Autoconhecimento Ho'oponopono

4º Dia – Mude sua vida em 21 dias: Problemas, causas e curas

Raquel Koury
Escrito por Raquel Koury

atencao

Olá, amados.

Programei para hoje relatar como me curei da primeira vez em 2009 de uma grave doença gerada por problemas emocionais e um alto nível de estresse. Porém, pensei, pensei e pensei… (risos), e já escrevi bastante de minha história no Dia Zero deste ciclo. No texto do Dia Zero, também relatei os detalhes de como adoeci na época e as técnicas de cura que usei até me libertar totalmente, estavam no meu livro SENSITIVOS (Cultrix-2009). Bem, como gostaria de ainda neste ciclo explicar como as doenças surgem e como podemos nos curar e ainda, despertar a curiosidade de vocês a lerem o meu livro SENSITIVOS (risos), optei por postar o texto abaixo de Louise Hay que muito me ajudou na época em que fiquei doente. Além dela explicar como isso acontece, assim como eu, ela adoeceu gravemente e a partir das técnicas que já conhecia e usava em seus pacientes, conseguiu se curar. Muito semelhante com meu processo e minha história.

No final desta página em “tarefas do dia” deixarei um link de como vocês podem baixar gratuitamente o livro de Louise Hay, que muito me ajudou na época. Abaixo deixo um trecho do livro e da história de vida dela em “Como curar a sua vida”. Este texto estará com muitos trechos em negrito, pois quero chamar a atenção de vocês em fatos que ela passou que são praticamente os mesmo que eu passei em 2009. Vamos observar o texto:

***

Louise Hay*

Quero lhe expor um dos mo­tivos que me fazem saber que as doenças podem ser vencidas com a simples troca de padrões mentais.

Anos atrás recebi um diagnóstico de câncer vaginal. Devido ao meu passado, que inclui um estupro aos cinco anos de idade e uma infância cheia de maus-tratos, não foi surpresa eu manifestar a terrível doença nessa parte do corpo.

Como já era instrutora de cura mental há vários anos, tomei cons­ciência de que me estava sendo dada a oportunidade de pra­ticar e provar a verdade dos meus ensinamentos. Como qual­quer um que fica sabendo que está com câncer, de início entrei em pânico absoluto, mas logo ele foi substituído pela convicção de que o processo de cura mental funcionava. Consciente de que o câncer é provocado por um profundo ressentimento, guardado por um longo tempo até ele praticamente começar a comer o corpo, eu soube que teria muito trabalho mental à minha frente. Percebi que, se me submetesse a uma operação para me livrar da doença sem eliminar o padrão mental que a estava causando, o câncer voltaria. Quando esta ou qualquer outra doença reaparece, não é porque os médicos não “tiraram tudo”, mas sim porque o paciente não modificou seu modo de pensar e continua recriando o mesmo mal. Também sabia que, se fosse capaz de eliminar por completo o modelo mental que criara a condição chamada “câncer”, eu nem precisaria de ajuda profissional. Portanto, barganhei por mais tempo. Meu médico, a contragosto, me concedeu três meses, deixando bem claro que eu estava pondo a vida em perigo pela demora.

Imediatamente comecei a trabalhar com meu instrutor para eliminar velhos padrões de ressentimento. Até aquela época eu desconhecia que guardava dentro de mim um profundo rancor. Como somos cegos aos nossos modelos mentais! Seria preciso um longo exercício de perdão.

Outra coisa que fiz foi consultar um nutricionista para desintoxicar completamente meu organismo.

Assim, cuidando da limpeza mental e física, em seis meses consegui mostrar aos médicos o que eu já sabia: eu não apresentava mais nenhum tipo de câncer. Ainda guardo o resultado dos primeiros exames, que deram positivo, para me recordar o quanto pude ser negativamente criativa.

Hoje, quando um cliente me procura, por mais terríveis que possam ser seus males, sei que, se ele estiver disposto a fazer o trabalho mental de modificar os velhos padrões e per­doar, praticamente qualquer mal pode ser curado. A palavra “incurável”, tão assustadora para muitos, na verdade quer di­zer apenas que determinada doença não pode ser curada por métodos “externos” e que precisamos nos interiorizar para efetuar a cura. A “condição” anormal que aparentemente veio do nada voltará para o nada. –  Louise L. Hay  

***

Há trinta anos, quando Louise Hay observava como as pessoas permitiam que as doenças e circunstâncias dolorosas controlassem suas vidas, ela prometeu a si mesma ajudá-las a ver que a raiz de suas dores brotava de seus próprios pensamentos negativos. Então, ela se sentou e descreveu em um caderninho azul como os nossos padrões e crenças mentais tinham o poder de contribuir para as doenças em nosso corpo. Este caderninho se tornou o livro título deste artigo, foi publicado em 1984, traduzido para 29 idiomas e que já vendeu mais de 35 milhões de cópias em todo mundo. Sua mensagem simples é: “O corpo, como tudo na vida, é um espelho de nossos pensamentos e crenças internos. Cada célula de nosso corpo responde a cada pensamento que pensarmos e cada palavra que pronunciarmos.”

