Nutrição

5 coisas que você precisa saber sobre o glúten

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Muito tem se falado sobre o glúten e o como as pessoas que tem intolerância a essa proteína precisam conhecer bem a composição dos alimentos. O glúten é uma proteína encontrada no trigo, cevada, bolos e pães. Quem tem intolerância ao glúten, a doença celíaca, precisa substitui-lo por farinha de arroz, trigo sarraceno, biomassa de banana verde entre outras opções disponíveis no mercado.

O glúten assim que chega ao intestino se transforma em uma espécie de “cola” que gruda no intestino e consequentemente pode ocasionar dores articulares, diarreia e alergias. O fato de tantas pessoas estarem com intolerância ao glúten pode ser devido ao crescente consumo de produtos a base da proteína.

Mas independente de fazer mal para algumas pessoas, ele não pode ser tratado como um vilão. Confira cinco coisas que você precisa saber sobre o glúten:

1) Tirar o glúten do cardápio

As pessoas que desenvolvem a doença celíaca que é intolerância ao glúten realmente precisam cortar o glúten de seu cardápio e encontrar outras opções para substitui-los. Mas aqueles que não têm intolerância não é necessário fazer essa troca. Não existe uma comprovação científica de que tirar o glúten vá fazer bem à saúde. Por isso, faça essa troca apenas se for necessário.

2) Sintomas de quem tem intolerância ao glúten

Muitas pessoas demoram a perceber que tem alguma intolerância a esta proteína. Os sintomas mais comuns são: fraqueza, irritação na pele, diarreia, enxaqueca e perda de peso. Mas estes sintomas são na maioria das vezes confundidos com outras doenças ou apenas um mal-estar. Por isso, o mais adequado a fazer é exame de sangue e biópsia do intestino delgado.

shutterstock_206560852-23) Intolerância a glúten pode se desenvolver em qualquer idade

A doença celíaca pode se manifestar em qualquer idade. No Brasil ela pode se desenvolver em uma a cada 100 pessoas, um número bem expressivo. Desde crianças e adultos podem ampliar a doença, que não tem cura. Assim que se descobre deve-se substituir o glúten por outras composições como farinha de amêndoa, quinoa, linhaça e soja.

4) O glúten afeta todo o mundo

Devido a tantas transformações, as pessoas estão desenvolvendo cada vez mais sensibilidade para algumas proteínas, e o glúten é uma delas. Chamado até de doença moderna, a doença celíaca aumentou em 400% nos últimos anos em todo mundo. Mas para as pessoas que tem intolerância existe uma indústria desenvolvida especialmente para eles, com os chamados produtos sem glúten.

5) Para pessoas intolerantes ao glúten, este pode causar outras doenças se não diagnosticado

É importante fazer diagnóstico com os médicos assim que suspeitar que se pode ter intolerância a esta proteína. Um diagnóstico feito tardiamente pode acarretar em sérios problemas, como dificuldade de engravidar, ganhar massa magra, estimula a formação de gordura, ativa a enzima que produz colesterol e até depressão.

Por isso, toda precaução. O melhor a fazer é conhecer bem a sua saúde e como você se sente depois que ingere certo tipo de alimento. É preciso fazer esta observação. Conhecendo o nosso corpo e o modo como se comporta, é possível prevenir outras doenças.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]