Saúde Integral

Qual o melhor alimento para o seu tipo sanguíneo?

Alimentos e equipamentos para teste de açúcar no sangue e dispositivo de punção sobre a mesa branca.
MarilynBarbone / 123RF
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Está com pressa? Leia o resumo agora e confira o artigo na íntegra quando estiver tranquilo 🙂

  • O tipo sanguíneo de uma pessoa é classificado segundo a presença ou ausência de anticorpos — aglutininas.
  • A dieta do tipo sanguíneo indica quais alimentos a pessoa pode consumir, de acordo com seu tipo sanguíneo e, com isso, reequilibrar o funcionamento do organismo.
  • A dieta do tipo sanguíneo tem o intuito de acelerar o metabolismo, diminuir riscos de problemas de coração, facilitar processos digestivos e ajuda no emagrecimento.
  • Qualquer pessoa adulta pode seguir a e dieta do tipo sanguíneo, não há restrições. Porém, é importante consultar um nutricionista para averiguar se algum dos alimentos indicados podem fazer mal para você especificamente.

Você já ouviu falar em dieta do tipo sanguíneo? Pode parecer estranho, mas existe um cardápio específico ideal para cada tipo de sangue. Você conhece os tipos sanguíneos existentes e as diferenças entre eles? Atente-se a este artigo e descubra o que você pode consumir segundo esse tipo de dieta!

O que é o tipo sanguíneo e quais são as diferenças de um para o outro?

O tipo sanguíneo de uma pessoa é classificado segundo a presença ou ausência de anticorpos — aglutininas. Desse modo, o sangue possui quatro tipos de classificação, com base no sistema ABO:

Sangue A: esse tipo possui anticorpos que combatem o tipo B, conhecido como anti-B. Pessoas com esse tipo sanguíneo só podem receber sangue de quem possui sangue A ou O;

Sangue B: considerado raro, esse tipo possui anticorpos que combatem o tipo A, conhecido como anti-A. Pessoas com esse tipo sanguíneo só podem receber sangue de quem possui sangue B ou O;

Sangue AB: um dos mais raros, o tipo AB não possui anticorpos que combatem A ou B. Pessoas com esse tipo sanguíneo podem receber sangue de todos os outros tipos e não apresentam qualquer reação adversa;

Sangue O: esse tipo é tido como doador universal e possui anticorpos anti-A e anti-B. Pessoas com esse tipo sanguíneo podem receber sangue somente de quem possui sangue O.

O que é a dieta do tipo sanguíneo?

Você sabia que o sangue influencia nossa alimentação? Pensando nisso, Peter D’Adamo, médico e naturopata, escreveu um livro, no ano de 1996, chamado “A Dieta do Tipo Sanguíneo”, no qual afirma que, se uma pessoa seguir uma dieta específica para o seu tipo de sangue, o seu organismo se livrará de inflamações, inchaços, gorduras, retenção de líquidos e outras desordens, pois essa regra de alimentação é capaz de reequilibrar o funcionamento do organismo.

Homem com máscara e óculos segurando um tubinho com sangue.
ArtemPodrez / Pexels

Nesse cardápio para os tipos sanguíneos, os alimentos são vistos como:

Benéficos: alimentos que evitam, tratam e curam doenças;

Nocivos: alimentos que podem piorar ou acentuar o quadro de doenças;

Neutros: alimentos que não causam nem curam ou tratam doenças.

Segundo essa dieta, os alimentos que ingerimos diariamente ditam o funcionamento do nosso sistema imunológico, do metabolismo, das nossas emoções e até mesmo da nossa personalidade. O intuito dela é promover equilíbrio e saúde a partir de uma reeducação alimentar de acordo com a classificação de alimentos citadas acima.

Pra quê serve a dieta do tipo sanguíneo?

O intuito dessa dieta é acelerar o metabolismo de um indivíduo de acordo com um cardápio feito a partir do seu tipo sanguíneo. Além de promover mais saúde, ela diminui os riscos de doenças do coração e garante o emagrecimento daqueles que seguirem a alimentação indicada. A base para tais objetivos é o fato de que em cada cardápio. São indicados os alimentos que beneficiam o organismo de cada grupo, assim como os que devem ser evitados por dificultarem a digestão e prejudicarem o funcionamento do metabolismo, bem como o emagrecimento.

Quem pode fazer a dieta do tipo sanguíneo?

Qualquer pessoa adulta pode fazer essa dieta. Não há restrições, pois os cardápios são feitos a partir somente da alimentação. Mas o indicado é que você busque um nutricionista para saber do que o seu corpo realmente precisa para funcionar bem. Por mais que esse estudo diga o que o seu tipo sanguíneo não deve comer, você precisa estar atento ao que o seu organismo precisa diariamente. É preciso cuidar para que não falte nenhum nutriente ou vitamina na sua alimentação.

O que cada tipo sanguíneo pode comer e deve evitar segundo a dieta?

