Autoconhecimento Nutrição

Dieta do tipo sanguíneo A — O que comer e o que evitar?

Frutas e legumes em cima de uma mesa
Wendy Wei / Pexels
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você sabe qual é o seu tipo sanguíneo? Pode ser A, B, AB ou O, sem contar as variações do fator Rh de cada um, que faz com que algumas pessoas sejam A+ e outras A-, por exemplo. Essa informação é tão importante que existem até indivíduos que tatuam esse dado na pele, para o caso de uma emergência.

Sabendo qual é o tipo de sangue que corre nas suas veias, é possível identificar para quem você pode doar esse líquido e de quem você pode recebê-lo. Isso porque a composição de cada um deles é diferente, então a interação entre tipos sanguíneos não compatíveis pode ser desastrosa.

Além disso, o conhecimento do tipo sanguíneo que integra o seu organismo, segundo Peter d’Adamo, pode te auxiliar a identificar qual dieta alimentar é mais benéfica para o seu corpo. Para ele, os diferentes tipos de sangue influenciam de maneiras distintas o funcionamento do organismo.

Para compreender mais sobre essa teoria e para descobrir qual é a dieta do tipo sanguíneo A, preste bastante atenção ao conteúdo a seguir. Lembre-se de que qualquer dieta deve ser realizada com acompanhamento médico e com exames laboratoriais.

Entenda a influência de cada tipo de alimento

De acordo com a teoria de Peter d’Adamo sobre o funcionamento do corpo humano, cada tipo de sangue exerce um tipo de influência sobre nossos corpos. Alguns deles podem estimular mais o metabolismo e outros liberam mais suco gástrico no processo de digestão, por exemplo.

Assim, é preciso identificar quais alimentos ajudam cada tipo sanguíneo a trabalhar com mais eficiência. Aqueles ingredientes que equilibram o organismo, por exemplo, são considerados benéficos para o tipo sanguíneo analisado porque facilitam o processo de digestão.

Mesa com frutas
Trang Doan / Pexels

Os alimentos neutros, por outro lado, não interferem negativa ou positivamente no corpo de quem os consome. Ao mesmo tempo em que podem ser consumidos, também não devem estar tão presentes em uma dieta quanto os alimentos benéficos.

Por fim, os alimentos nocivos para um tipo sanguíneo são aqueles que dificultam o processo de digestão e que podem aumentar a quantidade de toxinas no corpo de uma pessoa. Logo, devem ser evitados na dieta diária.

Alimentos bons para o tipo sanguíneo A

O sangue tipo A é caracterizado por uma baixa produção de sucos gástricos no organismo. Por causa disso, o ambiente dentro do estômago é menos ácido do que é para outros grupos, então a gordura pode demorar muito tempo a ser digerida. Portanto deve-se preferir os alimentos menos gordurosos.

Em relação às carnes para o tipo sanguíneo A, é preferível ingerir frango e peru. Além disso, os melhores peixes são salmão e bacalhau, enquanto que o laticínio ideal é o tofu. Azeite de oliva e óleo de coco são boas opções para o preparo desses alimentos.

Prato com salmão
Sebastian Coman Photography / Pexels

Já as verduras, os legumes e os feijões devem apresentar: acelga, abóbora, alface, brócolis, cenoura, couve, espinafre, ervilha, lentilha, feijão azuki e feijão preto. Para os cereais, deve-se ingerir amaranto, trigo-sarraceno e farinhas de aveia e de quinoa.

As frutas, as castanhas e as sementes mais indicadas para o tipo sanguíneo A são: abacaxi, ameixa, abacate, amêndoa, amendoim, cereja, chia, damasco, figo, limão e sementes de abóbora e linhaça. Para finalizar, os condimentos ideais são alho, missô e gengibre; as bebidas são chá-verde, vinho e café.

Alimentos neutros

Os alimentos neutros para o tipo sanguíneo A são aqueles que não fazem mal e não fazem bem para o corpo de quem tem esse sangue. Então o consumo deles deve ser moderado. A digestão de cada um deles não será tão difícil, mas pode provocar um pouco de mal-estar, em alguns casos.

Os peixes neutros são atum e pescada, que podem ser preparados com ghee. Em relação aos laticínios, é possível comer mussarela de búfala e queijo curado sem exagerar. Também deve-se comer em porções pequenas: agrião, abóbora, beterraba e feijão-branco.

Uma mulher segurando uma beterraba após ser colhida
Karolina Grabowska / Pexels

Os grãos e cereais neutros para o tipo sanguíneo A são: arroz branco, tapioca, pão sem glúten e pão de centeio. Já as frutas e castanhas que devem ser consumidas com moderação incluem: caqui, uva, melão, pêra, morango, melão, maçã, pêssego, goiaba, kiwi, tâmara, avelã, pecã, macadâmia e tahine.

Açúcar mascavo, cacau, canela, noz-moscada, manjericão, orégano e hortelã são os condimentos e ervas considerados neutros para as pessoas que apresentam sangue tipo A.

Alimentos que devem ser evitados pelo tipo sanguíneo A

Como o sangue tipo A não libera tantos sucos gástricos no processo de digestão, alimentos mais pesados e gordurosos devem ser evitados. Isso porque eles serão digeridos muito lentamente, fazendo com que o corpo acumule toxinas e acabe inflamado. Saiba quais ingredientes podem te prejudicar!

Bacon, porco e todas as carnes vermelhas terão uma digestão difícil para o sangue tipo A, bem como salmão defumado, lagosta, ostra, linguado e camarão. Esse problema também pode se manifestar com a ingestão de leite, manteiga, queijo cremoso, óleos de milho, canola e gergelim.

Pedaços de manteiga em cima de um montante de farinha de trigo
Markus Spiske / Pexels

A digestão de verduras, legumes e feijões também será lenta no caso de: tomate, inhame, pimenta-vermelha, berinjela, batata-inglesa, batata-doce, grão-de-bico e feijão-roxinho. No caso de grãos e cereais, é preciso evitar cevada, farinhas de arroz e de milho e pães feitos com farinha de trigo branca e integral.

Ao mesmo tempo em que nenhuma fruta deve ser evitada, é importante não comer pistache, castanha-do-pará e castanha de caju, assim como alcaparra, vinagre, maionese, ketchup, molho inglês, cerveja, chá-preto e refrigerante.

Posso fazer a dieta para o tipo sanguíneo A?

A dieta do tipo sanguíneo não apresenta comprovação científica. Isso porque não existem estudos que mostram que cada tipo de sangue provoca mudanças no funcionamento do organismo humano.

Porém, se você quiser fazer a dieta do tipo sanguíneo A, é possível, com algumas condições. A primeira delas é ter sangue tipo A, e isso pode ser identificado com um exame de sangue. A segunda delas é procurar auxílio médico profissional, conversando com nutricionistas.

Você também pode gostar

Nenhuma dieta alimentar deve ser iniciada ou interrompida sem acompanhamento médico, porque os alimentos que ingerimos interferem diretamente no nosso organismo. Então, por melhor que sejam as suas intenções em relação ao seu corpo, confie apenas em opiniões profissionais.

Considerando cada informação apresentada, compreende-se que a dieta do tipo sanguíneo A deve ser rica em alimentos pouco gordurosos. Dessa maneira, é possível evitar problemas no processo digestivo, no qual os sucos gástricos são escassos. Entretanto, se você quiser se alimentar melhor, converse com um(a) nutricionista.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br