Plantas Medicinais Saúde Integral

Dente-de-leão: entenda mais sobre essa planta que você pode ter no seu quintal!

O dente-de-leão, cientificamente conhecido como Taraxacum Officinale, é uma planta de origem europeia, que, por sua incrível capacidade de adaptação, é encontrada em grandes quantidades no Brasil, não só em terras saudáveis, mas até em fendas no asfalto.

Essa planta possui folhas parecidas com as folhas de catalônia ou almeirão, bem conhecidas por aqueles que têm passarinhos em casa; sua flor é repleta de pétalas amarelas que se transformam nas famosas sementes com pelinhos em sua extremidade, que são levadas pelo vento, germinam e dão origem a novas flores.

O dente-de-leão é considerado uma PANC (Planta Alternativa Não Convencional) e tem diversos usos medicinais. O dente-de-leão pode ser confundido muitas vezes com serralha, almeirão, alface-do-mato e outras plantas da mesma família, mas possui suas flores únicas, em formato de pompons amarelos e cheios de pétalas quando estão recém-abertas. Além disso, têm caules de base avermelhada, que carregam uma única flor, e folhas serreadas.

A planta para a espiritualidade

  1. Banho de dente-de-leão: O banho de dente-de-leão ajuda com autoestima, otimismo, esperança e também no realinhamento dos chakras inferiores. Para fazer esse banho, serão necessárias flores e caules do dente-de-leão, de preferência secos, que serão fervidas em água, evitando objetos de metal, e misturados no sentido anti-horário. Deixe em infusão e, após o banho normal, mentalize aquilo que deseja, despejando o banho de dente-de-leão do pescoço para baixo; não é necessário enxágue.
  2. Simpatia para o amor: Se você está à procura de um grande amor, basta soprar um dente-de-leão em direção aos quatro pontos cardeais (norte, sul, leste e oeste), pedindo que a pessoa amada venha de uma dessas direções ao seu encontro. Faça isso preferencialmente em época de Lua Cheia.

Por que assopramos o dente-de-leão?

Os quatro elementos (terra, ar, fogo e água) possuem contato direto com o nosso mundo e com a natureza. Quando fazemos um pedido e o lançamos para eles, estamos dissipando energia. O ato de assoprar um dente-de-leão é espalhar, multiplicar um desejo, uma energia positiva e o mais importante: acreditar, permitir que o Universo ou qualquer coisa na qual você acredite, escute seu pedido e o torne possível.

Benefícios

  1. Relaxante: os compostos flavonóides ajudam a acalmar o sistema imune, reduzindo o nervosismo e doenças causadas por ele, como a gastrite nervosa, por exemplo.
  2. Auxilia no tratamento de diabetes: o dente-de-leão é uma planta medicinal que interage com o metabolismo lipídico e a glicose, o que estimula a redução dos níveis de açúcar no sangue.
  3. Antioxidante: sua composição, rica em ácido ascórbico, ajuda a proteger o organismo de acometimentos patológicos.
  4. Ajuda na digestão: por causa da presença de lactonas sesquiterpênicas, que estimulam a secreção de bile, aumenta a produção de suco gástrico, auxiliando na digestão.
  5. Prevenção de doenças cardiovasculares: os compostos flavonóides ajudam a reduzir o estresse, protegendo as células dos distúrbios da homeostasia.
  6. Laxante: por fim, a raiz da planta também possui leve efeito laxante, podendo auxiliar em casos de prisão de ventre
Dente de leão com algumas partes voando sob o céu azul
Michael Schwarzenberger / Pixabay

Consumo

O dente-de-leão é uma erva com sabor amargo, mas tanto suas folhas e flores quanto suas raízes podem ser consumidas. Geralmente, as folhas são consumidas cruas ou cozidas; já as raízes podem ser torradas e moídas como grãos de café. As formas conhecidas de consumir dente-de-leão são em saladas, chás, como tempero suave, cápsulas e sucos.

Receitas

Chá de dente-de-leão

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de raiz de dente-de-leão esmagada;
  • 150 ml de água.

Modo de preparo:

Para preparar o chá, basta despejar 150 ml de água fervente sobre uma colher de sopa de raiz esmagada e deixar repousar durante 10 minutos.

Geleia de dente-de-leão

Ingredientes:

  • 3 xícaras do chá de dente-de-leão;
  • 4 e 1/2 xícaras de açúcar;
  • 2 colheres de sopa de suco de limão;

Modo de preparo:

Em uma panela grande, adicione o chá e o açúcar. Leve ao fogo médio, mexendo sempre, até começar a desgrudar do fundo da panela. Coloque o suco de limão e deixe ferver por mais 5 minutos, então desligue. Com a geleia ainda quente, guarde-a num recipiente previamente esterilizado de vidro.

Suco de dente-de-leão

Ingredientes:

  • Folhas novas de dente-de-leão;
  • Água de coco.

Modo de preparo:

Bater as folhas em um processador, juntamente com a água de coco, e tomar três vezes ao dia. Geralmente, as folhas de dente-de-leão possuem um sabor amargo, por isso deve-se usar as mais novas, cujo sabor é menos intenso. Além disso, pode-se misturar outros ingredientes, como suco de maçã, hortelã e gengibre, por exemplo, para melhorar o sabor e conferir mais propriedades a este suco.

Dente-de-leão refogado

Ingredientes:

  • 1 maço de folhas de dente-de-leão;
  • 1 cebola cortada em tiras;
  • 1 a 2 dentes de alho picados;
  • 1/4 xícara de tomate seco;
  • 1 colher (sopa) de azeite de oliva;
  • Sal.

Modo de preparo:

Lave bem as folhas de dente-de-leão. Pique bem. Aqueça uma frigideira e refogue as tiras de cebola com o azeite de oliva. Junte o alho e refogue por mais um minuto. Coloque as folhas de dente-de-leão e misture bem. Por fim, coloque o tomate seco. Refogue até as folhas murcharem. Sirva quente.

Flores de dente-de-leão empanadas

Ingredientes:

  • Flores de dente-de-leão;
  • 4 ovos;
  • Sal;
  • Orégano;
  • Pimenta-do-reino;
  • Farinha de trigo;
  • Farinha de rosca.

Modo de preparo:

Selecione as flores frescas e lave-as bem. Bata 4 ovos, sal, orégano e pimenta-do-reino. Passe a flor na farinha de trigo, nos ovos batidos e na farinha de rosca. Frite em óleo quente, escorra e sirva.

Tabela nutricional

Valor energético4kcal
Carboidratos0.6g
Proteínas0.2g
Fibra alimentar0.3g
Sódio0.1g

Contraindicações

O dente-de-leão não deve ser utilizado por pessoas com hipersensibilidade a esta planta, com problemas de obstrução dos ductos biliares ou de oclusão intestinal. Além disso, também não deve ser usada durante a gravidez.
Embora isso seja raro, a utilização de dente-de-leão pode provocar transtornos gastrointestinais ou reações alérgicas.

Você também pode gostar:

Compartilhe com seus amigos e sua família para que eles também possam conhecer os poderes do dente-de-leão!

Outras plantas medicinais

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br