Autoconhecimento Comportamento Meditação

Meditação Transcendental: conheça os benefícios dessa prática!

Imagem com muitas montanhas cobertas de gelo e neve e em destaque a estátua de Buda na cor branca.
Marisa04 / Pixabay
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

As pessoas vêm buscando alternativas para conseguir minimizar os efeitos do estresse que o cotidiano provoca na vida de todos. A saúde mental se tornou foco tanto quanto procurar um médico, nutricionista, personal trainer ou academia para cuidar da saúde física.

Todos desejam se sentir bem. E mais do que isso, há uma consciência sobre se reencontrar com a própria essência, atingir equilíbrio e paz interior como caminhos para a felicidade. Alguns buscam a religião; outros, terapias convencionais e alternativas. E existem aqueles que buscam a meditação.

Os benefícios da meditação são conhecidos por terem o poder equilibrar pensamentos, sentimentos e emoções, por elevar a consciência e por serem fontes de autoconhecimento.

Um exemplo conhecido de busca da meditação como instrumento para conexão cósmica e ampliação criativa, entre outros resultados, é o dos Beatles, que, por influência de Pattie Boyd (esposa de George Harrison), aprenderam e praticaram a meditação transcendental com Maharishi Mahesh Yogi, entre os anos de 1967 e 1968.

Imagem de uma montanha com neblina. Em destaque uma mulher meditando sobre uma rocha.
Bhikku Amitha / Pixabay

Os Beatles estiveram em retiro espiritual em Rishikesh, norte da Índia, durante um período que foi o mais profícuo da vida dos artistas. Isso se prova com o lendário “Álbum Branco”, assim conhecido por ter a capa toda branca, contrastando com o nome “The Beatles” impresso em relevo e na cor cinza.

O décimo álbum da carreira da banda foi lançado poucos meses após o retiro, em 1968. Duplo, ele traz 30 composições ecléticas, vindas da então expandida criatividade individual dos quatro integrantes. Reúne um apanhado de estilos musicais dentro do rock, tendo se tornado um dos álbuns de maior sucesso de todos os tempos da lista dos 200 Álbuns Definitivos no Hall da Fama do Rock and Roll. Juntos, em Rishikesh, eles compuseram 48 canções, algumas incluídas em álbuns individuais.

Mas, em meio a suspeitas de assédio sexual às mulheres que acompanhavam os Beatles no retiro – esposas, Mia Farrow e sua irmã, Prudence, e também de fraude financeira por parte do guru Maharishi, os músicos deixaram Rishikesh.

Contudo o hábito da meditação permaneceria na vida dos integrantes da banda, e, anos mais tarde, Paul McCartney e George Harrison se desculparam publicamente pela saída abrupta do retiro, com John Lennon dizendo ao guru: “Bom, já que você é tão cósmico, você deve saber”. Apesar de tudo, a meditação transcendental se tornou popular na época. Mas quais são os benefícios da prática da meditação transcendental na vida das pessoas? Continue lendo este artigo e descubra!

Imagem de uma moça sentada em um chão forrado de folhas. Ela está praticando a meditação.
JL G / Pixabay

O que é meditação transcendental?

A meditação transcendental é uma técnica simples e natural, sem qualquer concentração ou controle da mente, e tem por objetivo de alcançar o quarto e mais puro estado de consciência: a experiência da transcendência, na qual se atinge uma condição de repouso profundo, possibilitando ao corpo regenerar-se, eliminar as tensões e estresses e desenvolver o poder mental como a inteligência criativa.

Conforme demonstrado no estudo “fMRI during Transcendental Meditation practice”, publicado no periódico “Brain and Cognition” em 2018, o nível de atividade do córtex pré-frontal dorsolateral e do córtex cingulado anterior do cérebro aumentou durante a prática da meditação transcendental, ao passo que a atividade na região do cerebelo e da ponte do tronco cerebral diminuiu.

A diminuição na atividade do cerebelo é importante, por exemplo, porque está relacionada com o ritmo respiratório, movimento dos músculos e dos olhos, comportamentos essenciais sob os quais não temos controle o tempo todo.

Quanto à diminuição da atividade da ponte do tronco cerebral, ela ajuda a regular os batimentos cardíacos e a pressão arterial, além de estar relacionada com funções complexas, como o controle de impulsos e a tomada de decisões.

A meditação transcendental surgiu do conhecimento védico ancestral (tradição hindu), reformulado na filosofia vedanta não dualista (tudo é essencialmente inteiro, indivisível, atemporal e eterno), chamada Advaita Vedanta, de cerca de dez mil anos atrás, e reavivada por Swami Brahmananda Saraswati (Guru Dev), orientador, durante treze anos, de Maharishi Mahesh Yogi, que a propagou pelo mundo.

