Saúde Integral

Você é Vata, Pitta, ou Kapha?

Mulher sentada no chão meditando
Cliff Booth / Pexels
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Toda vez que precisamos falar de equilíbrio físico, emocional ou espiritual, vêm à nossa mente as milenares terapias e doutrinas orientais, dotadas de história e voltadas para um tratamento holístico. É o caso da Ayurveda – ou Ayuevédica –, o mais antigo sistema de saúde que conhecemos: são quase 5 mil anos de história dessa filosofia médica oriental originária de uma localidade que hoje abriga Paquistão e Índia.

O termo “ayurveda” origina-se do sânscrito, e significa “ciência da vida”. Apesar de milenar, essa prática só se tornou popular por aqui na década de 1980. Como objetivos, a Ayurveda traz o foco na preservação e promoção da saúde em quem já é saudável e na cura de pacientes doentes – tanto na questão física como mental.

Para a Ayurveda, nosso organismo fica doente em decorrência do acúmulo de toxinas gerado por desequilíbrios energéticos, advindos de diversos problemas que vivenciamos no dia a dia – lesões físicas, má alimentação, questões emocionais, entre outros.

O propósito dessa medicina é justamente manter esse equilíbrio do indivíduo com ele mesmo, com outros seres e com a natureza. Esse seria o caminho para uma vida genuinamente saudável. E saúde emocional, física e espiritual resulta em felicidade.

O que podemos tratar com a medicina ayuvérdica

Para a Ayurveda, o estado de saúde depende de fatores que vão além da doença física em si. Então, como ela atua de forma holística no indivíduo, não há uma limitação para seu uso como tratamento de doenças. Sendo assim, podemos tratar de simples resfriados até câncer e depressão. Lembrando que não significa que devamos descartar o tratamento convencional, uma vez que a medicina ayurvédica trata de forma complementar.

Os efeitos desse tratamento alternativo são, entre outros: melhora da circulação sanguínea e linfática, relaxamento e fortalecimento muscular e aumento da imunidade. Com isso, alcança-se o equilíbrio das energias, aliviando, por tabela, condições como hipertensão, diabetes, ansiedade, pânico, dores crônicas e alergias.

Tratamentos da Ayurveda

Por ser uma terapia multidisciplinar, a medicina ayurvédica utiliza diversas técnicas de tratamentos, que abrangem todas as necessidades para um indivíduo alcançar o equilíbrio em todas as esferas.

Sendo assim, os tratamentos trabalham diversos fatores – qualidade do sono, alimentação, atividades físicas, vida sexual, entre outros. Para isso, ela se vale de práticas como dietas baseadas no dosha (cuja definição explicamos mais abaixo), terapias diversas (como meditação, cromoterapia, aromaterapia, entoação de mantras), uso de plantas medicinais, massagem, biopurificação, desintoxicação e ioga (prática intimamente ligada à Ayurveda).

Como funciona a Ayurveda

Mulher em um campo de gramado de olhos fechados e cabelo no rosto
Vlada Karpovich / Pexels

Conforme já dissemos, o adoecimento, para a Ayurveda, é visto como um desequilíbrio sistêmico. E cada um de nós apresenta esse desequilíbrio de acordo com os biotipos ayurvédicos – também chamados doshas (ou humores). Os doshas são classificados de acordo com nossas características físicas, emocionais e mentais.

São três os doshas existentes: Vata, Pitta e Kapha. Cada um deles sofre influência dos cinco elementos do Universo (Água, Ar, Éter, Fogo e Terra).

Todas as pessoas têm quantidades e combinações distintas desses elementos em seu organismo. Nascemos com essa proporção balanceada, mas ao longo de nossas vidas, a quantidade de cada dosha pode ir se desequilibrando – o que pode decorrer da forma como levamos nossa vida. É a partir desse desequilíbrio que vão surgindo as desordens físicas e emocionais, os bloqueios e as doenças.

Características dos doshas

É muito importante saber qual é o dosha de cada pessoa, pois só assim a Ayurveda poderá ajudar a definir suas necessidades físicas, nutricionais, emocionais e psicológicas. Assim, é possível estabelecer uma dieta adequada, uma rotina que atenda à necessidade específica dessa pessoa, bem como chegar a soluções e práticas que beneficiem o alcance do seu equilíbrio espiritual. Sendo assim, destacamos aqui as características de cada dosha, para que você tenha uma compreensão maior sobre eles.

