Cristaloterapia

Obsidiana — Tudo sobre esse poderoso cristal

A obsidiana é uma pedra natural milenar, que foi muito utilizada para a fabricação de objetos como facas, flechas e lanças. Além disso, tem um conhecido poder espiritual, que promete limpar e proteger pessoas contra energias negativas.

Saiba tudo sobre esse amuleto e conheça suas propriedades e vantagens para o ser humano!

Energia terapêutica, que consegue detectar o que atrapalha nosso crescimento, trabalhando para aumentar nosso foco e nossa vontade de melhoria… Parece milagre, mas é, na verdade, o poder da obsidiana!

A obsidiana é um mineraloide, pedra que não tem formação cristalina, então não pode ser considerada cristal, mas que também é mais complexa do que um mineral. Geralmente tem tonalidade negra, com pequenos pontos brancos, mas também pode ser verde-escura e totalmente preta.

A cor da pedra varia de acordo com o material com que foi constituída. Vários elementos, como magnésio, ferro, bolhas de gás, cristais brancos e magnetitas se juntam para criar uma obsidiana única.

Integrante da categoria de pedras naturais, as obsidianas são muito antigas e compõem a mitologia e a história humanas. Há milhares de anos, entende-se que essa pedra auxilia na busca pela percepção aguçada e na proteção contra energias pesadas.

Ficou curioso para saber mais? Então continue lendo para conhecer os benefícios e a história dessa pedra milenar. Confira!

O que é a pedra obsidiana?

Como falamos acima, ao contrário do que muita gente pensa, a obsidiana não pode ser considerada um cristal e é, na verdade, um mineraloide. Isso acontece devido às propriedades da pedra, que vamos apresentar mais a seguir.

A obsidiana surge por meio do resfriamento rápido da lava vulcânica. Quando isso acontece, em vez de se formar um rochedo, é produzido um mineral muito bonito, com um interior brilhante, que se assemelha a uma concha. Os lugares com maior quantidade de obsidiana são aqueles em que a lava esfria pelo contato abrupto com a água ou com ventos gelados.

O nível de dureza da obsidiana é de 5,5. Para ter uma ideia de comparação, o quartzo consegue atingir o número 7 na mesma escala. Além disso, quando se quebra, a pedra se reduz a estilhaços afiados, o que justifica a sua grande utilização na produção de armas como flechas, facas e lanças, em outros períodos históricos. Hoje em dia, ainda é utilizada na fabricação de bisturis médicos, por exemplo.

A coloração da pedra vai depender do material de que ela é feita. Confira alguns exemplos:

  • Magnésio e ferro: formam uma coloração castanha e preta
  • Bolhas de gás: formam uma coloração dourada
  • Cristais brancos de cristobalita: formam uma coloração preta com manchas brancas, que é conhecida como “floco de neve”
  • Magnetitas: formam uma coloração arco-íris

A obsidiana na história da humanidade

Imagem de uma mulher segurando duas Obsidianas, uma preta e outra branca
microgen de Getty Images/ Canva

A história da obsidiana se mistura facilmente com a história da humanidade. Estudos apontam que a pedra é utilizada desde antes de 700 a.C. Essa utilização sempre foi para diversos fins, desde a fabricação de materiais até usos espirituais.

Ao longo da Idade da Pedra Polida, a pedra foi muito utilizada para produzir lâminas e pontas de flechas. Também existem registros que apontam a utilização da obsidiana na fabricação de espelhos. Legal, né? Mas não para por aí!

Em 2013, uma equipe do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), da Espanha, descobriu que seis pedaços de obsidiana foram transportados, há 6 mil anos, da Sardenha (Itália) até Barcelona (Espanha). No total, foram percorridos aproximadamente 1.200 km. Devido aos desgastes presentes na superfície desses fragmentos, os pesquisadores deduziram que eles foram utilizados como utensílios de atividade cotidiana.

No lado espiritual, a obsidiana foi muito utilizada por povos nativos, principalmente da África e das Américas. O maior objetivo era buscar por proteção ou fins terapêuticos. Eles acreditavam que, devido à origem da pedra, ela tinha o poder de dissipar e dissolver todo o excesso de energia negativa em cada pessoa, enviando-as diretamente para o centro da Terra.

Devido ao poder fortíssimo desse amuleto, há um consenso popular de que ele pode ser perigoso. Quer saber se isso é verdade? Então continue a leitura, porque falaremos disso abaixo!

O significado da obsidiana para a espiritualidade

As crenças na proteção e na terapia proporcionadas pela obsidiana persistem nos dias atuais. Com a energia da pedra, acredita-se que ela tem o poder de detectar o que atrapalha nosso conhecimento e nosso crescimento.

Mas como isso é feito? Bem, a pedra obviamente não consegue se comunicar conosco. Só que, ao utilizá-la, você vai ter maior clareza sobre o que incomoda você. Dessa forma, será mais fácil identificar esses pontos para melhorá-los.

