Plantas Medicinais Saúde Integral

Pata de vaca: a planta medicinal antioxidante

Uma planta cujo formato das folhas lembra a pata de uma vaca, que tem propriedades diuréticas capazes de controlar a glicemia e prevenir doenças como o câncer e que possui um significado espiritual que inspira qualquer um. Eis a pata-de-vaca, também conhecida como pata-de-cavalo, pata-de-boi, mão-de-vaca, unha-de-boi e mororó, típica da América do Sul!

Com lindas flores em tons de lilás e branco, a pata-de-vaca (nome científico: Bauhinia fortificata) tem um forte poder medicinal, sendo utilizada por indígenas da Argentina e do Paraguai para diversos fins relacionados à saúde. Para entender melhor tudo isso, continue lendo o nosso artigo e surpreenda-se com os poderes dessa planta medicinal!

A pata-de-vaca para a espiritualidade

Flor de tons roxos, a pata-de-vaca simboliza o entusiasmo, a força de vontade, a concretização de propósitos e a resiliência. Quem respira fundo perto de uma pata-de-vaca é capaz de sentir entrar pelos pulmões e por toda a alma a inspiração que essa planta exala – inspiração essa que é motor da realização de vontades, motivação e coragem para correr atrás de objetivos maiores.

Medicinalmente, a planta pata-de-vaca tem o poder de combater a retenção de líquidos e estimular a eliminação de urina, o que, na esfera da espiritualidade, também tem a sua importância. Isto é, espiritualmente, a pata-de-vaca significa limpeza, ajudando a limpar negatividades incrustadas no espírito, eliminando gorduras emocionais que apenas entopem o coração, abrindo caminhos.

Benefícios da pata-de-vaca para a saúde

  1. Controla a glicemia: Além de a pata-de-vaca ter propriedades diuréticas que estimulam a eliminação do excesso de açúcar pela urina, esta planta contém flavonoides, substâncias que estimulam as células musculares a utilizarem a glicose presente no sangue, controlando as taxas glicêmicas.
  2. Ajuda no tratamento de problemas urinários: A pata-de-vaca possui em sua composição a campferitrina, uma substância de efeito diurético que, além de ajudar no reparo de danos nas células dos rins, auxilia no tratamento de problemas como infecção urinária e pedra na bexiga.
  3. Combate a retenção de líquidos: Devido a suas propriedades diuréticas, que aumentam a eliminação de urina e estimulam a excreção de açúcares, a pata-de-vaca ajuda a combater a retenção de líquidos, reduzindo o inchaço de todo o corpo.
  4. Auxilia no tratamento e na prevenção de câncer: Existe uma proteína presente na pata-de-vaca que atua na apoptose (morte) de células cancerosas, impedindo a adesão destas células e, consequentemente, a sua proliferação. Por isso, além de prevenir o câncer, a planta é usada como auxiliar no tratamento da doença.
  5. Previne doenças cardiovasculares: O colesterol ruim é responsável por formar placas de gordura nas artérias, o que causa doenças cardiovasculares, como infarto e derrame. A pata-de-vaca possui propriedades antioxidantes que atuam na diminuição desse tipo de colesterol.

Tabela nutricional

Valores referentes a uma porção de 1g.

Valor energético0 kcal / 0 kJ
Carboidratos0 g
Proteínas 0 g
Gorduras totais0 g
Gorduras saturadas0 g
Gorduras trans0 g
Fibra alimentar0 g
Sódio0 mg
Folha da planta pata de vaca em meio a natureza
Elton Abreu / Shutterstock

Como consumir a pata-de-vaca?

A forma mais comum de se consumir a pata-de-vaca é tomando o chá da planta, ao fazer a infusão das folhas, que atuam como anti-inflamatório e auxiliam no tratamento da diabetes. Outro consumo comum é tomar gotas de tintura de pata-de-vaca, uma medicina alternativa que tem ação hipoglicemiante (antidiabética), purgativa e diurética, além de também ser redutora de colesterol e indicada também para problemas no trato urinário.

Porém, a tintura de pata-de-vaca deve ser utilizada com orientação médica e pode ser adquirida apenas em ambientes farmacológicos especializados, bem como acontece com as cápsulas de pata-de-vaca.

Outras formas de usar a pata-de-vaca

A tintura de pata-de-vaca é também usada como adstringente para a lavagem de feridas, úlceras e aftas bucais (este último uso se dá na forma de gargarejos). Quando aplicada no couro cabeludo, pode atuar como anticaspa.

No Paraguai, o chá de pata-de-vaca é misturado ao mate tereré como refresco diurético. Na Argentina, os indígenas Tobas fazem a infusão das folhas para tratar o muco e fazer banhos de assento com a finalidade anti-hemorroidal.

Existem contraindicações?

Além de não ser recomendada para pessoas que sofrem de hipoglicemia, já que esta planta pode diminuir ainda mais a quantidade de glicose no sangue, a pata-de-vaca também não deve ser usada por crianças com menos de 12 anos, gestantes e lactantes.

Não é recomendado o consumo exagerado da pata-de-vaca, e a recorrência de seu uso deve se dar somente sob orientação médica, já que a planta pode colaborar com episódios de diarreia, alteração no funcionamento dos rins ou até mesmo desenvolvimento de hipotireoidismo e bócio endêmico.

Receitas com pata-de-vaca

Chá de pata-de-vaca

Ingredientes:

  • 20 g de folhas de pata-de-vaca
  • 1 L de água filtrada

Modo de preparo:

Após ferver a água filtrada, desligue o fogo e faça a infusão das folhas de pata-de-vaca. Tampe a panela e aguarde de 5 a 10 minutos. Passado esse tempo, coe o chá e adoce a gosto.

Sabonete de pata-de-vaca

Ingredientes:

  • 500 gramas de base branca de babosa
  • 1 sabonete vegetal de glicerina
  • 3 colheres de sopa de pata-de-vaca
  • 100 mL de água
  • Essência (opcional)
  • Corante (opcional)

Modo de preparo:

Em uma panela, pique a base branca de babosa e o sabonete vegetal de glicerina. Acrescente à panela um chá feito com a infusão da pata-de-vaca na água fervente. Leve a panela ao banho-maria até que a base e o sabonete se dissolvam completamente, virando um líquido homogêneo. Dissolvidos, você pode acrescentar a gosto o corante e as essências que quiser. Distribua o líquido nas formas de sabonete, depois deixe esfriar e endurecer naturalmente para desenformar.

Você também pode gostar:

É surpreendente como a natureza é capaz de proporcionar tantos benefícios à saúde e ao espírito com uma simples planta, não é mesmo? Agora que você já conhece bem a pata-de-vaca e sabe como utilizá-la quando precisar, confira nosso conteúdo sobre outras plantas medicinais e aprenda cada vez mais!

Outras plantas medicinais

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br