Como cada tipo sanguíneo possui características específicas, devem seguir um cardápio diferente. Confira:

Pessoas de sangue tipo O

Imagem com diversos alimentos ricos em proteína
Yulka3ice / Getty Images Pro / Canva

Esse grupo possui maior facilidade para digerir todos os tipos de carne. O consumo de proteína de origem animal também aumenta a massa dos tecidos e facilita a queima de gordura. Dessa forma, pessoas com o tipo O podem seguir uma dieta rica em carne vermelha, peixe, aves, frutas e legumes, evitando apenas glúten e lactose, pois podem desenvolver alguma intolerância a essas substâncias. Confira os alimentos adequados a esse grupo:

Alimentos permitidos

  • Carnes: boi, cordeiro, carneiro, veado e peixes;
  • Laticínios: queijo de leite de cabra;
  • Legumes/verduras: brócolis, espinafre, couve-flor, alcachofra, alface e cenoura;
  • Leguminosas: feijão preto, ervilha, grão-de-bico e soja;
  • Cereais: arroz integral;
  • Frutas: ameixa, amora, figo, goiaba, manga e banana;
  • Ervas/temperos: salsa, salsinha, tomilho, hortelã e pimenta caiena;
  • Diversos: ovos, algas marinhas, chá verde, azeite de oliva e alfarroba.

Alimentos neutros

  • Carnes: camarão, coelho, peru, frango, mexilhão;
  • Laticínios: manteiga e queijos de cabra, feta e mussarela;
  • Legumes/verduras: abóbora, abobrinha, berinjela, beterraba, pimentão e tomate;
  • Leguminosas: feijão vermelho e feijão verde;
  • Cereais: amaranto, aveia e centeio;
  • Frutas: abacaxi, caqui, limão, morango, pêssego e uva;
  • Ervas/temperos: açafrão, alho, coentro, louro, manjericão e orégano;
  • Diversos: azeitona, cacau, cogumelos, tapioca e vinhos tinto e branco.

Alimentos proibidos

  • Carnes: polvo, porco e embutidos como salame, presunto, bacon e linguiça;
  • Laticínios: margarina, iogurte, sorvete, creme de leite e a maioria dos queijos derivados do leite da vaca.
  • Legumes/verduras: batata, repolho, couve, alfafa e pepino;
  • Leguminosas: feijão branco e lentilha;
  • Cereais: trigo, cevada, malte e milho;
  • Frutas: laranja, amora, abacate, kiwi e tangerina;
  • Ervas/temperos: canela, pimenta e noz moscada;
  • Diversos: cerveja, refrigerante, vinagre, óleo de soja, ketchup e café;

Pessoas de sangue tipo A

Diversos vegetais e legumes juntos
Magda Ehlers / Pexels / Canva

Na alimentação para pessoas do tipo sanguíneo A, a preferência deve ser pelos vegetais, já que esse grupo está mais propenso a desenvolver problemas gástricos. Alimentos de origem animal devem ser evitados, enquanto grãos, produtos lácteos e ovos podem ser consumidos desde que em poucas quantidades. Confira os alimentos permitidos, neutros e proibidos:

Alimentos permitidos

  • Carnes: peixes como salmão, sardinha, merluza, truta e bacalhau;
  • Queijos: veganos, como de soja e de amêndoas;
  • Legumes/verduras: abóbora, brócolis, alcachofra, cenoura e chicória;
  • Leguminosas: favas, feijão preto, soja e lentilha;
  • Cereais: amaranto, arroz, aveia, centeio e trigo;
  • Frutas: abacaxi, ameixa, figo, limão e mirtilos;
  • Ervas/temperos: açafrão, cebola, alho, gengibre, salsa e mostarda;
  • Diversos: chá verde, café, vinho, tofu, melaço e molho de soja.

Alimentos neutros

  • Carnes: frango, peru e peixes como atum e pescada;
  • Laticínios: leite e queijo de cabra, iogurte, queijo minas, ricota e coalhada;
  • Legumes/verduras: abobrinha, aspargos, beterraba, couve-flor, pepino e rúcula;
  • Leguminosas: ervilha e feijão branco;
  • Cereais: centeio, cevada e milho;
  • Frutas: goiaba, kiwi, maçã, morango, caqui e uva;
  • Ervas/temperos: alecrim, manjericão, baunilha, canela, cravo e hortelã;
  • Diversos: ovos, algas marinhas, açúcar, tapioca, chocolate e castanhas.

Alimentos proibidos

  • Carnes: boi, porco, embutidos e frutos do mar em geral;
  • Laticínios: creme de leite, manteiga, leite de vaca e outros derivados que possuam caseína;
  • Legumes/verduras: batata, batata-doce, berinjela, pimentão, repolho e tomate;
  • Leguminosas: grão de bico;
  • Cereais: trigo, granola e aveia;
  • Frutas: abacate, carambola, coco e manga;
  • Ervas/temperos: pimenta preta ou branca
  • Diversos: refrigerante, óleo vegetal, castanhas, chá-preto, gelatina e vinagre.

