Daí ela retorna para a Terra como uma fonte de luz. Concentre-se na respiração e torne-se receptiva a outra corrente de energia, branca azulada, fluindo do espaço, trazendo vibrações celestes, estelares e planetárias. Essa energia penetra pelo chacra coronário, atravessa toda a sua coluna e se mescla com a energia, a energia da terra, três dedos abaixo do umbigo, refazendo e ativando as duas energias, como filha do Pai Céu e Mãe Terra.

Use sua vontade e crie, imaginativamente, um escudo protetor, colorido ao seu redor, a verde perto do seu corpo, a branca ao redor de sua aura. Absorva e guarde essa imagem. Respire profundamente, abra os olhos devagar. Refaça esse casulo protetor sempre que desejar. Importante lembrar da combinação das duas energias (verde da Terra e Prata do Céu), para te proteger de influências negativas.

Feliz Dia de Gaia, de Cura e Amor!

Abraço carinhoso.


Você também pode gostar de outros artigos da autora. Clique: A Jornada Interior e a trilha do Visionário

Sobre o autor

Anna Maria Oliveira

Anna Maria Oliveira

Atuo como palestrante, consultora, professora formadora na abordagem meditação e yoga lúdico na educação, desenvolvida por mim. Graduada em cursos complementares, como arte contemporânea, xilogravura, educadora brincante, reiki tibetano, técnicas corporais ayurveda, instrutora de yoga na educação com crianças.

Vasta experiência em educação pública e no terceiro setor.

Realizo atendimento individualizado para profissionais da educação, utilizando a abordagem consultoria integrada experiencial.

Fundadora da Academia Confluência, escola de desenvolvimento humano para autogestão.

CONTATOS
E-mail: [email protected]
Site: academiaconfluencia.com.br
Facebook: academiaconfluencia
Instagram: @academiaconfluencia
Linkedin: Anna Maria de Oliveira