Energia em Equilíbrio Yoga

Dia Internacional da Yoga – Arte, Ciência e Filosofia para viver mais e melhor

Mulher praticando yoga em um tapete, na sala de casa.
123RF/Katarzyna Białasiewicz
Anna Maria Oliveira
Escrito por Anna Maria Oliveira

“O fato de as coisas ficarem melhores ou piores depende de nossas ações.” – T.K.V. Desikachar

Sri Tirumalai Krishnamacharya viveu mais de 100 anos e foi um dos maiores yogis da era moderna. T.K.V. Desikachar, falecido em 2016, filho de Krishnamacharya, baseou seu método no ensino fundamental de seu pai, sustentando que as práticas devem ser continuamente adaptadas às necessidades e transformações do indivíduo para proporcionar o máximo valor terapêutico, considerando o estado de saúde, emoções, idade, estilo de vida e necessidades de cada praticante.

A mensagem milenar e universal da Yoga é a atenção completa ao ato de respirar; é a respiração que guia as posturas e os movimentos, integrando mente, corpo e espírito.

Reconhecida como prática integrativa, é adotada como caminho terapêutico para diversas doenças físicas e psicossomáticas em algumas unidades básicas de saúde do nosso país. É praticada em academias e estúdios com diferentes métodos e orientada por profissionais experientes.

Atualmente é adotada como prática de concentração, relaxamento e redução de situações de estresse em escolas e empresas.

Sempre ressalto que Yoga não é moda, não é competição, não é malabarismo.

Yoga é filosofia, um convite ao saber pessoal para observar, reavaliar e mudar hábitos, a fim de ampliar a qualidade de vida e a longevidade de quem a escolhe para viver conectado com a própria essência e natureza.

Yoga é arte, nos inspira a apreciar os ritmos da vida. Antes de praticar posturas e respiração, precisamos ver, escutar, sentir, pensar sobre o significado de estarmos integrados. Não existe eu antes, durante e depois da prática, o que existe é o ser se expressando no corpo físico mais ou menos consciente de seu estado emocional e espiritual.

Mulher praticando yoga ao ar livre, ao lado de um rio.
Foto de Max Nikhil Thimmayya no Pexels

Yoga é a ciência do Ser para o Ser, sabedoria ancestral que atravessou milênios, mobilizando estudos, pesquisas sobre os benefícios gerados em seus praticantes, como redução e prevenção aos estados de ansiedade, estresse, insônia, nervosismo, déficit de atenção, hiperatividade, baixa autoestima, enxaqueca, cólicas abdominais e menstruais, síndrome do pânico, doenças respiratórias. Portanto, é admitido como terapia complementar aos tratamentos médicos tradicionais.

A filosofia, a arte e a ciência – verdadeiras – da Yoga levam a pessoa a realizar mudanças desejadas em sua vida com amor e respeito.

Quando comecei a praticar meditação e, alguns anos depois, Yoga, fiz mudanças profundas em minha vida, senti vontade de partilhar as práticas com crianças e adolescentes. Além das práticas, estudei sozinha, fiz cursos e desenvolvi a Abordagem Integrativa Meditação e Yoga Lúdica na Educação. Profissional na área da educação há quase 30 anos, descobri um novo amor e caminho para cooperar com a Educação Integral.

Tenho vivido experiências incríveis, nos últimos dez anos, com crianças. A abordagem é permeada e tocada pelas contribuições delas, adolescentes, pais, educadores e gestores de escolas públicas e privadas e de organizações sociais.

Você também pode gostar

Desde o início da pandemia, por conta do isolamento social e da preocupação com o bem-estar de alunos (crianças e adultos), iniciei um trabalho de produção de guias e vídeos, disponibilizados para acolher e dar continuidade aos projetos nesse momento de incertezas e medos.

Acolho as demandas de amigas, mães, alunas, educadores e gestores escolares sobre como lidar com as crianças em casa, noites de insônia, estresse, medos e choros.

As devolutivas têm sido positivas. Práticas simples e focadas em Yoga e meditações guiadas têm sido um dos recursos utilizados para apoiar as pessoas que solicitam e a mim mesma.

Acredito na sabedoria profunda da Yoga e, através de nossa escola, continuaremos a incentivar e a inspirar as pessoas a desenvolverem seu potencial humano pela sua prática, de forma lúdica, respeitosa e acolhedora, considerando cada um e todos. Oriento educadores, em nossos cursos, a implementar jogos e brincadeiras de Yoga Lúdica nas práticas docentes, especialmente com crianças da Educação Infantil e das séries iniciais do Ensino Fundamental.