O uso da obsidiana aprimora nossa própria força de vontade. Ela é uma injeção de ânimo a mais, mas não faz milagres. Então, quando for utilizá-la, é importante mentalizar a sua vontade de evoluir, de mudar, de fazer um movimento interno para crescer em seu objetivo. Caso contrário, as propriedades da pedra não irão funcionar devidamente.

Além disso, o amuleto não é perigoso, como muitas pessoas pensam. No entanto, é essencial usá-lo com respeito e com a mente aberta. Quem não estiver disposto a melhorar e evoluir, é melhor apenas não fazer o uso.

A obsidiana também consegue neutralizar energias desarmônicas, graças às vibrações que emana. Por isso, é um excelente protetor de campo energético contra os ataques espirituais. Se você é uma pessoa que tem a sensibilidade aguçada e que acaba absorvendo energias dos ambientes por onde passa, a pedra é ideal para que você não se sinta sobrecarregado.

Quais são os benefícios do uso da obsidiana?

Há vários benefícios em utilizar a obsidiana em seu dia a dia. Confira, de maneira simplificada, as vantagens que a pedra pode gerar em sua vida, desde que utilizada corretamente:

  • Neutralização de energias e pensamentos negativos
  • Proteção contra ambientes sobrecarregados negativamente
  • Injeção de ânimo para que a pessoa consiga realizar tarefas do dia a dia e sair da zona de conforto
  • Ampliação da mentalidade, mostrando, com mais clareza, onde estão os problemas que atrasam a vida
  • Dissolução do excesso de energia negativa em nosso corpo, enviando-a diretamente para o centro da Terra.

Como a pedra deve ser utilizada?

Existem algumas maneiras diferentes de utilizar a obsidiana. No geral, é seguro usá-la em acessórios, como colares, pulseiras e brincos. Mas atenção: o uso deve ser pontual e não diário.

Como é uma pedra terapêutica, o uso excessivo pode causar perturbações mentais, como busca interna de conhecimentos sem fim, o que é prejudicial e pode gerar traumas, se não for acompanhada por um profissional.

A pedra também pode ser usada para aprimorar o ego. Nesse caso, você deve colocar a pedra em um dos chacras inferiores (básico, sacro ou plexo solar), para atrair as energias dos cracras superiores (coronário e frontal). Repita esse processo duas vezes na semana, por 20 minutos.

Na meditação, você deve utilizar a sua obsidiana da seguinte forma:

  • Pegue a pedra com as mãos e a observe, até decorar todos os detalhes.
  • Relaxe e respire profundamente, deixando os pensamentos fluírem.
  • Visualize a pedra em sua mente.
  • Conte de 1 a 7 e visualize a obsidiana crescer, até ganhar o tamanho de uma montanha
  • Comece a explorar todos os caminhos dessa montanha.
  • Quando acabar, conte outra vez de 1 a 7, até que a montanha se torne novamente a obsidiana em suas mãos. Respire fundo e abra os olhos lentamente.

Onde encontrar a obsidiana?

Imagem de um vulcão prestes a entrar em erupção
Igor Abdulxananov de Pexels/ Canva

A pedra pode ser encontrada em locais em que tenham ocorrido erupções vulcânicas recentes, como na Austrália, na Ásia, na África, em alguns lugares da Europa e das Américas.

No geral, são conhecidas mais de 70 localidades mundiais onde é possível encontrar a obsidiana. O México, a Turquia, a Armênia e a Itália são alguns exemplos de países que possuem depósitos da pedra. Ela também pode ser encontrada na Etiópia e na Alemanha.

Os Estados Unidos, no entanto, são o país com a maior quantidade de depósitos de obsidiana. É possível encontrar a pedra em vários estados, como Arizona, Colorado, Novo México, Texas, Utah, Washington, Oregon e Idaho. Outros exemplos também são a Virgínia, a Pensilvânia e a Carolina do Norte.

No Brasil, a pedra, em coloração completamente negra, pode ser encontrada na natureza, com alguma facilidade, no sul do país, principalmente no Rio Grande do Sul. Para a compra, é possível procurar pela obsidiana em alguns sites de confiança, como a Amazon e o Mercado Livre.

É importante destacar que o preço do amuleto varia muito. Algumas tonalidades de obsidiana são muito raras, o que aumenta bastante o preço. Na hora de comprar, atente-se a isso e lembre-se de que a cor mais comum no Brasil é a totalmente preta. Se desejar alguma tonalidade específica, vai ser necessário abrir a carteira e pesquisar com muito cuidado!

Você também pode gostar

Gostou do conteúdo? Se você chegou até aqui, pode perceber as diversas vantagens da utilização da obsidiana. Desde a produção de artigos para atividades diárias, em períodos antes de Cristo, até para proteção espiritual e para melhorar aspectos da vida, a obsidiana é uma pedra que proporciona vários benefícios para o ser humano.

E aí, vai começar a utilizá-la? Aproveite também para compartilhar este artigo com amigos e familiares que podem gostar do conteúdo!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br