Astronomia Autoconhecimento

Super Lua: Conheça esse fenômeno astronômico

Imagem de um céu encoberto com muitas névoas e ao fundo uma super lua.
Gerhard G. / Pixabay
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A Lua, com seu brilho prateado e suas quatro fases, sempre foi um dos corpos celestes que mais fascinaram o homem. Há realmente diversos mistérios e curiosidades sobre esse nosso satélite, e um deles impressiona desde o seu nome: a Superlua! Você já ouviu falar sobre ela?

Segundo a Astronomia, a Superlua, também conhecida como Superlua Cheia, ocorre quando a Lua está em sua fase Cheia e se encontra no que os astrônomos chamam de perigeu, ou seja, o momento em que ela está mais perto do corpo que orbita – a Terra.

Como fica mais próxima da Terra nesse momento, e considerando que está em sua fase Cheia – isto é, o período em que sua totalidade é refletida na Terra –, a Lua fica ainda maior aos nossos olhos. Daí o motivo para o fenômeno se chamar Superlua. Astrônomos estimam que ela pode parecer até 14% maior e cerca de 10% mais brilhante.

Em 14 de novembro de 2016, tivemos a Superlua mais próxima de nós da História. Naquela data, a Lua ficou a “apenas” 356.511 quilômetros da Terra, algo que não ocorria desde 1948 e que não vai acontecer antes de 2034. Já em 2011, ocorreu a Superlua mais brilhante da História. Naquela noite, o satélite esteve 16,52% mais brilhante do que o normal. A título de curiosidade: antigamente associava-se a ocorrência de uma Superlua a desastres naturais, como terremotos, erupções de vulcões e grandes tempestades.

A energia da Superlua

A Lua, segundo a Astrologia, é um símbolo de feminilidade e maternidade. A Lua Cheia, por si só, representa a fase da mãe, ou seja, da mulher em seu auge em relação a energia, poder e vitalidade. É nessa Lua que podemos nos conectar mais intimamente com os nossos desejos e processos de autoconhecimento. Mas nem só de pedidos deve ser essa fase, porque também é um período para ser grato.

Imagem da super lua na cor alaranjada e ao fundo o céu estrelado.
MouseMadeContent / Pixabay

Como a Superlua é uma Lua Cheia ainda maior e mais brilhante, essas características ficam bem mais ressaltadas do que quando ocorre uma Lua Cheia comum. Então é o momento ideal para se limpar das energias dos ciclos antigos, aproveitar o dia para fazer os pedidos e os agradecimentos mais sinceros e, então, entrar em um novo ciclo renovado energeticamente.

A melhor maneira de fazer essa limpeza energética é com um banho mágico. Apesar do nome, não há nada de ocultismo ou de magia negativa nele, apenas a renovação que ele traz é que lhe rende esse nome. Fazer esse banho é muito simples. Confira.

Banho mágico da Superlua

Ferva água e, com ela ainda borbulhando, adicione as seguintes ervas: alecrim, orégano, hortelã, canela e cravo. Se você tiver todas à disposição, melhor. Mas, caso não tenha, utilize o que estiver disponível.

Depois de adicionar as ervas e deixar em infusão, coe a mistura e adicione um pouco de água gelada ou em temperatura ambiente, para que seja possível tomar banho sem se escaldar. Quando a água estiver numa temperatura agradável, lave seu corpo com calma, de preferência tendo como fundo uma música da qual você goste muito e, se for possível, com uma vela acesa.

Importante: não jogue a água toda de uma vez no seu corpo. Faça o processo aos poucos, mentalizando aquilo que deseja e tudo pelo qual gostaria de agradecer.

Ritual de Superlua

Após o banho mágico da Superlua, há um ritual muito simples que você pode fazer. Comece acendendo uma vela branca em algum lugar no qual você se sinta à vontade. Em seguida, coloque um cristal de sua preferência ao lado da vela. É importante pesquisar as propriedades dos cristais e usar aquele que traga as energias que você deseja no momento. Do outro lado da vela, coloque um copo com água filtrada. Em volta desses objetos, faça um círculo com manjericão e/ou orégano.

Imagem de uma super lua e ao fundo o céu estrelado.
Eli Jarra / Pixabay

Quando tudo estiver posicionado e pronto, respire fundo algumas vezes, relaxe e permita que o seu corpo fique calmo e em estado de harmonia. Fique nesse estado por cinco minutos. Depois desse tempo, visualize uma luz branca a sua volta e convide para o seu interior as energias que você deseja. É importante convidá-las mental e espiritualmente, em vez de desejar ou comandar que elas fiquem ao seu lado.

Após o fim desse processo, apague a vela, retire as ervas gentilmente e tome o copo d’água. É bastante importante que você carregue consigo, nos dias seguintes à Superlua, o cristal que fez parte do ritual.

Superlua Rosa

Conhecido também como Lua Rosa, Lua do Pessach e Lua Pascal, a Superlua rosa é um fenômeno bastante conhecido e tradicional em alguns lugares. O nome não se dá porque a Lua fica com coloração rosa na data, mas sim porque é o momento em que as flores silvestres creeping phlox – estas, sim, na cor rosa – aparecem nos campos dos Estados Unidos, o que fez com que, desde muito tempo, os americanos tradicionalmente chamassem essa Lua assim.

Calendário de Superluas

Em 2021 teremos 3 Superluas: nos dias 27 de abril, 26 de maio e 4 dezembro.

Em 2022, serão 4: nos dias 2 de janeiro, 14 de junho, 13 de julho e 23 de dezembro.

Em 2023, três Superluas poderão ser vistas: em 21 de janeiro, 20 de fevereiro e 1º de agosto.

A Superlua é, de fato, um dos fenômenos astronômicos mais impressionantes que podemos presenciar, especialmente porque sabemos que é quando esse nosso satélite brilhante e misterioso está mais perto de nós e de nossas vidas.

Imagem preto e branco da super lua.
Werner Redlich – TXT met een Klik / Pixabay

Você também pode gostar

Fique atento às datas das Superluas e não perca esse fenômeno, tanto para observá-lo quanto para aproveitar suas energias para fazer o ritual que trouxemos aqui!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]