Cristaloterapia Saúde Integral

Como utilizar os cristais?

Eduardo Mello
Escrito por Eduardo Mello
Recentemente algumas pessoas que leram os meus textos aqui no Eu Sem Fronteiras me questionaram sobre como elas poderiam utilizar os cristais, pois sempre cito diversas propriedades terapêuticas e energéticas dos cristais, mas as pessoas que ainda não estão familiarizadas com esse mundo acabam tendo dificuldades na utilização no dia a dia dos cristais. Sendo assim, resolvi escrever este artigo para tirar essas dúvidas e trazer um pouco mais de luz para esse assunto. Pessoas com um pouco mais de conhecimento talvez já saibam dessas informações, porém é sempre bom relembrar, não é?

Antes de começar, eu gostaria de fazer dois comentários… O primeiro, é que o cristal por si só terá uma atuação limitada em nós, precisamos direcionar nossa atenção para o cristal para que possamos enviar mais energia para ele para que ele possa atuar de maneira mais forte em nossas vidas. E o segundo, que nenhum cristal trará algo para nós que já não tenhamos, TODOS NÓS SOMOS PERFEITOS EM ESSÊNCIA, porém acabamos nos esquecendo de nossas virtudes e nos desviamos de nossa fonte interna que é perfeita, os cristais apenas nos ajudam a resgatar aquilo que já temos e que por algum motivo no momento não estamos conseguindo manifestar sozinhos.

Então, vamos lá, seguem os métodos de utilização mais comuns, práticos e fáceis para colocarmos o contato com o reino mineral definitivamente em nosso cotidiano:

LEVAR UM CRISTAL CONSIGO: Esse método é o mais simples de todos. Para que possamos obter os efeitos dos cristais, precisamos estar em contato com eles por um período razoável se quisermos que seus efeitos sejam duradouros, cristal não faz milagre, ou seja, não basta apenas comprá-lo e ficar com ele 15 minutos para ele atuar em seu corpo. É necessário se manter em contato com ele por vários dias para que ele possa entrar em ressonância com o seu campo energético e seus efeitos serem sentidos. Neste método, basta você escolher um cristal de sua preferência e colocá-lo em um local perto do corpo que saiba que não irá perdê-lo. Os lugares mais comuns são no bolso da calça, na bolsa, no sutiã (para as mulheres) na região das costelas, evitem colocá-las no centro do peito, no chakra do coração. Enfim, existem outras possibilidades, o importante é manter o cristal perto do seu corpo. Podem usar a criatividade!

JÓIAS E AMULETOS: Um dos métodos que mais gosto de utilizar os cristais no dia a dia é na forma de pingente. Neste caso, devemos selecionar um cristal que queiramos utilizar, fazer ou mandar fazer um pingente dele e usá-lo diariamente. As pedras mais raras e que não fazem parte das mais usadas dentro da joalheira quase sempre teremos que mandar fazer o pingente ou fazermos nós mesmos.

O material que o pingente será feito é de menor importância, sendo o mais importante que o pingente seja do cristal de sua preferência e que ele seja usado todos os dias, assim sua eficácia será aumentada. A altura que o pingente será utilizado não é de grande importância e se ele puder ficar em contato com a pele é ainda melhor, caso não seja possível, tudo bem também!

Quanto ao material que deve ser utilizado para o pingente e a corrente, mesmo não sendo de vital importância, devemos saber que os metais nobres sempre potencializam o efeito dos cristais, sendo o Ouro sempre a melhor opção e depois a Prata. Como disse, não é imprescindível, mas devemos saber que os metais nobres podem ajudar o efeito das pedras em nosso corpo.

DICA: Tenha uma pequena drusa (aglomerado de cristais) de cristais de quartzo na cabeceira da cama e de noite retire o pingente com a corrente e coloque sobre a drusa para ela limpar e energizar o cristal. No outro dia, pegue o pingente e volte a utilizá-lo.

