Convivendo

Vivendo além da ansiedade

Mulher branca com a mão na cabeça e expressão preocupada.
Katarzyna Białasiewicz / 123rf
Escrito por Juliana Bernardo

A pergunta atual não é mais “Você está ansioso?”. A pergunta desde o último ano para a maioria das pessoas é “Qual o seu grau de ansiedade e o que você tem feito para se relacionar com isso?”.

Estamos todos passando por um momento coletivo estressante e que tem perdurado muito mais do que as previsões no início da pandemia. Essa situação tem exigido muita resiliência, flexibilidade e criatividade para encontrar soluções.

Risco de contágio por uma doença que pode ser letal, instabilidade financeira, falta de apoio governamental e isolamento social têm sido o pano de fundo para a vida humana em nosso país.

Soma-se a isso, na espiritualidade, a transição planetária, que vem junto com a expansão de consciência sobre o todo, percepção da nossa responsabilidade na criação da realidade vivida, transparência sobre o conteúdo que estava até então escondido na sombra e aumento da sensibilidade.

Enfim, temos um caldeirão em plena ebulição!

Por isso, mais do que lamentar, precisamos pensar em saídas para a pandemia invisível que ocorre em paralelo ao coronavírus: a pandemia de desequilíbrio emocional, com aumento inclusive nos índices de suicídios.

Antes de qualquer dica de saúde natural, deixo aqui um alerta: se a ansiedade tem destruído sua qualidade de vida e perdurado por meses, procure por ajuda especializada de psicólogos e psiquiatras. Você não precisa passar por isso sozinho!

Existem serviços de apoio psicológico gratuitos realizados por universidades, associações e outras entidades sem fins lucrativos, caso você não possa investir em saúde mental neste momento. Além disso, boa parte dos psicólogos possuem também uma cota de atendimentos a preços mais acessíveis como forma de contribuição social.

Mulher branca sentada no tronco de uma árvore na praia.
chloepasciuto / Reshot

Para casos mais leves de desequilíbrio emocional ou mesmo em casos mais graves de ansiedade como cuidado complementar, cito abaixo algumas maneiras de aumentar o bem-estar.

Aromaterapia

A aromaterapia consiste no uso dos óleos essenciais (substâncias aromáticas das plantas) como forma de reequilibrar nosso organismo nos níveis físico, emocional e energético.

Existem muitos óleos essenciais que possuem efeito ansiolítico cientificamente comprovado. O mais famoso deles é a lavanda. Mas além deste, óleos essenciais como manjerona, olíbano e camomila romana são potentes calmantes e ajudam a reestabelecer a paz interior.

A camomila romana, por exemplo, costuma ser utilizada como tratamento complementar para síndrome do pânico com ótimos resultados.

Para iniciantes, o ideal é utilizar o óleo essencial por inalação no colar aromático. Você pode pingar 1 gota do óleo essencial no colar pela manhã e inalá-lo ao longo do dia.

Flores com garrafa de óleo natural ao lado.
Mareefe / Pexels

Como os óleos essenciais são extremamente concentrados e voláteis, a partir de 3 segundos da inalação o óleo essencial atingirá seu sistema límbico cerebral, área responsável pelas emoções e memórias, tendo efeitos rápidos.

Fitoterapia

O uso de plantas como tratamento para a saúde acompanha a humanidade desde os princípios. É somente com a expansão da indústria farmacêutica, no século XX, que começa a existir toda uma propaganda no sentido de desconsiderar os efeitos curativos presentes na natureza.

Além das infusões, mais conhecidas como chás, com propriedades calmantes, podemos pensar aqui nas tinturas fitoterápicas, que são concentradas e de uso mais prático.

Algumas das tinturas que auxiliam no tratamento de ansiedade são: melissa, mulungu, passiflora (maracujá) e valeriana. Algumas marcas comercializam tinturas com 3 ou 4 ervas juntas, potencializando os efeitos calmantes.

