Nutrição

Como fazer uma horta em sua casa?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Muita gente ama mexer com plantas, quem se dedica ao hobby relata que o estresse vai embora. Isso não é exagero, várias pesquisas apontam que o contato com a terra traz enorme bem-estar físico e fortalece o sistema imunológico e mental, pois a atividade libera serotonina, o famoso neurotransmissor responsável pela sensação de prazer. As crianças também se beneficiam, pois o organismo infantil cria anticorpos que entram em ação quando os pequenos tiverem alguma infecção.

As plantas em si têm inúmeros benefícios além de embelezar, elas deixam os ambientes menos barulhentos e mais frescos. Algumas agem como repelentes, como o tomilho limão, outras são medicinais, como a erva cidreira e ainda há aquelas que sugam gases tóxicos, que é o caso do lírio da paz e o antúrio. Os amantes das plantas querem tê-las até no quarto e um vasinho de violetas cai muito bem.

Tempero caseiro

Que tal fazer uma atividade relaxante e dar mais sabor aos alimentos? Ter uma horta em casa possibilita isso. Já imaginou temperar peixes e frangos com alecrim fresquinho? E colher manjericão na hora e deixar sua macarronada mais gostosa? Plantar essas ervas faz bem à saúde e ao bolso. Cada vez mais pessoas se dedicam a cultivar temperos, os mais indicados são: salsa, manjericão, alecrim, hortelã, sálvia, tomilho, pimenta e orégano, conheça as particularidades deles:

Salsa

Ótima para temperar saladas, sopas e carnes, a salsa não dá trabalho. Ela gosta de temperatura amena (máximo 22ºC), luz solar indireta e a terra precisa ser regada sempre, mas com cuidado para não ficar encharcada. A colheita ocorre de 60 a 90 dias após o plantio, período onde a planta tem de 12 a 16 centímetros.

Manjericão

Deve ser plantado em locais com temperatura acima de 18ºC. O manjericão precisa de 3 horas de sol diariamente. A terra deve ser molhada todos os dias de forma moderada. A colheita é feita entre 60 e 90 dias após o plantio.

Alecrim

Se adapta a várias temperaturas, menos as extremas. Fica até três dias sem água, porém, logo após o plantio deve ser regado frequentemente. Na fase adulta, reduza a quantidade de água. A colheita é feita 90 dias após o plantio.

Hortelã

Usada em chás, decoração de pratos e comum na culinária árabe, a hortelã gosta de temperatura amena e pouco vento. A erva deve ficar em um vaso, porque tem raiz profunda. A terra precisa estar úmida o tempo todo. A hora de colher é quando a hortelã estiver florescendo.

Sálvia

A sálvia gosta de temperaturas amenas e baixas. Esse tempero bom para carnes gordurosas e decoração de pratos precisa de 2 horas diárias de luz solar. A terra deve ficar sempre molhada, mas quando plantada em lugares com temperatura baixa, não pode estar tão úmida. A colheita é feita entre 90 e 120 dias após o plantio.

Tomilho

Pode ser plantada em temperaturas entre 4°C e 28°C. A muda precisa de 5 horas de luz diariamente. O aroma é determinado pelo intervalo da rega, por isso, molhe a cada dois dias. A colheita é feita entre 60 e 90 dias após o plantio.

Pimenta

Plante em vaso isolado sob temperatura máxima de 34ºC. A pimenta Jalapeño prefere clima úmido, enquanto a Habanero gosta de clima seco. Todas as espécies precisam de muita luminosidade. O tempo da colheita varia entre 80 e 150 dias após o cultivo.

Orégano

O aconselhável é ficar em temperatura entre 21°C e 25°C, porém, se adapta a temperaturas altas e baixas. A terra não deve ficar muito seca, nem muito molhada. A erva precisa de 4 horas diárias de luz solar, aliás, quanto mais exposta ao sol, mais aromático. Colha o orégano quando ele tiver com 20 centímetros de altura.

O que mais dá para plantar?

Tomate cereja

O tomate cereja é adocicado, ótimo para aperitivos, saladas e até para ser consumido puro. A espécie é ideal para hortas caseiras, já que é pequeno, e é necessário apenas um suporte, pois é uma planta trepadeira. Precisa de 4 horas diárias de sol e ser regado frequentemente, mas sem encharcar a terra. A colheita ocorre entre 90 a 120 dias após o plantio. 

Mais sugestões: rúcula, cebolinha e couve manteiga.

Seedlings of lettuce with gardening tools outside the potting sh


Fazendo uma horta caseira

Você sabe o que cultivar em casa, mas como fazer uma horta caseira? Preparamos esse guia para você começar hoje mesmo, então, mãos na terra.

  • Você pode comprar sementes ou replantar mudas já grandinhas. Se escolher sementes, não coloque muito no fundo, pois elas vão morrer.
  • Os vasos precisam ser retangulares e no meio termo entre profundo e raso. Potes e baldes de plástico e vidros podem servir de vaso, pegue uma furadeira e faça furos no fundo. Recipientes de plástico retêm umidade e calor e são ótimos para o manjericão, os vasos de terracota são porosos e não deixam a terra encharcar, perfeitos para o tomate. Manjericão, salsinha e orégano podem ficar no mesmo vaso, já a hortelã e a pimenta precisam ficar separadas.
  • Para preparar a terra, misture metade dela e a metade de um composto orgânico, ou então, húmus de minhoca. Coloque pedras ou cacos de cerâmica no fundo dos vasos, para ajudar no escoamento da água.
  • Caso não bata sol na casa, deixe o vaso perto das janelas. Já falamos sobre a periodicidade das regas, mas outra dica é o teste do “dedômetro” de manhã ou no final da tarde. Se colocar o dedo na terra e ela estiver molhada e grudenta, não precisa molhar mais.
  • As graminhas que nascerem são chamadas de espécies espontâneas, corte-as somente se não prejudicarem as plantas comestíveis.
  • Percebeu a invasão de pragas? Não use venenos, para não contaminar as plantas, nem a você. Combata as formigas com essa mistura: 10g de sabão de coco em pó, 5 centímetros de fumo de corda picado e 1 litro de água. Espere um dia, coe para remover os resíduos de fumo e pulverize. O alho é outro repelente natural, basta bater no liquidificador uma cabeça de alho, cravos da índia e dois copos de água. Espere um dia e adicione 3 litros de água à mistura e pulverize.

Viu só como é fácil fazer uma horta em casa? Não perca mais tempo e desfrute dessa prática relaxante que dará mais sabor as suas refeições. Quando sua horta estiver pronta, conte o que achou da atividade e como está usando as ervas.


  • Escrito por Sumaia Santana da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]