Pois bem, transcrevo aqui, conforme apresentado pela Louise, somente alguns dos problemas (em sua maioria os femininos), a causa provável e o novo padrão de pensamento a ser trabalhado diariamente, “n” vezes/dia. A lista completa de todas as doenças encontra-se na página 59 do livro, conforme o 2º Passo das “tarefas de hoje”.

Problema Causa Provável Novo Padrão de Pensamento
Abordo espontâneo Medo. Medo do futuro. “Não agora… mais tarde.” Hora errada. A correta Ação Divina está sempre acontecendo em minha vida. Eu me aceito como sou, eu gosto de mim.

Apetite

– Excesso

– Falta

– Medo. Necessidade de proteção. Desconfiança das próprias emoções.

– Medo. Proteção de si mesma. Falta de confiança na vida.

Estou protegida. É seguro sentir. Meus sentimentos são normais e aceitáveis.

Eu me amo e aprovo meu jeito de ser. Sinto-me protegida. A vida é segura e divertida.

Bexiga e Cistite Ansiedade. Ligação a velhas ideias. Medo de abandonar antigos condicionamentos. Fácil e tranquilamente, eu me desfaço do que é velho e dou as boas-vindas ao novo. Estou em segurança.
Diabetes Pesar por coisas que poderiam ter acontecido. Grande necessidade de exercer controle. Mágoa profunda. Dificuldade de lidar com a doçura da vida. Este instante está cheio de alegria. Eu agora escolho vivenciar a doçura do dia de hoje.
Enxaqueca Detesta ser dirigido. Resiste ao fluxo da vida. Medos sexuais. Geralmente aliviada pela menstruação. Relaxo no fluir da vida e, numa atitude de tranquilo conforto, deixo-o prover tudo o que preciso. A vida me ampara.
Feminino, Síndromes Negação de si mesma. Rejeição da feminilidade, da essência feminina. Alegro-me por minha feminilidade. Gosto de ser mulher. Gosto do meu corpo.
Insônia Medo. Não confia no processo da vida. Culpa. Tranquilamente desligo-me do dia e entrego-me a um sono sereno sabendo que o amanhã seguirá seu rumo natural.
Intestinos Assimilação. Absorção. Fácil eliminação. Eu assimilo e absorvo tudo o que preciso saber e liberto-me do passado com alegria.
Distúrbios da Menstruação Rejeição da feminilidade. Culpa, medo. Crê que os órgãos genitais são sujos ou pecaminosos. Aceito meu poder feminino e todas as minhas reações corporais porque são normais e naturais. Gosto de mim e de ser quem sou.
Problema Causa Provável Novo Padrão de Pensamento
Obesidade Medo, necessidade de proteção. Fuga dos sentimentos. Insegurança. Auto rejeição. Estou em paz com meus próprios sentimentos. Estou segura em meu lugar: meu corpo. Crio minha própria segurança. Eu me amo e gosto do meu jeito de ser.
Ovários Representam os pontos da criatividade. Minha criatividade flui facilmente.
Útero Representa a MORADA da criatividade. Sinto-me perfeitamente à vontade com meu corpo de fêmea.
Vulva Representa a vulnerabilidade. É seguro ser vulnerável.
Retenção de líquidos O que estou com medo de perder? Eu me desprendo das coisas.
Rigidez muscular Pensamentos rígidos, controles. É bom ser flexível em relação às ideias. É bom ser leve

Sangue

– Anemia

– Coágulos

– Hesitação. Falta de alegria. Medo da vida. Não se sente boa o bastante.

– Não se permite ter alegria. Falta de circulação de ideias. Alienação.

Novas ideias, cheias de alegria, fluem livremente pelo meu corpo. É seguro encontrar alegria em tudo na vida. Amo viver e estar aqui na Terra.

Novas ideias cheias de alegria fluem livremente pelo meu corpo, despertando uma nova vida dentro de mim. É extremamente fácil para mim fluir com ela.

Seios Representam a maternidade e o alimento físico e espiritual. Dou e recebo alimentos de maneira equilibrada.

Tireóide

– Hipo

– Hiper

– Vontade de desistir de tudo. Sente-se irremediavelmente sufocada.

– Raiva por ter sido deixada de lado.

Vou começar uma vida nova, com novos ideais. Uma vida que me satisfaça plenamente.

Eu sou o centro de minha vida. Estou satisfeita comigo e com tudo que vejo.