Imagem de três homens carecas, sentados de costas em um tronco de árvore meditando de frente para uma floresta. Os três usam uma túnica na cor marrom.
Truthseeker08 / Pixabay

Benefícios da meditação transcendental

A meditação transcendental é uma das técnicas mais estudadas no mundo, em centros de pesquisas e universidades como Harvard, Stanford e UCLA, e seus benefícios já foram divulgados em mais de 150 revistas científicas. Mais de sete milhões de pessoas já experimentaram os benefícios da técnica, que leva a um estado de plenitude interior, gerado pela prática frequente. Alguns benefícios observados com a prática regular são:

• maior resistência à fadiga e ao estresse;
• mais energia e disposição;
• auxílio no tratamento de insônia, ansiedade, síndrome do pânico e depressão;
• ampliação da criatividade e do pensamento lógico;
• aumento na capacidade de memória e de concentração;
• redução do medo e da insegurança;
• aumento da autoconfiança e da autoestima;
• proteção do organismo contra doenças cardiovasculares como hipertensão, infartos e acidentes vasculares cerebrais;
• auxílio na redução e eliminação do consumo de bebidas alcoólicas e de fumo.

É importante destacar que, apesar dos benefícios da meditação transcendental, ela não deve substituir o diagnóstico ou o tratamento médico.

Imagem de um homem sentado de costas sobre um tapete de yoga praticando a meditação em frente a um lago todo arborizado.
PublicDomainPictures / Pixabay

Como fazer a meditação transcendental?

A meditação transcendental não tem vínculo religioso, não altera o estilo de vida, é praticada em sessões de vinte minutos, duas vezes ao dia – uma ao acordar e outra antes de dormir –, em silêncio, de olhos fechados, com repetição mental de palavras ou frases curtas (mantras), impedindo a interferência de pensamentos ou qualquer estímulo ambiental, para se atingir a condição meditativa.

Ela pode ser realizada em qualquer ambiente, desde que o praticante esteja em posição confortável. Não há qualquer tipo de controle respiratório, pois a respiração se processa de forma natural. Pode ser praticada antes dos 10 anos de idade, desde que com método específico.

A meditação transcendental deve ser aprendida com professor e instituição credenciados pela Sociedade Internacional de Meditação, que, ao longo das décadas, mantém fidedignidade ao que estruturou Maharishi Mahesh Yogi.

Onde posso aprender a meditação transcendental?

Apesar da simplicidade da técnica, a prática deve ser ensinada por um mestre credenciado, para garantir que, no decorrer do tempo, ela se mantenha fiel às suas origens védicas. Deve ser aprendida presencialmente. O mestre ensina individualmente.

Os professores credenciados, bem como as instituições que ensinam a técnica, podem ser encontrados ao redor do mundo, por exemplo Maharishi European Research University (MERU), Holanda. No Brasil, podemos aprender a técnica em:

Imagem com o fundo do por do sol e em destaque um homem de perfil com as mãos unidas fazendo meditação.
李磊瑜伽 / Pixabay

Meditação Transcendental Brasil: http://meditacao-transcendental.com.br/

Rio de Janeiro

Klebér Tani (Diretor da sede Leblon)
Av. Ataulfo de Paiva, 706/301 – Leblon
21 2239 7066 e 21 98133 0809
[email protected]

Sede oficial – São Paulo

Rua Lima Barros, 93 – Ibirapuera – São Paulo
[email protected]
http://meditacaosaopaulo.com.br

Outros credenciados:

Ceará

Lucia Andrea Sindeaux: https://meditacaotranscendental.com.br/unidades/ce/fortaleza/bairro-de-fatima/

Minas Gerais

Eliana Homenco
[email protected]
www.silencioprofundo.com.br

Santa Catarina

Monica Tarrisse da Fontoura
[email protected]

Brasília

Masé Nascimento

https://meditacaotranscendental.com.br/unidades/df/brasilia/asa-sul/
www.facebook.com/mtbrasilia
[email protected]

Imagem de uma mulher loira de costas praticando a meditação em frente de um rio. Ela está sentada em um gramado. Usa uma calça escura e uma camiseta branca.
Pexels / Pixabay

Você também pode gostar

Para concluir, sabemos que, no mundo todo, cada vez mais pessoas procuram alternativas para obter bem-estar e autoconhecimento. De uma forma geral, a meditação não é uma técnica nova, e a meditação transcendental em si é fácil de ser utilizada, mas requer obviamente o aprendizado com um professor credenciado, o que a torna mais segura. Buscar realizar o curso com professor idôneo é uma forma de garantir esses resultados e uma prática que vai gerar paz interior e outra consciência sobre si e sobre o mundo.

Os benefícios da meditação transcendental são vários e podem ser observados já nos primeiros dias de sua utilização. Experimente! Invista em você e na sua saúde física e mental.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]