Autoconhecimento Meditação

Cursos e Retiros de Meditações Contemporâneas com Nisargan

Mulher jovem, vestida de branco, sentada com as pernas cruzadas, meditando, com o mar ao fundo da foto.
Anand Nisargan
Escrito por Anand Nisargan

Olá! Me fazem, com uma certa frequência, a pergunta: “Qual é a programação dos seus cursos e retiro de meditação?”. Quando eu recebo essa pergunta´, me parece que as pessoas querem saber em que determinado horário vai ter isso, que determinar o horário vai ter aquilo; a proposta aqui não é seguir horários.

Existe uma intenção clara de ensinar ou passar conceitos que não coincide exatamente com os conceitos que as pessoas trazem quando vêm. Existe muita confusão entre meditação e concentração, isso precisa ser diferenciado, entre sentir e pensar, e outros tantos, que eu não posso isso não posso aquilo. Isso tudo precisa ser esclarecido dentro de uma abordagem em que o importante é a essência e não o externo, a essência da presença, então é preciso explicar exatamente o que a presença e as pessoas reconhecerem a presença em si mesmos.

Então não é um conceito intelectual, é preciso que seja vivencial. Uma vez que tenha essa essência, o que vai ser, horários são secundários, vai depender do fluir do grupo, vai depender da do momento e então existe uma possibilidade enorme de técnicas, mas as técnicas não são o ponto mais importante.

Portanto, não existem horários pré-estabelecidos, existe um começo, normalmente nas manhãs, a gente começa em torno das 8:00, 7:30 ou 8:30, e geralmente é o próprio grupo que decide. Tem grandes intervalos, pequenos intervalos, necessários conforme o momento, alguns intervalos, por exemplo, depois do lanche é o próprio grupo decide.

É uma flexibilidade que faz parte de uma abordagem específica, que é a abordagem do deixar acontecer. Essa é a essência da proposta: “Eu estou presente e a decisão vai ser de acordo com o que eu percebo agora e não algo pré-determinado”, deixa comigo, sei que estratégias eu posso dar conforme as situações, são muitas, mas todo o trabalho inicial, como eu falei, é a pessoa reconhecer a presença em si, uma vez que isso seja reconhecido tudo se torna mais fácil.

Para continuar a ler esse relato assista ao vídeo acima.


Você também pode gostar de outros artigos do autor: Meditar é treinar o porteiro

Sobre o autor

Anand Nisargan

Anand Nisargan

Anand Nisargan é o criador do ESPAÇO PRESENÇA e focalizador de seus Retiros de Meditação.

Formado em Medicina na Unicamp, em 1994 abandonou seu trabalho como médico psiquiatra para tornar-se instrutor de meditação.

Bebeu da fonte do Mestre Osho em sua própria presença física e foi membro de suas comunas na Alemanha, Itália e Brasil, sendo tradutor de dezenas de seus livros e vídeos. Autor do livro “A Arte de Estar Presente”.

Site: espacopresenca.com.br
E-mail: [email protected]
Telefone: (12) 99700.5670 (Vivo | WhatsApp)