Cristaloterapia Espiritualidade

O poder curativo da ametista

Mãos femininas segurando pedra ametista
123RF | Olga Yastremska

Ametista: a pedra da chama violeta

Segundo a antroposofia, que estabelece uma analogia entre as pedras preciosas e as faculdades humanas, a ametista está relacionada com a caridade.

A ametista encoraja o amor e a adoração de Deus. Está associada com a força planetária de Netuno e com o signo de Peixes.

As pedras mais poderosamente purificadoras são as de cor púrpura, como a ametista, que age sobre o sétimo chakra, acima da coroa.

Mãos femininas segurando pedra ametista vista do alto
Canva Pro / Edalin no Getty Images Pro

A ametista é um quartzo cristalino e ocorre em formas tanto não cristalinas quanto cristalinas, mas sempre num tom púrpura claro ou escuro. Alguns cristais permanecem no fundo da rocha-mãe; exatamente como muitas pessoas que nunca se libertam de sua mãe, de sua família, de sua pátria, de sua raça ou de sua terra de nascimento. Eles são como aqueles que, embora possuam uma luz celestial, decidem levar até o fim sua tarefa terrena. As ametistas são um exemplo desses cristais. Ametistas púrpuras crescem dentro de geodes cinzentos em sua rocha-mãe. São encimadas por pirâmides de quatro lados. Os triângulos pontiagudos pertencem à luz. Mesmo na escuridão da rocha-mãe surge o poder da luz. Tão logo a rocha seja rompida e os cristais encontrem a luz, eles começam a brilhar. Da mesma maneira, os olhos dos recém-nascidos, que foram formados no escuro e nunca viram a luz, respondem à luz tão logo se encontrem com ela. A luz já está presente na escuridão.

O cristianismo atribuiu um valor maior às virtudes de Peixes: autossacrifício, humildade, pureza e espiritualidade – e elas são incentivadas pela ametista e pelas pedras purpúreas em geral.

A ametista confere o favor dos que ocupam postos elevados. Pelo seu conteúdo titânico, a ametista é a pedra do sacerdote, está presente no anel do papa, e preferencialmente é usada no terceiro dedo da mão esquerda, colocada tanto no anel do bispo quanto nos anéis dos reis e dos duques. O arauto do rei exibia esse anel quando convocava os soldados para a guerra.

Poderes curativos da ametista:

– Proteção contra a embriaguez (a-metil = antiálcool), a fraqueza de Peixes; é por essa razão que é usada no umbigo.

– Proteção contra doenças do sangue, doenças venéreas e febre puerperal.

– Para insônia, falta de sono e dor de cabeça: esfregar uma ametista na testa e nas têmporas. Isso beneficiará todos os problemas da cabeça, tais como meningite, queda de cabelo, concussões, cataratas e resfriados ou nariz bloqueado. Também usada para problemas de visão, daltonismo e cataratas.

– Atua contra a dispersão da mente, característica de Peixes, dá clareza de profecia e de interpretação de sonhos, além de humildade, filantropia e amizade (costuma-se dá-la a um amigo, mas, se o amigo não a aceita, a amizade se quebra).

Pedra ametista em mesa com imagem de buda de porcelana ao lado
Canva Pro / Marichka_b no Getty Images Pro

– Meditação e para se obter visão espiritual. O conteúdo manganesífero da ametista dá o poder do pensamento criativo, razão pela qual essa pedra é uma das pedras mais adequadas à meditação e, em geral, para purificação e desenvolvimento espiritual. Também é usada para aguçar os sentidos naturais ou clarividentes. Ela emite uma luz pura na alma pecadora e dirige a atenção para as coisas do espírito. A ametista leva o espírito para os reinos do infinito e até mesmo o indivíduo que está confinado aos muros do seu corpo físico se sentirá rodeado pelo Universo incomensurável. Ela não tem fogo, mas cintila. Na Idade Média a ametista era mais cara do que o diamante. Quando os homens começaram a se desinteressar das coisas espirituais, a ametista foi desvalorizada.

– Eleva a alma e cura as neuroses; acalma e evita explosões, ajuda a dormir e alivia dor de cabeça; contra a má sorte, histeria, nevralgia, alucinações, acessos, ódio e aversão, temor, desgosto e saudade; purifica de venenos e pensamentos impuros.

– É um grande auxílio para os artistas, que têm dificuldade de reconciliar os aspectos prático e espiritual da vida. O manganês encoraja o pensamento criativo.

– O manganês, relacionado ao ferro, é bom para pessoas anêmicas, que apresentam uma tendência à paralisia e reflexos exagerados (mal de Parkinson, esclerose múltipla) e também para aqueles que cantam e falam demais e estão sempre limpando o muco da garganta.

– Também usada para escaldaduras, hidropisia, queimaduras e infecção.

Você também pode gostar

– Cura impurezas da pele. Basta colocar a ametista numa vasilha de água fervente e lavar a pele com as gotas que se formam na tampa.

– Dá felicidade no casamento se a esposa der a seu marido uma ametista num coração de prata. A ametista é a pedra de São Valentim.

– Auxilia na obtenção de justiça por parte de quem a usa. Na China, as ametistas eram alugadas a indivíduos que possuíam pendências judiciais.

Referência bibliográfica consultada:

UYLDERT, Mellie. “A magia das pedras preciosas – Os poderes ocultos das pedras preciosas, suas propriedades curativas e seus vínculos com a Magia, a Astrologia e a Religião”. São Paulo: Ed. Pensamento, 1984.

Sobre o autor

Esperanza Rojas Orozco

Esperanza Rojas Orozco

Para compreender que a saúde depende do equilíbrio corpo, mente e espírito, analisamos o indivíduo holisticamente, ou seja, por completo. O tratamento é à base de plantas medicinais, terapias energéticas, cromoterapia, argiloterapia e mentalizações positivas.

Email: [email protected]
Site: vivendosustentavel.com/centro-holistico
Instagram: @espiritual_mente_natural