Convivendo

Transforme sua vida em 21 Dias – Dia 16 ao 20

Carolina Zambelo
Escrito por Carolina Zambelo

Frustração e Inteligência Emocional

Estou na reta final do #DesafioCross21 e nessa última semana muita coisa aconteceu, afinal, a vida não paralisa para que realizemos nossos sonhos e completemos nossos desafios. Muito pelo contrário, ela corre e te põe à prova o tempo inteiro!

Nesses últimos dias tivemos uma bela e magnífica jacada, TPM daquelas que não tinha há muito tempo, estresse e muito estresse! E é muito louco como tudo isso vem como um tornado, tirando do lugar todas as nossas emoções e trazendo dúvidas e inseguranças para questões que julgávamos já resolvidas.

Não sei vocês, mas sou uma pessoa que me cobro muito, de forma que considero não saudável para meu estado mental. Como comentei, vacilei um dia com tudo o que tinha direito! Não fui treinar e sai legal da dieta! Resultado? Acordei mal, me julgando, me culpando, momento autodestrutivo mesmo! Veio a frustração, a sensação de ser incapaz de levar algo adiante e muitos dos meus “fracassos” do passado bateram na porta, como aquela visita chata que chega sem avisar e quer passar um mês em casa. Me senti uma impostora, uma fraude, com vontade de enfiar a cabeça em um buraco e ali permanecer pelas próximas encarnações quem sabe!

É impressionante a nossa capacidade de vitimização, de autossabotagem e invalidação das qualidades. Mas calma, tudo isso foi muito intenso, mas durou pouco! Racionalizei e vi que a jaca nem era tão grande assim e que estava tudo bem, afinal acordei com saúde pra continuar meu caminho. E lá fui eu, mantendo a alimentação corretamente e de volta para minha rotina de treinos. Tudo resolvido! Vida que segue!

E aí me deparei com  algumas situações desagradáveis que fazem parte do dia a dia de todos nós! Como já comentei em algum dos textos anteriores, tenho uma ansiedade crônica e uma dificuldade imensa de lidar com algumas situações de alto nível de estresse. Então, junte isso aos efeitos da TPM e tínhamos uma bomba ambulante prestes a explodir! E vou dizer que foi por pouco viu!

Mas todo esse processo do #DesafioCross21 foi fundamental para transpor mais esse momento insano
Primeiro porque exercícios físicos são ótimos liberadores de estresse, além de excelentes para pessoas que sofrem de algum transtorno mental como ansiedade e depressão, por exemplo. Segundo que um dos meus propósitos neste desafio é caminhar um pouco mais rumo ao autoconhecimento. Então depois de “tentar” meditar, fazer sessões de respiração (funciona, acalma muito), comecei a me questionar por qual motivo estava me sentindo daquela maneira, por que esses ocorridos mexeram tanto comigo e foram capazes de me tirar do centro? E a partir daí fui trabalhando caso a caso, sentimento a sentimento e posso dizer que hoje acordei muito melhor. Triste sim, mas de uma forma mais calma e equilibrada. Acho que isso é o que os especialistas chamam de Inteligência Emocional.

A conclusão que tiro desses últimos acontecimentos é algo que muito tem se falado por aí, a gente às vezes até repete, mas pôr em prática meu amigo, não é lá essa moleza toda:

Mas a verdade é que o que as pessoas fazem pra gente é responsabilidade delas, como nos sentimos diante daquilo que nos fizeram é responsabilidade nossa! O que pensam da gente é apenas a conclusão que as pessoas tiram baseadas em suas próprias experiências, o que você pensa de você é aquilo que você realmente é ou o que se torna!

Por isso é fundamental vigiar nossos pensamentos, fortalecer a autoestima, não ser tão crítico e cruel! Porque os outros são os outros e no final é só a gente com a gente mesmo!

O mantra de hoje e de sempre para mim e para vocês (e todo mundo canta junto rsrs) é EU SOU FODA, EU ME PERDOO, EU ME ACEITO E EU ME AMO!

Que todos nós consigamos lidar com nossa sombra e luz de forma equilibrada para que dia após dia possamos construir a melhor versão de nós mesmos.

Namastê.  


Acompanhe todo o processo através dos outros artigos. Acesse:

Dia 1 O poder da motivação em nossas vidas! Enfrentando os desafios para manter o foco A importância do grupo de apoio Aprendendo a conviver com o medo

 

Sobre o autor

Carolina Zambelo

Carolina Zambelo

Jornalista, aquariana, mãe do Dudu (um maltês de 6 anos), tia da Bella e do Matheus, otimista por vocação, muita fé em Deus e na vida e sempre em busca da minha melhor versão.

Desde pequena sou ligada aos assuntos que envolvem esse mundo “oculto”, sempre acreditei em forças superiores e que a vida é algo muito além do que nossos olhos são capazes de enxergar, pelo menos, os olhos físicos.

Como um ser que ainda não se iluminou, coleciono tropeços, lágrimas, recomeços, mas também acertos lindos, sorrisos e muito amor!

Meu desejo é que meus conhecimentos humanos, espirituais e profissionais possam levar muita coisa boa para o maior número de pessoas possível e transformar vidas. Inclusive, foi por esse motivo, que ainda criança, decidi ser jornalista. Sempre acreditei que a informação revoluciona e é capaz de mudar o mundo.

Que essa missão perpetue e que seja incrivelmente linda para todos nós.

Gratidão. Namastê!

Contatos:
Facebook: /Carolina Zambelo |
Instagram: @carolinazambelo
E-mail: [email protected]