AMBIENTES: Outra opção que temos para utilizar os cristais é colocá-los como pedras de decoração em locais que frequentamos diariamente, mesas de trabalho, criado mudo, cozinha, sala de jantar e etc. Nesses casos, podemos optar por pedras de um tamanho um pouco maior, tipo de 10cm para cima e ainda podemos (devemos) estar sempre interagindo com o cristal, seja limpando-o, tocando-o ou apenas o observando sempre que possível, para nos lembrarmos de sua função naquele local. A nossa ATENÇÃO para com o cristal faz com que direcionemos mais energia para ele e com isso sua eficácia será aumentada.

CRISTAIS DE MEDITAÇÃO: Esse método é o melhor de todos os que citei até agora, pois nele poderemos realmente sentir o cristal e entrar em contato com sua natureza. Para isso, precisamos selecionar o cristal que achamos que poderá nos ajudar naquele momento e o levar para o nosso local de meditação. Após isso, sentamos em posição de meditação segurando o cristal entre as mãos. Fechamos os olhos e começamos nossa meditação de maneira natural, cada um pode seguir o tipo de meditação que mais estiver sintonizado.

Caso queira interagir mais com o cristal, tente sentir a energia da pedra e depois imagine o cristal crescendo de tamanho até que ele fique maior que o seu corpo e você fique “dentro” dele. Se mantenha nessa visualização pelo tempo que sentir necessidade e depois volte à meditação normal ou encerre sua meditação.

BANHEIRAS E HIDROMASSAGENS: Aqui geralmente utilizamos em ocasiões especiais, sempre que for preparar um banho em banheiras e hidromassagens coloque algumas pedras na água da banheira alguns minutos antes de começar seu banho. A água será energizada pelas pedras e será uma delícia. Aqui valem algumas dicas básicas:

Quartzo Rosa: Para um banho leve e gostoso, para retomarmos a conexão conosco e voltarmos a ficar “de bem” com nós mesmos.

Quartzo Verde: Para momentos de grande estafa e exaustão. O quartzo verde revitaliza todo o corpo.

Cornalina + Quartzo Rosa: Para Banho de casais, para deixar a noite mais “animada”.

DORMIR COM OS CRISTAIS: A última opção que darei hoje será a mais simples de todas. Podemos colocar o cristal de nossa preferência debaixo do travesseiro e dormir com ele. Durante o sono estaremos interagindo com ele e entraremos em contato com sua energia de maneira mais forte. Aqui vale a ressalva de não utilizar pedras muito estimulantes, como a Cornalina, Granada, Opala de Fogo e Ágata de Fogo. Mas sua intuição saberá. Caso tenha insônia, retire a pedra e a utilize das outras maneiras citadas acima.

Podemos aprender muito com os cristais durante o sono, aproveitem!

Essas são apenas algumas maneiras de utilizarmos os cristais, apenas com elas já teremos grandes resultados. O aprendizado com os cristais não é mágico e nem instantâneo, leva tempo e dedicação, mas vale a pena. Eles podem ser grandes companheiros em nossa jornada rumo ao autoconhecimento, ao equilíbrio interior, à tranquilidade e paz, enfim, rumo à nossa verdadeira natureza… A volta para casa!

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eduardo Mello

Eduardo Mello

Naturólogo - formado pela Universidade Anhembi Morumbi (2010);
Pós-graduado em Acupuntura pelo CETN – Centro de Estudos de Terapia Naturais (2013);
Formação em Cristaloterapia com Antônio Duncan (2005);
Formação em Terapia Floral Sistema Bach, Califórnia, Austrália e Filhas de Gaia;
Atuação clínica com a Cristaloterapia, mais de 10 anos de experiência;
Ministra Cursos e Workshops sobre Cristaloterapia em diversas cidades do Brasil

Contato:

Site: eduardomellocristais.com
E-mail: [email protected]
Telefones para contato: (11) 99148-8886
Atendimentos: (11) 5531-3812 (Núcleo Pluri)