Pessoas de sangue tipo B

Diversas frutas inteiras e cortadas em cima de uma mesa branca
Julia Zolotova / Pexels / Canva

De maneira geral, é o grupo que permite uma dieta mais variada, como hortaliças, laticínios e carne vermelha, entretanto devem evitar alimentos ultraprocessados e sorvetes que contenham leite em seu preparo. Confira o que é permitido, o que é tolerado e o que é proibido na dieta desse tipo sanguíneo:

Alimentos permitidos

  • Carnes: carneiro, cordeiro, coelho, veado e peixes;
  • Laticínios: iogurte, ricota, queijo de cabra e muçarela de búfala;
  • Legumes/verduras: inhame, cenoura, brócolis, beterraba, berinjela e batata-doce;
  • Leguminosas: feijão branco
  • Cereais: arroz integral e aveia integral;
  • Frutas: abacaxi, ameixa, mamão banana e uva;
  • Ervas/temperos: salsa, salsinha, sálvia, açafrão e gengibre;
  • Diversos: ovos, uva passa, chá preto, vinho branco.

Alimentos neutros

  • Carnes: boi, peru, vitela e lula;
  • Laticínios: manteiga, queijo parmesão, requeijão e leite integral;
  • Legumes/verduras: espinafre, agrião, aipo, abóbora e alface;
  • Leguminosas: ervilha e feijão verde;
  • Cereais: granola
  • Frutas: morango, laranja, kiwi e pera;
  • Ervas/temperos: hortelã, camomila
  • Diversos: leite de soja, tofu, cogumelos, café e óleo de coco.

Alimentos proibidos

  • Carnes: porco, presunto, frango, camarão, lagosta e ostra;
  • Laticínios: sorvete com leite na composição e queijos fundido e do tipo roquefort;
  • Legumes/verduras: alcachofra, tomate, milho verde e tomate;
  • Leguminosas: feijão preto, lentilha e grão-de-bico;
  • Cereais: trigo e centeio;
  • Frutas: caqui, carambola e coco;
  • Ervas/temperos: canela e pimenta branca e do reino;
  • Diversos: azeitona, amido de milho, refrigerantes e bebidas destiladas.

Você também pode gostar

Pessoas de sangue tipo AB

Diversos alimentos derivados do leite em uma mesa de madeira
Baibaz / Getty Images Pro / Canva

A dieta do sangue tipo AB é que mais possui opções de alimentos, pois são poucos os alimentos nocivos à saúde. Por ser uma evolução dos grupos A e B, a alimentação desse grupo pode ser bastante variada, entretanto é recomendável dar preferência a alimentos mais saudáveis, com porções equilibradas e que contenham um pouco de cada grupo alimentar. Confira alguns exemplos:

Alimentos permitidos

  • Carnes: peru, carneiro, cordeiro, e peixes como atum, salmão, sardinha e bacalhau;
  • Laticínios: iogurte, ricota, cottage, requeijão e queijo branco;
  • Legumes/verduras: beterraba, berinjela, brócolis, couve-flor, pepino e inhame;
  • Leguminosas: vagem
  • Cereais: arroz integral, centeio e aveia;
  • Frutas: cereja, figo, framboesa, kiwi, uva e limão;
  • Ervas/temperos: alho, camomila e gengibre;
  • Diversos: leite de soja, mel e vinho.

Alimentos neutros

  • Carnes: fígado de boi e peixes como linguado e arenque;
  • Laticínios: leite desnatado, manteiga e requeijão;
  • Legumes/verduras: agrião, escarola e vagem;
  • Leguminosas: feijão branco e preto e ervilha;
  • Cereais: granola, cevada e trigo;
  • Frutas: abacaxi, ameixa, cereja, pêssego e pera;
  • Ervas/temperos: açafrão e cebolinha;
  • Diversos: tofu, chocolate, açúcar e pão sírio.

Alimentos proibidos

  • Carnes: bacon, presunto, camarão e siri;
  • Laticínios: leite integral, margarina, creme de leite, queijos parmesão, provolone e brie;
  • Legumes/verduras: alcachofra, nabo, pimentão, rabanete;
  • Leguminosas: grão de bico;
  • Cereais: cereais matinais e amido de milho;
  • Frutas: banana, caqui, manga, goiaba e laranja;
  • Ervas/temperos: pimentas em geral;
  • Diversos: anis, alcaparra, tapioca, óleo de girassol e vinagre.

Agora você já conhece essa modalidade de dieta e sabe quais são os alimentos mais indicados para o seu tipo sanguíneo, mas antes de pensar em começá-la, consulte com um médico especialista! Ele te dirá se você pode ou não seguir esse cardápio, de acordo com as suas necessidades, afinal, cada organismo é único e nem todas as pessoas funcionam da mesma forma!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br