Tinturas são consumidas com a diluição de algumas gotas em água. A quantidade depende do peso da pessoa e vem indicada no produto.

Terapia floral

Garrafa de óleo em cima de pétalas de rosas.
Karolina Grabowska / Pexels

A terapia floral consiste no uso dos efeitos vibracionais das plantas para o reequilíbrio energético do organismo. Isso significa que os florais não possuem princípios ativos químicos, e sim um efeito nos nossos corpos sutis.

Dependendo do nível de estresse em que seu organismo esteja, a ação do floral pode não ser o suficiente sozinha para reequilibrá-lo. No entanto, para casos mais leves, costuma ser uma terapia bastante eficaz.

Crianças respondem muito bem a essa terapia. E como os florais não possuem contraindicação, podem ser utilizados em todas as idades.

Uma sugestão de composição floral do sistema de Bach para ajudar a acalmar a mente e relaxar é: Cherry Plum + Impatiens + Beech + Vervain + White Chestnut + Sweet Chestnut.

Você pode encomendá-la em uma farmácia de manipulação ou homeopatia e ingerir 4 gotas, 4 vezes ao dia.

Tameana

A terapia vibracional Tameana é uma canalização de energia muito potente que ajuda a reequilibrar e expandir nossos centros energéticos (chacras). Além disso, atua limpando condicionamentos, blocos energéticos limitantes e crenças que nos impedem de acessar nossa verdadeira essência de paz e abundância.

É uma prática bastante simples, em que a pessoa recebe a energia deitada, semelhante ao que acontece no reiki, mas com uma sensação de relaxamento normalmente muito maior.

Durante a sessão, muitas vezes a pessoa passa por um processo de expansão de consciência que aflora sua intuição e pode ter insights sobre quais caminhos tomar que podem proporcionar mais leveza e alegria para ela.

Existem hoje em dia dezenas de terapias complementares que podem auxiliar no processo de reequilíbrio mental, diminuindo os níveis de estresse e ansiedade. Procure aquela que esteja mais alinhada à sua forma de vida, disponibilidade em se aprofundar no autoconhecimento e valores. Permita-se experimentar algo novo e surpreenda-se em perceber o quanto a vida muda quando mudamos nossa percepção da realidade. E depois comente aqui como tem se sentido.

Sobre o autor

Juliana Bernardo

Olá! É uma alegria ter você por aqui.

Eu atuo como terapeuta holística, o que significa que trato do Ser de maneira integral, levando em consideração não somente o físico mas também as dimensões emocional, mental, espiritual e relacional.

Minha missão é ajudar as pessoas a expandirem a consciência e reconhecerem seu poder na criação de uma vida mais alegre, leve, abundante e cheia de amor.

Para isso, auxilio as pessoas que atendo em seus processos de reconexão com a essência, despertar do amor-próprio e reprogramação mental. Tudo isso aliado ao poder transformador com que a Natureza nos presenteia por meio de seus recursos e ensinamentos.

Além do atendimento individual, realizo vivências em grupo focadas em autoconhecimento, empoderamento e transformação interior. Criei para isso o programa terapêutico para mulheres chamado “Florescer para uma Nova Vida”.

Sou também facilitadora de cursos livres na área holística, como tameana/pleiadian healing e aromaterapia.

Tenho formação e experiência em diversas técnicas terapêuticas, dentre elas constelação familiar e soluções sistêmicas, terapia floral, aromaterapia clínica, radiestesia e mandalas radiônicas, reiki, Thetahealing®, Barras de Access®, alinhamento intuitivo e numerologia sistêmica com abordagem terapêutica.

Antes de me tornar terapeuta, me formei em comunicação social pela USP e fiz mestrado em artes visuais pela Unesp, com pesquisa publicada internacionalmente sobre colagem na arte contemporânea. Atuei, dentre tantas coisas, como docente na educação formal e não formal em ambas as áreas antes da minha transição de carreira e de vida.

Email: juliana.bernardo@poderdanatureza.com.br
Site: poderdanatureza.com.br