Medicina Natural Plant-Based Plantas Medicinais

Equinácea: alivie sintomas gripais com essa planta!

A equinácea é uma planta herbácea pertencente à família Asteraceae, comum em regiões temperadas da América do Norte. Com flores roxas ou rosadas, chama a atenção não somente por sua beleza, mas também por suas propriedades medicinais.

Amplamente utilizada como um suplemento dietético para estimular o sistema imunológico e prevenir infecções, alguns estudos científicos ainda sugerem que a planta medicinal pode ser eficaz no tratamento de condições do trato respiratório superior, como gripes e resfriados, além de ter efeitos anti-inflamatórios.

Não é à toa que os indígenas americanos chamavam a equinácea de “pó de vida”, não é mesmo?

Usada há séculos pelos povos dessa região como um remédio para vários problemas de saúde, incluindo feridas, inflamações e problemas respiratórios, o poder da equinácea não é uma novidade para a humanidade. Porém, ela foi se tornando conhecida aos poucos.

Os primeiros colonizadores europeus, por exemplo, rapidamente descobriram os benefícios da equinácea e começaram a usá-la como um remédio para vários problemas de saúde.

Hoje, ela é popular no mundo inteiro — e os avanços feitos com a planta medicinal não param! E, no artigo de hoje, você irá entender tudo sobre a equinácea no plano da saúde física, mental e espiritual!

Benefícios da equinácea

Como já falamos, a equinácea é conhecida graças às suas propriedades medicinais. Mas quais são os principais benefícios que essa planta medicinal pode proporcionar para a saúde das pessoas? Confira seis:

  1. Fortalecimento do sistema imunológico e controle de doenças: a equinácea é conhecida por ajudar a fortalecer o sistema imunológico e aumentar a capacidade do corpo de combater infecções e doenças que vão desde gripes até candidíase e colesterol. Isso acontece graças à sua composição rica em substâncias como antioxidantes, alcamidas, polissacarídeos e glicoproteínas.
  1. Efeitos anti-inflamatórios: a equinácea tem propriedades anti-inflamatórias e pode ser útil no tratamento de condições inflamatórias, como artrite, eczema, inchaços e até mesmo dores de dente e na gengiva.
  1. Melhoria da pele: a equinácea também pode ser benéfica para a pele, ajudando a tratar problemas de pele, como acne, abscessos, furúnculos, queimaduras, cortes, entre outros. Isso acontece graças à sua ação anti-inflamatória e antibacteriana, que também agiliza a cicatrização de feridas.
  1. Proteção contra o câncer: existem estudos que sugerem que a equinácea pode ter propriedades anti-cancerígenas e, assim, são capazes de ajudar a proteger o corpo contra o desenvolvimento de câncer.
  1. Ação desintoxicante: a equinácea ainda tem o poder de desintoxicar o organismo, eliminando substâncias que podem fazer mal para as pessoas e garantindo maior sensação de saúde e bem-estar de uma maneira natural.
  1. Diminuição da ansiedade: é possível encontrar elementos como alcamidas, ácido rosmarínico e ácido cafeico na equinácea. Isso indica que ela possui efeito calmante e ansiolítico, auxiliando a diminuir e a controlar a ansiedade.
Flores de equinácea na natureza
matthiasboeckel / Pixabay

Equinácea na gravidez

A equinácea é uma planta comumente usada como suplemento para melhorar o sistema imunológico e, por isso, muitas gestantes passam a consumi-la com o objetivo de garantir uma gravidez mais saudável. Embora existam alguns estudos que sugerem que a equinácea pode ser benéfica nesse período, a pesquisa ainda é limitada e não há consenso sobre seu uso seguro nesta situação.

É importante lembrar que a equinácea é uma planta medicinal e deve ser usada com precaução, especialmente durante a gravidez. Por isso, é sempre recomendável consultar um médico antes de tomar qualquer suplemento.

Como consumir equinácea?

Agora você já conhece os principais benefícios da equinácea. Então fica a pergunta: como utilizar essa planta medicinal de forma eficaz, aproveitando todas as suas vantagens? Existem diversas formas para realizar a sua ingestão, desde chás até cápsulas e compressas!

O chá, por exemplo, deve ser preparado a partir das raízes da equinácea, que são secas e moídas antes de serem colocadas em água quente para infusão. Ele geralmente é amargo e tem um sabor adstringente, mas pode ser misturado com outras ervas ou adoçantes para melhorar o gosto. Essa forma de consumo normalmente tem o objetivo de melhorar o sistema imunológico e aliviar alguns sintomas de resfriado e gripe.

Já as cápsulas, que contém o pó das raízes da planta secas e moídas, podem ser tomadas como suplementos alimentares para melhorar o sistema imunológico e prevenir infecções. Elas geralmente são consideradas uma forma mais conveniente de usar a equinácea, pois são fáceis de transportar e usar no dia a dia, e podem ser encontradas em farmácias e supermercados.