Deixo sugestões para que você possa experimentar:

Começar o dia com uma prática de meditação simples contribui para a qualidade de nosso humor e equilíbrio mental! Sinta qual o melhor horário, se será um tempo para você, se fará com as crianças. É importante fluir!

Mulher meditando sentada na cama de seu quarto, com as pernas cruzadas.
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

A respiração é um elemento básico e desempenha um papel vital no processo da meditação, porque mantém o corpo e a mente saudáveis. A respiração profunda e lenta faz com que o batimento cardíaco fique de cinco a dez batidas abaixo do normal, relaxando assim o coração e enriquecendo o sangue com oxigênio. Isto ajuda a remover toxinas, mucos e outras impurezas do corpo.

Para obter o máximo de resultados com a respiração, primeiro ache uma posição confortável, relaxe o corpo e limpe a mente. Com o corpo relaxado e na posição sentada, pratique a respiração. Inspire lenta e profundamente através das narinas. Segure o ar sem tensão e então expire lenta e uniformemente pela boca, concentrando-se no fluxo suave do ar. Marcar o tempo é importante. Uma técnica recomendada para uma respiração eficiente é a relação 4-4-8. Inspirar em 4 segundos, reter o ar 4 segundos (crianças até 12 anos não devem reter o ar) e expirar em 8 segundos.

Cada vez que você inspirar, sinta o fluxo do ar se expandindo através de cada fibra de seu corpo. Cada vez que você expirar, pense no ar expulsando fadiga e tensão.

Vrksasana (Postura da árvore)

Silhueta de uma pessoa praticando a Vrksasana em frente ao mar, ao pôr do sol.
Foto de Cedric Lim Ah Tock no Pexels
  1. Benefícios: melhora o equilíbrio e estabilidade nas pernas, ajuda a alcançar o equilíbrio em outros aspectos da vida, fortalece os ligamentos e tendões dos pés, tonifica a perna inteira até as nádegas, desenvolve o equilíbrio, ajuda a focar e concentrar.
  2. Indicações: auxilia o organismo na criação de estabilidade pélvica. Fortalecer os ossos dos quadris e pernas. Aumenta a autoconfiança e a autoestima.
  3. Contraindicações: dor de cabeça, insônia, pressão arterial baixa. Pressão arterial elevada – não levantar braços acima da cabeça.
  4. Como executar o asana: ficar na posição da palmeira, manter a perna direita no chão, elevar o pé oposto apoiando-o na parte interna da coxa ou joelho. Inspirar, elevar os braços unindo as mãos em cima da cabeça e afastar os ombros das orelhas. Manter a coluna reta. Depois de algumas respirações, trocar o lado.
  5. Partes do corpo são mais trabalhadas/exigidas: os músculos próximos das articulações.

Bakasana (Postura da Cegonha)

Duas mulheres praticando yoga na pose Bakasana.
Foto de Elly Fairytale no Pexels
  1. Benefícios: fortalece os braços e os músculos abdominais, desenvolve o equilíbrio físico, emocional e mental.
  2. Indicações: melhora a circulação do sangue no cérebro, fortalece os músculos dos braços, pulsos e pernas, relaxa a lombar. Melhora a concentração. Alonga as costas, principalmente a região lombar, e ensina a lidar com o medo do futuro.
  3. Contraindicações: durante a gravidez, cardiopatia, hipertensão e glaucoma.
  4. Como executar o asana: ficar em pé, com as costas eretas, pés unidos e braços elevados acima da cabeça. Flexionar o corpo na altura dos quadris e agarrar os dedos do pé direito com as duas mãos. Não dobrar os joelhos. Abaixar a perna e retornar à posição de pé. Repetir para o lado esquerdo.
  5. Partes do corpo são mais trabalhadas/exigidas: músculos dos braços, pulsos, pernas e lombar.

Pratique Yoga. Sua vida ganhará mais qualidade. Busque um instrutor que apresente um método adequado ao seu perfil.

Seja feliz!

Namastê!

Abraço carinhoso,

Sobre o autor

Anna Maria Oliveira

Anna Maria Oliveira

Atuo como palestrante, consultora, professora formadora na abordagem meditação e yoga lúdico na educação, desenvolvida por mim. Graduada em cursos complementares, como arte contemporânea, xilogravura, educadora brincante, reiki tibetano, técnicas corporais ayurveda, instrutora de yoga na educação com crianças.

Vasta experiência em educação pública e no terceiro setor.

Realizo atendimento individualizado para profissionais da educação, utilizando a abordagem consultoria integrada experiencial.

Fundadora da Academia Confluência, escola de desenvolvimento humano para autogestão.

CONTATOS
E-mail: [email protected]
Site: academiaconfluencia.com.br
Facebook: academiaconfluencia
Instagram: @academiaconfluencia
Linkedin: Anna Maria de Oliveira