Autoconhecimento Coaching

Arquétipo da fada: lado sombra

Quando tratamos de elementos que abordam questões relacionadas ao comportamento e à personalidade das pessoas, sempre vamos lidar com dois aspectos diferentes: o lado sombra e o lado luz. Neste artigo, você vai entender mais sobre os pontos de atenção do Arquétipo da Fada. Leia todas as informações e detalhes que separamos para você!

Você sabia que existe o Arquétipo da Fada e que é possível ativá-lo? Ele é extremamente poderoso e benéfico, já que traz grandes transformações, autoconhecimento e forte conexão com a natureza e com o mundo espiritual.

Seu lado luz promove criatividade, aumentando nossas habilidades artísticas e nossa liberdade de expressão. Traz também gentileza, alegria, amor e respeito à natureza, bem como beleza, autoconfiança, feminilidade, conexão espiritual, curiosidade, calmaria e contemplação.

Mas tudo que tem luz também faz sombra. E até mesmo as fadas, consideradas seres benevolentes e encantadores, têm seus aspectos mais sombrios. E agora que você já conheceu brevemente o lado positivo desse arquétipo, vamos te apresentar o lado sombra dele. Boa leitura!

Explore mais o universo dos arquétipos e ative o seu:

Arquétipo do Afortunado Arquétipo da Jasmine
Arquétipo de Afrodite Arquétipo do Leão
Arquétipo de AtenaArquétipo de Lilith
Arquétipo da CleópatraArquétipo da Lua
Arquétipo do CupidoArquétipo do Mago
Arquétipo das DeusasArquétipo da Marilyn Monroe
Arquétipo do Explorador Arquétipo de Ouro
Arquétipo da Fada Arquétipo da Prosperidade
Arquétipo do FlamingoArquétipo da Rosa Vermelha
Arquétipo do Guerreiro Arquétipo da Sereia
Arquétipo do Herói

Arquétipo da Fada: lado sombra

Fadas são seres encantadores – disso, não há dúvida –, mas, assim como todos os arquétipos, esse também tem um lado sombrio, que pode vir à tona se não houver equilíbrio ou quando ele é ativado de forma inapropriada.

Entre os aspectos negativos que esse arquétipo traz para nossas vidas, podemos destacar:

  • Manipulação: tendência a usar os encantos e a beleza da fada para controlar, enganar ou influenciar alguém;
  • Egoísmo: a prioridade acaba se voltando para as próprias necessidades, em detrimento dos outros. O perigo não está em meramente se preservar, mas em passar por cima dos outros para satisfazer os próprios desejos;
  • Inveja: sentir inveja ou ser alvo dela é um risco em caso de desequilíbrio do Arquétipo da Fada. No caso de ser objeto desse sentimento, tenha cuidado com as pessoas que convivem com você;
Zoom no olho de uma mulher em meio às sombras
ozrimoz / Shutterstock
  • Negação da realidade: cuidado para não viver fora da realidade, nem se perder nas fantasias da sua mente. Atenção às ilusões e às decepções, porque nem sempre o mundo concreto é o que esperamos;
  • Bloqueio criativo: isso pode acontecer por falta de criatividade ou por excesso dela, não sabendo como distribuí-la e direcioná-la;

Aprofunde-se sobre os arquétipos:

  • Soberba: se você tende a ser uma pessoa mais vaidosa ou convencida, isso pode se acentuar um pouco;
  • Postura vingativa: fadas são uma força da natureza, algo que pode tanto ser boa quanto impiedosa, com forte tendência a punir seus desafetos. Assim, você pode se tornar uma pessoa vingativa, caso guarde algum rancor por alguém;
  • Orgulho: a presunção de autonomia, ou seja, a sensação de que você pode dar conta de tudo — já que tem liberdade e sorte —, pode fazer com que pense que não precisa de ninguém.

Você também pode gostar:

O lado sombra do Arquétipo da Fada traz comportamentos negativos que podem atingir as pessoas ao nosso redor — e até a nós mesmos —, criando vários problemas de relacionamentos e situações desafiadoras. É preciso saber interpretar esse lado, lidar com ele e buscar um equilíbrio. Problemas vão surgir em qualquer situação, mas ter um autoconhecimento afiado é a chave para atravessas as dificuldades e obter aprendizados, para saber tirar o melhor desse arquétipo e trilhar um caminho de evolução.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br