4º DIA DO CICLO: TAREFAS DO DIA
Hoje, só por Hoje EU prometo cumprir todas as tarefas deste dia:
PASSO

Comprometa-se que durante este ciclo de 21 dias, você lerá o livro inteiro que está em PDF no link abaixo, de Louise Hay, que é pequeno, objetivo e vai ajudar muito. Posteriormente você poderá ler outros livros da autora, que também se encontram disponíveis gratuitamente na net. A tarefa de hoje é acessar o link e salvar o livro em PDF no seu computador ou celular, para ler um pouco por dia. Obrigue-se a ler ao menos as poucas linhas de Introdução ainda hoje. LINK: http://uwsb.com.br/upload/downloads/20090217_voce_pode_curar_a_sua_vida_-_louise_hay.pdf  (Caso este link pare de funcionar, basta digitar nos sistemas de busca o título: “Você pode curar a sua vida” – Louise Hay e verá várias páginas com o PDF deste e outros títulos da autora.)

2º PASSO

Reprogramação Mental em nível Beta: Hoje, como reprogramação mental em nível beta, obrigue-se a ler a lista completa de doenças, causas e curas que começa exatamente no capítulo 15 “A Lista” (página 59) do livro que você já salvou no 1º passo.

3º PASSO

Reprogramação Mental em nível Alfa: Continuamos com o Ho’oponopono, porém, o link abaixo é porque, na minha opinião, é o melhor disponível na net. Porém, a partir de hoje, você poderá procurar outras meditações ou locuções disponíveis em áudios ou vídeos. Basta digitar nos sistemas de busca: “ho’oponopono”, ou “meditação ho’oponopono”, enfim… encontrará muito material para variar, se assim desejar.

 

MEDITAÇÃO CONDUZIDA Ho’oponopono: 20 minutos que trazem um alívio imediato!

ATENÇÃO AO PLANTÃO MÉDICO E AO DIÁRIO DE RAQUEL KOURY NO FINAL DE TODAS AS PÁGINAS DO CICLO

O médico mandou:

• 1) Tomar no mínimo 2 litros de água.

• 2) Fazer sua caminhada mínima de 30 minutos.

• 3) Caprichar na sua dieta, seja para a melhora física ou para o emagrecimento. (Lembre-se de comer algo de 3 em 3 horas).

• 4) Lembra das vezes que bebeu e “enfiou o pé na jaca?” Não ingerir bebidas alcoólicas só por hoje.

• 5) Você é fumante? Então, comece hoje ao menos a amadurecer a ideia de parar de fumar. Nos próximos dias, postaremos dicas e técnicas que lhe ajudarão no processo de parar de fumar.

Meu diário:

AMADOS: AGUARDEM! AMANHÃ POSTAREI FOTOS, VÍDEO E TUDO SOBRE COMO FOI O MEU FINAL DE SEMANA. ESPERO QUE SIRVA COMO DICAS PARA AGIREM DA MESMA FORMA OU COMO PREFERIREM. NO FINAL DA PÁGINA VOCÊS TAMBÉM ENCONTRARÃO MEUS DADOS PARA CONTATOS, SITES E AINDA UM LINK QUE OS LEVARÁ A OUTROS ARTIGOS NESTE PORTAL.

Grande beijo e CDS!…. Raquel Koury

Convido a todos a deixarem seus comentários e experiencias no campo abaixo: “comentários”. Isso incentiva uns aos outros, tendo em vista que não consigo responder todos os comentários, praticamos aqui a auto ajuda. Me ajudem a sanar eventuais dúvidas neste campo, pois alguns tem dificuldades em compreender algumas coisas. Afinal, estamos aqui para aprender e ensinar através de nossas experiências: “SOMOS TODOS UM”.

“Ajude o outro e estará ajudando a si mesmo.
Porque Sua Cura é a Minha Cura”

“Leu este texto e sentiu-se meio perdido? Ele faz parte de um processo de Cura de 21 dias. Caso não esteja seguindo, ou se ainda, quiser indicar a alguém, comece pelo dia “zero” clicando nas imagens abaixo!”

 

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Raquel Koury

Raquel Koury

É escritora, parapsicoterapeuta e professora de Filosofia, parapsicologia, Constelações Familiares e diversos cursos de formação e especialização de terapeutas. Possui mais de 50 cursos de formação em seu currículo em diversos segmentos Terapêuticos, dentre eles: Parapsicologia, Reiki Xamânico, Cromoterapia, Psicoterapias, Terapia Sistêmica Individual e em Grupos, Constelações Familiares, Terapia de Casais, Psicanálise Sistêmica, Psicopedagogia Infantil Sistêmica, dentre outros. Escritora da série “SENSITIVOS” (Pensamento Cultrix), prefaciado pelo cineasta e Diretor da Rede Globo, Roberto Farias e “Mãe é Mãe - Contos e Crônicas”, doado a creche especial Maria Claro.

Raquel Koury e sua equipe fazem avaliações e atendimentos virtuais VIA SKYPE e telefone. Pessoalmente atendem em Sorocaba e Itu.

Site pessoal: www.raquelkoury.com

Facebook: Raquel.Koury.Parapsicologa

E-mail: [email protected]