Por fim, as compressas também podem ser realizadas com a equinácea. Elas são feitas a partir de folhas frescas ou secas da planta, que são colocadas em água quente para infusão e, por meio de um pano, é aplicada diretamente na pele para aliviar a dor e a inflamação, sendo usada para tratar condições cutâneas como eczema e psoríase.

Receitas com equinácea

Pronto! Agora você já conhece as principais formas de consumir a equinácea. Veja duas receitas que vão ajudar você a prepará-la e aproveitá-la com mais facilidade e segurança:

Chá de equinácea

Perfeito para melhorar a imunidade e aliviar sintomas em caso de gripes e resfriados, o chá de equinácea pode ser preparado em alguns passos simples!

Ingredientes:

  • 1 colher de chá da planta
  • 1 xícara de água

Modo de preparo:

Despeje a água em uma panela e coloque no fogo até começar a ferver. Depois, coloque ela em uma xícara de sua escolha e inclua a equinácea. Aguarde 15 minutos e pronto: agora é só coar e beber. Se desejar, pode incluir mel ou adoçante natural.

Compressa de equinácea

A pele é uma grande beneficiada da equinácea, tratando diferentes tipos de condições e, de forma geral, deixando-a mais macia e agradável ao toque. E a compressa ajuda nessa missão! Olha só como é fácil fazer a sua:

Ingredientes:

  • Raízes e folhas da equinácea
  • Pano
  • Água

Modo de preparo:

Coloque o pano esticado em uma superfície reta e, no meio, despeje as raízes e folhas de equinácea. Amarre bem, fazendo uma trouxinha com o pano. Reserve esse material enquanto você esquenta um pouco de água. Quando ela estiver morna, umedeça a sua trouxinha com equinácea e aplique na pele, no local machucado. Seja gentil e não esfregue. Repita esse processo algumas vezes e, depois, seque bem o local.

Equinácea na espiritualidade

Na espiritualidade, a equinácea é vista como uma planta sagrada que é capaz de conectar as pessoas com os espíritos da natureza e com os seus próprios espíritos internos. Por isso, é usada como uma ferramenta para a meditação e para a conexão com o mundo espiritual.

Considerada uma planta de proteção e cura, ajuda as pessoas a se conectarem com seus espíritos internos e a se protegerem de energias negativas. Alguns acreditam que a equinácea pode ajudar a limpar e equilibrar os chakras, aumentando a sensação de bem-estar e ajudando a alcançar uma maior conexão com o mundo espiritual. A equinácea também é usada em cerimônias espirituais e rituais. Ela é frequentemente queimada como incenso ou adicionada a banhos de ervas para a limpeza espiritual e para a conexão com os espíritos da natureza, além de compor amuletos e sachês.

Em resumo, a equinácea é uma planta que tem um papel importante na espiritualidade, auxiliando no aperfeiçoamento de habilidades psíquicas e clarividentes e protegendo as pessoas em momentos mais sensíveis.

Equinácea para HPV

O HPV é a infecção sexualmente transmissível mais comum. Ela é causada pelo vírus papiloma humano e é caracterizada, principalmente, por ser capaz de causar verrugas na região genital e também aumentar o risco de alguns tipos de câncer. Ela pode afetar homens e mulheres e, por isso, o interesse por métodos, tradicionais ou não, que auxiliem no seu tratamento aumenta a cada dia.

Nesse cenário, a equinácea se destaca, já que existem estudos que sugerem que suas propriedades ricas em alcamidas, polissacarídeos, glicoproteínas e imunomoduladora, importantes para o sistema imunológico, ajudam no tratamento dessa doença.

Porém, é importante lembrar que ainda há muito o que se explorar nessa relação. Por isso, é indispensável realizar um tratamento e acompanhamento com um médico e seguir todas as suas orientações.

Contraindicações da equinácea

Apesar de ser uma planta medicinal natural, a equinácea é muito poderosa. Isso faz com que ela beneficie muitas pessoas, mas, ao mesmo tempo, certos indivíduos devem evitar o seu consumo. Portanto, não é indicado que pessoas que sofrem com tuberculose, leucemia, doenças do colágeno e autoimunes, esclerose múltipla, que têm alergias ou asma ou que são HIV positivo façam o seu uso. Além disso, quem faz uso de remédios controlados e frequentes também deve consultar um médico antes de adotá-la em sua rotina.

Essa é uma planta medicinal extremamente poderosa, não é mesmo? Com as informações certas, é possível utilizá-la de forma poderosa e potencializar nossa saúde física, mental e espiritual, caminhando para uma vida cada vez mais plena e tranquila. Esperamos que esse artigo tenha ajudado você nessa missão!

Você também pode gostar:

Consulte-o sempre que necessário e indique para amigos e familiares que possam querer embarcar com você nessa jornada!

Outras plantas medicinais

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br