Saúde Integral

Por que estamos cansados e com a sensação de que o tempo passa rápido?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Conforme o tempo vai passando, está ficando mais comum ouvirmos das pessoas que elas estão mais cansadas. Seja um esgotamento físico ou mental. Ao mesmo tempo, também relatam que sentem que o tempo aparenta estar “voando”. Você se identifica com essa sensação? Então, leia esse texto!

O tempo é o mesmo, mas nós somos outros

Se essa frase não te conforma, sinto muito, mas é a realidade. O relógio segue o mesmo cronograma. Os dias continuam com 24 horas e os 7 dias da semana ainda são os mesmos. É física e não temos como fugir dessa explicação.

Acontece que a tecnologia invadiu a nossa vida. Antes, nossos antepassados se comunicavam com carta. Os eventos envolvendo compromissos não eram muitos. Hoje, não. Processamos, todos os dias, muitas informações. Conversamos com um amigo que mora no outro lado do mundo e que nos dá a sensação de que está perto de nós.

Somos outros, não é mesmo?

Os compromissos e o trabalho têm tomado parte de nosso dia a dia. Muitos chegam em casa e ainda permanecem trabalhando. Até antes mesmo de dormir ainda permanecem conectados. Dormem e, quando acordam, têm a nítida sensação de que não dormiram muito. Logo, começam os dias cansados e, assim, vão até o final de semana, onde tentam recuperar o sono, mas a conexão ainda é forte com a tecnologia. Ou seja, somos outros. Observe os parques, os locais que frequenta. Conversamos mais virtualmente do que pessoalmente. 

Cansaço e conexão

Além de termos mudado, pois a tecnologia também proporcionou essa mudança, somos conectados. A conexão invadiu a nossa vida e quem não consegue colocar limite pode até ficar 24 horas conectado. Mas conectados acabamos não relaxando, mesmo que acreditemos estar relaxando, mas o simples fato de estarmos em uma rede deitados e teclando não quer dizer que estamos relaxando. E aí está a grande diferença. A conexão também nos cansa, mesmo que estejamos deitados, pois o excesso de informação dá a sensação de que o tempo voa, a mente cansa e o corpo também.

Há também alguns hábitos que deixam a gente mais cansada, como: dormir pouco, má alimentação, excesso de preocupação, entre outros. Para conseguir ter uma vida mais tranquila, é importante mudar estes hábitos que percebemos que não nos fazem bem.

Vida que passa

O fundamental é ter a consciência de que a vida passa, a gente envelhece. Estes processos fazem parte da vida. Mas, para não entrar em um piloto automático, é preciso começar a ter consciência de algumas ações.

Buscar ajuda de terapias alternativas que consigam fazer a gente parar um pouco, respirar e pensar é bom. A meditação e o yoga podem ajudar muitas pessoas a dar essa parada e viver um dia de cada vez. Quando damos o primeiro pontapé, outras coisas mais importantes começam a aparecer em nossa vida.

As terapias são importantes, pois nos ajudam a parar, aproveitar o momento presente sem ficar com a mente no passado ou no futuro, pois é assim que a maioria das pessoas se sente hoje. Com isso, o estresse e a ansiedade aumentam. Permita-se fazer pausas, deixe o celular um pouco de lado. Permita-se dizer que você relaxou e, acredite, é possível e é muito bom.


Escrito por Angélica Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]