Vata – elementos regentes: Ar e Éter

Esse dosha está relacionado com o sistema nervoso. Pessoas sob o domínio desses elementos estão sempre em movimento, são perspicazes, criativas e comunicativas. Não à toa fazem amigos com muita facilidade. Sua personalidade agitada as impede de relaxar.

Características físicas: pessoas Vata são magras, apresentam pele e cabelos secos e sem viço, lábios rachados, nariz muito pequeno ou muito pronunciado e olhos escuros e pequenos. Preferem o calor.

Como alcançar o equilíbrio: o ideal é uma alimentação natural, rica em frutas e vegetais, carnes brancas e frutos do mar. Azeites, castanhas e cereais cozidos (arroz, aveia e trigo, por exemplo) também entram no cardápio. Temperos como canela e cominho são uma boa pedida. Plantas medicinais como camomila, ginkgo bilioba e cardamomo são boas para acalmar.

Pitta – elementos regentes: Fogo e Água

Mulher com as mãos no rosto devido ao sol
Maggie Zhan / Pexels

Esse dosha está relacionado com o sistema circulatório. Pessoas sob o domínio desses elementos são muito ativas fisicamente e se irritam com muita facilidade, tendendo a ser críticas com os outros. São pessoas autoconfiantes, organizadas e com espírito pioneiro.

Características físicas: pessoas Pitta têm a pele clara (grande probabilidade de ter sardas), cabelos loiros ou ruivos e finos (elas podem ficar grisalhas logo na juventude). Não são muito magras nem muito gordas. Têm olhos e nariz médios.

Como alcançar o equilíbrio: uma dieta leve está indicada. Laticínios como queijo cottage, manteiga sem sal, manteiga ghee (também conhecida como manteiga clarificada, esse é um alimento-chave na Ayurveda) são uma boa pedida. Devem ser evitados alimentos muito salgados e com muito óleo ou gordura – como queijos amarelos e frituras. Para harmonizar o organismo, plantas medicinais como cavalinha, hortelã e erva-cidreira podem ajudar.

Kapha – elementos regentes: Terra e Água

Esse dosha está relacionado com o sistema imune. Pessoas sob o domínio desses elementos tendem a ser mais estáveis e tranquilas, dormem muito bem (embora se sintam cansadas ao acordar). Podem se sentir entediadas em algumas situações, mas no geral são satisfeitas com sua vida, seu trabalho e são responsáveis com suas finanças.

Características físicas: pessoas Kapha são mais corpulentas, tendendo a ganhar peso com facilidade. A pele é macia e oleosa, os cabelos são fartos e sedosos. Têm olhos grandes e nariz proporcional ao rosto.

Como alcançar o equilíbrio: uma dieta rica em alimentos quentes – como legumes cozidos no vapor –, temperos picantes e grãos como milho e trigo. Devem-se evitar os laticínios (queijos, só brancos e frescos) e alimentos ricos em açúcar. Adoçantes também não são indicados (exceto pelo mel e a stévia, que estão liberados).

Você também pode gostar

Mas para todos as pessoas, é essencial ter uma vida de qualidade: dormir de forma correta e na quantidade de horas adequada, fazer exercícios físicos com regularidade, beber bastante água, evitar pegar sol nos horários de pico, relaxar, aprender a desapegar das coisas.

Portanto, para alcançar o equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual, você precisa não só tratar a doença, como também tem que investigar todas as causas desses desajustes no seu organismo. E antes de esperar que uma doença se instale, é preciso cuidar do seu emocional e do seu espírito, pois assim você se sente bem consigo mesmo no dia a dia e evita o surgimento de problemas que possam desencadear questões ainda mais graves. Cuide-se!

Descubra seu dosha

Ficou curioso para saber qual é o seu dosha? Clique aqui e faça o teste: https://ayurveda.com.br/questionario-doshas. Depois conte-nos qual foi o resultado e compartilhe este artigo com seus amigos e familiares – compartilhar conhecimento também faz bem para a alma.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]