Autoconhecimento Chakras Energia em Equilíbrio Meditação

Medite para ser produtivo

Mulher meditando de pernas cruzadas, de frente para o mar.
123rf/Dmitrii Shironosov
Escrito por Ricardo Ricchini

Este artigo é o quarto de uma série que trata do alinhamento das áreas da vida, inspirado nos chakras. Harmonizar os chakras beneficia nosso corpo, mente, emoções e espírito, mas é importante saber que, além de meditar e praticar yoga, podemos agir de forma prática para que o equilíbrio energético ocorra em sociedade, a partir das nossas ações diárias.

Você pode acompanhar minhas aulas de meditação gratuitas e online aqui.

Vivemos em uma sociedade que cobra produtividade, mas usando uma lente que, em vez de nos fazer enxergar melhor, nos deixa míopes. A lente está focada no ter. Ser produtivo para ter dinheiro, bens materiais, posição social, estabilidade. Por falta de autoconhecimento, produtividade virou sinônimo de multitarefa. Multifazer para ter.

Produtividade é estar ocupado. Temos a agenda lotada, trabalhamos demasiado, mas nos descobrimos sempre no mesmo lugar, patinando.

Focar o ser é corrigir a lente, é recuperar a vida, suas decisões e seu tempo. Quando nos ocupamos em descobrir quem somos e com qual especialidade nos identificamos, o caminho a seguir fica menos sinuoso e diversas atividades inúteis deixam de fazer sentido. A obrigação em produzir diminui e a certeza do que fazer, a partir de quem eu sou, traz leveza e serenidade às tarefas.

Quando sei quem sou, valorizo o que de especial tem em mim. Então o amor ao fazer modifica tudo, porque vem de dentro para fora. O ter passa a ser uma consequência natural de quem sou. Quanto mais me descubro, menos tenho esforço para produzir, uma coisa de cada vez.

Homem sentado em campo gramado, meditando.
Pixabay / Benjamin Balazs

Não se trata mais de tentar controlar o tempo, mas de gerir a energia, usando a menor porção dela para obter os melhores resultados. E podemos dar a mesma ênfase para o descanso que damos para o trabalho.

Existe um bom motivo para balancear atividade e repouso: tarefas em excesso degradam a nossa percepção, atenção, memória, raciocínio, juízo e imaginação.

Trabalhar demais e não descansar o suficiente, dando menos atenção ao lazer, a alimentação, ao sono, não só nos deixam doente, mas também prejudica nosso financeiro, atrapalham nossos relacionamentos, encobrem nossa vocação, nublam nosso entendimento (do que viemos fazer nesse planetinha) e desconecta nossa ligação espiritual. Em outras palavras, impedem a assonância de nossos chakras

Como podemos diminuir o ritmo sem afetar nossa autoestima?

Meditando!

Encontre uma posição em que possa ficar tranquilo e imóvel. Procure respirar pelo nariz. Relaxe o rosto, a cabeça e os músculos do corpo. Mantenha essa postura e respiração suave pelo tempo que considerar suficiente.

Aquietando o corpo e respirando calmamente, há uma tendência de acalmar o palavreado mental. Adotar a mesma postura e ritmo respiratório quando meditamos, nos dá uma base segura sobre a qual repousa a concentração.

Assuma uma postura calma e contemplativa. Relaxe.

Quando sentir que entrou em um estado meditativo, ou ondas cerebrais Alfa, entoe o mantra “você tem o domínio do tempo e o usará com sabedoria”.

Por que usar “você” e não “eu”? A palavra “eu” refere-se associativamente ao consciente e pode ser bloqueada por uma autossabotagem. Quando diz “você”, pode se dirigir mais facilmente ao subconsciente e a mensagem tem mais sucesso.

A meditação vai funcionar como uma faxina na mente, colocando os pensamentos no lugar, ajudando a organizar o dia e facilitando a motivação de gerir o tempo com eficiência.

Você está no 3º Chakra

Continue acompanhando a série:

Sobre o autor

Ricardo Ricchini

Professor de meditação, autor, palestrante e especialista em negociações

Email: ricchini@gmail.com
Site: ricchini.com.br
Instagram: meditacao.transforma
Facebook: Grupo Meditando para eliminar a ansiedade
Youtube: AQUI TEM NEGÓCIO!
Linkedin: linkedin.com/in/ricchini/